Sepultura: um dos shows mais longos e pesados de sua história

Resenha - Under a Pale Grey Sky - Sepultura

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Flávio Mendes Santana
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


SEPULTURA...quanta história essa banda tem pra contar. Passou por muitas dificuldades como outras bandas de sua época, porém, algo foi mais forte que tudo nessa carreira de quase 30 anos: a sonoridade. Aspecto ao qual nunca deveu nada pra ninguém, pois sempre soube inovar, e ousar de maneira coerente, mantendo a identidade principal dessa sonoridade: o peso! No auge de sua carreira em 1996, ano de lançamento do "polêmico" álbum divisor de águas, "Roots", a banda realizou seu último show com seu frontman mais que importante na história do Heavy Metal, Max Cavalera. Porém não foi apenas um show de depedida de Max, mas também, onde a banda executou um dos shows mais longos e pesados de sua história, na respeitável Brixton Academy em Londres (Porque não foi no Brasil?). Para a felicidade dos fãs da fase Max, esse show foi registrado no álbum duplo "Under a Pale Grey Sky".
2318 acessosMax, Igor e Sepultura: vídeo compara performances ao vivo5000 acessosSlipknot: Veja membros atuais sem máscara

Pra começar, esse título parece um trocadilho a um outro título de registro ao vivo de uma outra banda (alguém também percebeu isso? ;)). Brincadeiras a parte, o show dá suporte a tour em promoção ao álbum Roots, qual grande parte do repertório do show é calcado em cima deste. Mas, por se tratar de um álbum duplo, e um show de despedida, sobrou espaço para muitos clássicos da carreira da banda, passando por "Chaos A.D.", "Arise", "Beneath The Remains" e até mesmo "Bestial Devastation" e "Morbid Visions". Os pontos mais altos começam logo de cara com as pesadíssimas "Roots Bloody Roots" e "Spit" e a clássica "Territory". Sobrou até para um cover muito bacana da música de Chico Science (Nação Zumbi), "Monólogo ao Pé do Ouvido". Mais clássicos são executados como "Troops of Doom" e a dobradinha "Beneath the Remains/Mass Hypnosis" e, o desfecho do primeiro disco fica por conta dalonga e protestante música, "Endangered Species", com sua levada bem doom.

O segundo disco deslancha mais para os clássicos como "Refuse/Resist", mais uma dobradinha matadora "Arise/Dead Embryonic Cells", "Biotech is Godzilla" (contribuição de Jello Biafra ex-Dead Keneddys) e "Inner Self". Sobrou também para os covers de "Polícia (Titãs)" e "We Gotta Know (Cro-Mags)" com participação do vocalista do Strife, Rock Rodney. Também vale ressaltar a violenta "Ditactorshit", com pegada bem hardcore que não tem como ficar parado ao ouvir (quem ouve, acredito que cante junto o verso: "Tortura nunca mais!!!!"). O desfecho do show fica por conta da clássica "Orgasmatron", cover dos pioneiros do Motorhead!

Apesar da mudança drástica da formação da banda, que viria a ocorrer logo após o final da turnê com a saída de Max Cavalera, este registro mostra o profissionalismo e a paixão da banda pelos fãs, mesmo durante uma época de crises internas. Álbum extremamente recomendado para os fãs Thrash Metal e interessados em conhecer os principais clássicos da carreira da banda.

Under a Pale Grey Sky - SEPULTURA
Show realizado em 16 de Dezembro de 1996
(2002 - Roadrunner Records)

Lineup:
Max Cavalera: Vocais, guitarra, berimbau e percussão
Andreas Kisser: Guitarras, backing vocals e percussão
Paulo Jr.: Baixo, percussão
Igor Cavalera: Bateria, percussão

Disco 1:
01 - Itsári (Intro)
02 - Roots Bloody Roots
03 - Spit
04 - Territory
05 - Monologo Ao Pé Do Ouvido (Chico Science cover)
06 - Breed Apart
07 - Attitude
08 - Cut-Throat
09 - Troops of Doom
10 - Beneath the Remains/Mass Hypnosis
11 - Born Stubborn
12 - Desperate Cry
13 - Necromancer
14 - Dusted
15 - Endangered Species

Disco 2:

01 - We Who Are Not as Others
02 - Straighthate
03 - Dictatorshit
04 - Refuse/Resist
05 - Arise/Dead Embryonic Cells
06 - Slave New World
07 - Biotech Is Godzilla
08 - Inner Self
09 - Polícia (Titãs cover)
10 - We Gotta Know (Cro-Mags cover)
11 - Kaiowas
12 - Ratamahatta
13 - Orgasmatron (Motorhead cover)

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Under a Pale Grey Sky - Sepultura

2608 acessosResenha - Under a Pale Grey Sky - Sepultura

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 09 de abril de 2013

Max, Igor e SepulturaMax, Igor e Sepultura
Vídeo compara performances ao vivo

2530 acessosSepultura: Jean Dolabella comenta sobre documentário da banda0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Sepultura"

Nomes científicosNomes científicos
Nova espécie em tributo ao Dio e outras homenagens

SepulturaSepultura
Quem se importa com o que Max pensa?, pergunta Andreas

SepulturaSepultura
"Vejo os caras tocando e não tem a mesma pegada"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Sepultura"

SlipknotSlipknot
Veja membros atuais sem máscara

AngraAngra
Aquiles detona ex-companheiros de banda em workshop

QueenQueen
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

5000 acessosAxl Rose: Um dos vocalistas com maior alcance5000 acessosRock in Rio: Os cachês e exigências dos artistas na edição de 19915000 acessosSepultura: saiba mais sobre as visões religiosas de Derrick5000 acessosIron Maiden: Iniciada venda de ingressos para o show de São Paulo5000 acessosMetallica: Kirk Hammett está viciado em Slipknot4982 acessosCapas de álbuns e quadrinhos: mashups de clássicos das duas artes

Sobre Flávio Mendes Santana

Nascido e criado na capital paulista, descobriu e se identificou com o universo do Rock no início da adolescência. Atualmente, tem como preferência o Metal Extremo, mas também explora algumas outras vertentes do Rock. Está sempre de olho nos últimos lançamentos, shows e matérias de suas bandas favoritas.

Mais matérias de Flávio Mendes Santana no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online