Matérias Mais Lidas

imagemTravis Barker, do Blink-182, é hospitalizado às pressas e filha pede orações

imagemCuecão de couro: Rob Halford posa com suas "great balls of fire" em camarim

imagemKerry King explica por que não assumiu o posto de guitarrista do Megadeth

imagemVeja diz que David Coverdale só passa vergonha nas redes sociais

imagemIggor Cavalera diz que reunião da formação clássica do Sepultura seria incrível, mas...

imagemQuando Jimi Hendrix chamou Eric Clapton para subir no palco e afinar sua guitarra

imagemMike Portnoy e a música do Rush que virou um grande sucesso do Guns N' Roses

imagemA resposta de John Lennon quando perguntado se retornaria aos Beatles em 1975

imagemSlash explica por que rejeitou Corey Taylor no Velvet Revolver

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemNergal diz que Behemoth é mais que anti-religião e emociona-se com LGBTQ e aborto

imagemGregório Duvivier: "Perto de Chico Buarque, Bob Dylan é uma espécie de Renato Russo!"

imagemO dia que filhos dos Titãs foram retirados de show e Nando Reis quase foi preso

imagemSammy Hagar conta como uma Ferrari fez ele entrar para o Van Halen

imagemCinco álbuns que serão lançados no segundo semestre de 2022 e merecem a sua atenção


Voodoopriest: trem Thrasher furioso está a pleno vapor!

Resenha - Voodoopriest - Voodoopriest

Por Marcos Garcia
Em 21/02/13

Nota: 9

O quinteto paulista VOODOOPRIEST acaba de soltar seu EP de estréia, 'Voodoopriest', e mostram que não estão para brincadeira, pois as cinco faixas deste EP são sinônimos de brutalidade, rispidez e agressividade explícita, mas permeada por estruturas harmônicas muito bem delineadas e construídas, e é um prato cheio para fãs de bandas que fazem Thrash com muito de Death Metal e Tradicional sem pudores ou frescuras.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

A alquimia da banda é forte e coesa. Lançando mão de vocais urrados que transitam entre os rasgado explícito e o gutural bruto, guitarras rascantes e coesas em riffs maciços e solos doentios (mas com boa técnica e melodia), e cozinha baixo/bateria firme na marcação e tocando com boa técnica, mas sem deixar vazios. O resultado: um som agressivo e ríspido, mas de bom gosto e cheio de vida e energia.

A produção do EP, Brendan Duffey e Adriano Daga, a produção ficou bem gordurosa e pesada, mas bem audível e deixando cada mínima nuance musical clara e audível. Na parte visual, a banda preferiu algo mais simples e direto, mas nem por isso deixa de ser atraente.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Agora, quando as músicas começam a fluir pelos falantes, meus caros, é bom seus vizinhos terem um belo par de tapa-ouvidos, senão as reclamações serão muitas. Sim, pois estas cinco faixas são uma bela definição para 'destruição em massa'.

O EP abre com 'Juggernaut', uma autêntica pedrada Thrash/Death, com andamento empolgante e ótimos vocais; 'Kamakans' é outra amostra de violência musical explícita, com ótimos riffs e um solo insano, que fazem com que a cabeça comece a oscilar de um lado para o outro; a energética e bruta 'Reborn', com belas conduções nos bumbos; 'The One I Feed', que tem um ritmo mais cadenciado e terroroso, onde o baixo e a bateria se sobressaem bastante pela pegada técnica; e 'Aftermath (Of Mass Suicide)', pesada e grudenta, mas que possui uns toques mais experimentais e quebrados debaixo da avalanche de riffs e vocais enlouquecidos.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Em suma: este quinteto chega em fevereiro e já garante vaga no Top 10 de muitos em 2013!

E vale lembrar que este EP é independente, ou seja, saiu do bolso dos músicos, logo, comprem as cópias físicas. Não é caro e todos os envolvidos saem ganhando, inclusive os músicos. E além disso, a banda se prepara para o show de lançamento, dia 22/03 no Hangar 110, em SP.

Em tempo: já sabemos que alguém vai perguntar o motivo de não ter sido tocado no nome no TORTURE SQUAD, antiga banda de Vitor. Todos sabem que ele esteve no TORTURE SQUAD por anos, e além disso, o VOODOOPRIEST é outro trabalho.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Voodoopriest - Voodoopriest
(2013 - Independente - Nacional)

Tracklist:

01. Juggernaut
02. Kamakans
03. Reborn
04. The One I Feed
05. Aftermath (Of Mass Suicide)

Formação:

Vitor Rodrigues - Vocais
César Covero - Guitarras
Renato De Luccas - Guitarras
Bruno Pompeo - Baixo
Edu Nicolini - Bateria

Contatos:

http://www.voodoopriest.com.br
https://www.facebook.com/pages/OfficialVoodooPriest/382382761833418
http://www.youtube.com/voodoopriestcombr
http://www.flickr.com/photos/voodoopriestcombr
http://www.myspace.com/officialvoodoopriest
https://twitter.com/voodoopriest1

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp



Sobre Marcos Garcia

Marcos Garcia é Mestrando em Geofísica na área de Clima Espacial, Bacharel e Licenciado em Física, professor, escritor e apreciador de todas as subdivisões de Metal, tendo sempre carinho pelas bandas mais jovens e desconhecidas do público, e acredita no Underground como forma de cultura e educação alternativas. Ainda possui seu próprio blog, o Metal Samsara, e encara a vida pela máxima de Buda "esqueça o passado, não pense no futuro, concentre-se apenas no presente".

Mais matérias de Marcos Garcia.