Borg 64: pegada das faixas são raivosas, insanas e agressivas

Resenha - Anywhere But Her - Borg 64

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 7

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Uma pena as incursões eletrônicas nas composições deste novo EP dos suecos do Borg 64, já que mesmo assim o Crust/Hardcore executado do grupo empolga. Desde o início, com a faixa de abertura intitulada Death To False Power Chords, esses elementos supracitados se mostram desnecessários.
5000 acessosSlipknot: Ana Maria Braga surpreende em abertura do Mais Você5000 acessosManowar: você acha as fotos da década de 80 ridículas?

A pegada das faixas são raivosas, insanas e agressivas. Guitarras ríspidas, um baixo estonteante que dá brutalidade ao trabalho e uma bateria com pegada são os elementos de destaque, tudo tendo a frente vocais gritados que parecem estar em pleno ataque de nervos.

A sonoridade espanta, assim como a cara dos cidadãos que compõem a banda, porém o excesso de ruídos eletrônicos desnecessários quase põe tudo a perder. Destaque para a faixa Lulea.

http://www.facebook.com/Borg64

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Borg 64"

SlipknotSlipknot
Ana Maria Braga surpreende em abertura do Mais Você

ManowarManowar
Você acha as fotos da década de 80 ridículas?

VelocidadeVelocidade
Top 10 de músicas de Metal para ser multado

5000 acessosCourtney Love: ajudando a resolver os maiores mistérios do mundo5000 acessosSexo e Satã: as mensagens subliminares em capas de Rock / Metal5000 acessosRockstars: as esposas mais lindas do rock - 1ª parte5000 acessosDream Theater e Guns N' Roses: 30 anos, uma no auge, já a outra...5000 acessosMötley Crüe: "Ninguém consegue tocar como eu", diz Mick Mars4246 acessosHeadbang: 10 formas de bater cabeça (para iniciantes)

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online