Revenge: um brinde ao Metal oitentista e um clássico desta

Resenha - Death Sentence - Revenge

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

8


Não bastasse o lançamento do último disco dos colombianos do Revenge ("Vendetta" de 2012), a Kill Again Records resolveu lançar este terceiro disco do quarteto com direito ao EP "Bang Your Head" (2008) de bônus. E o que temos em mãos é um brinde ao Metal oitentista e um clássico desta que talvez seja a maior banda da Colômbia.

Gosto Musical: artistas falam do que devia ser banido para sempre

Iron Maiden: a tragédia pessoal do baterista Clive Burr

"Death Sentence" é uma viagem ao passado recente não só da banda, como também aos tempos gloriosos do Metal. Sim, o som da banda é datado e até clichê, mas me diga como fazer um Speed Metal hoje em dia? Sim, a banda possui suas próprias características, mas não reinventa nada e isso passa longe de ser um ponto negativo.

Não há como não bangear ao som de faixas como Metal Massacra, Death Sentence e Motorider que é a trinca de ferro do início do álbum. Ótimos riffs, com guitarras gêmeas em algumas partes, solos virtuosos bem executados, além de uma cozinha simples, mas muito eficiente.

A energia contida no trabalho é intensa com composições velozes que não deixam a peteca cair em momento algum. Isso sem contar os refrãos pegajosos com os vocais agudos de Esteban Mejia que também é guitarrista.

Por incrível que pareça a produção do EP "Bang Your Head" é um pouco superior, dando mais peso às guitarras, além das composições serem um pouco mais melódicas. Aliás, a única ressalva de "Death Sentence" é a homogeneidade do disco, algumas faixas são parecidas demais e a produção um pouco baixa, mas nada que tire o brilho dessa grande banda.

http://www.facebook.com/REVENGESPEEED666
http://www.reverbnation.com/revengecol


Outras resenhas de Death Sentence - Revenge

Revenge: Heavy/Speed/Thrash Metal competente da Colômbia

Revenge: uma das bandas mais legais do continente na atualidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Gosto Musical: artistas falam do que devia ser banido para sempreGosto Musical
Artistas falam do que devia ser banido para sempre

Iron Maiden: a tragédia pessoal do baterista Clive BurrIron Maiden
A tragédia pessoal do baterista Clive Burr


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin