Urge Overkill: alternando entre o noise e o college

Resenha - Saturation - Urge Overkill

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Paulo Severo da Costa
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Seria o sucesso uma praga ou uma benesse? Em quase sessenta anos de história o rock n' roll criou histórias de fortuna e fama à mesma medida que lamentou overdoses e suicídios, nos deu o heavy metal de presente e nos encheu o ouvido com música pop de péssima qualidade, criou bandas de sucesso permanente ou assinando a discografia de bandas competentes assoladas pela mesma praga que atingiu a indústria do cinema com os "atores de um papel só": os "one hit wonders" termo que , de forma errônea passou a designar tanto porcarias descartáveis quanto VANILLA ICE ou RIGHT SAID FRED quanto gente de alto calibre como DEXY´S MIDNIGHT RUNNERS e CRASH TEST DUMMIES – a saber, aquela típica situação de perguntar a alguém se conhece a banda e, diante da negativa, cantarola um trecho da tal faixa e ouve: "Ah tá!"
5000 acessosOverkill: mandando recado ao Avenged Sevenfold5000 acessosMegadeth: os 10 bens mais preciosos de Dave Mustaine

Em 1993, o então emergente QUENTIN TARANTINO pinçou "Girl, You´ll be a Woman Soon" para a trilha sonora de "Pulp Fiction". A faixa, uma regravação de um hit de NEIL DIAMOND, originalmente registrada em 1967, constava do do EP, "Stull", de 1992, de uma banda do circuito alternativo de Chicago, o URGE OVERKILL. Surgida em 1986, a banda carregada da energia desencanada do PRETENDERS e HÜSKER DÜ, já havia lançado três ótimos discos ('Jesus Urge Superstar' de 1989, "Americruiser" de 1990 e "The Supersonic Storybook" de 1991), alternando entre o noise e o college. Desafortunadamente, um cover acabou tirando o foco do lançamento do melhor registro da banda lançado naquele mesmo ano.

"Saturation", objeto de culto entre os fãs da banda, é resultado de um mix inteligente entre referências classic como STONES e CHEAP TRICK com o devido pé nos anos 90: "Sister Havana" dá uma dimensão diferenciada ao termo radiofônico; acessível sem perder a pegada não deixa dúvidas que o grande diferencial da banda é o timbre singular do vocalista NASH KATO. "Positive Bleeding" mistura dinâmicas com a facilidade típica de bons discípulos do PIXIES- apesar da linha melódica ir mais na onda do SUPERGRASS. "Back on Me" faz reverência ao SOUL ASYLUM enquanto "Botlle of Fun" tem sotaque Southern rock; "Crackbabbies" começa com uma sequência tranquila de orgão na nascitura levada de "Epitáfio" dos Titãs (a semelhança é inacreditável!) e desemboca em uma experiência garageira fantástica; "Erica Kane" com seu evidente trocadilho é uma mistura entre o DINOSAUR JR, o NIRVANA e algum resíduo pop daquela década. O único senão parece ser "Dropout": bem intencionada; mas chata de dar dó.

Após "Saturation" a banda lançou o não menos excelente "Exit The Dragon"(1995), se dissolveu em 1997, retornou em 2004 e lançou "Rock n´Roll Submarine" de 2011. Se o URGE ficou conhecido por uma única música, faço aqui meu papel de redentor: escute todos!

Track list:
1. "Sister Havana" -- 3:53
2. "Tequila Sundae" -- 4:20
3. "Positive Bleeding" -- 3:42
4. "Back on Me" -- 3:12
5. "Woman 2 Woman" -- 2:40
6. "Bottle of Fur" -- 4:13
7. "Crackbabies" -- 4:03
8. "The Stalker" -- 2:52
9. "Dropout" -- 4:57
10. "Erica Kane" -- 3:07
11. "Nite and Grey" -- 4:22
12. "Heaven 90210"

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Urge Overkill"

OverkillOverkill
Mandando recado ao Avenged Sevenfold

MegadethMegadeth
Os 10 bens mais preciosos de Dave Mustaine

SepulturaSepultura
Andreas conta curiosidades sobre os primórdios da banda

5000 acessosMetal Alemão: as 10 melhores bandas segundo o About.com5000 acessosOzzy Osbourne: os conselhos do Madman sobre masturbação5000 acessosSteve Vai: O dia em que ele foi humilhado por Chimbinha5000 acessosLegião Urbana: Marcelo Bonfá explica performance ruim no celular5000 acessosGuns N' Roses: Izzy tentou reunir banda original com Axl em 20125000 acessosMegadeth: temas de filmes e desenhos que talvez você não conheça

Sobre Paulo Severo da Costa

Paulo Severo da Costa é ensaísta, professor universitário e doente por rock n´roll. Adora críticas, mas não dá a mínima pra elas. Email para contato: joaopsevero@bol.com.br.

Mais matérias de Paulo Severo da Costa no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online