Cruz: para você que reclama pelo simples prazer de reclamar

Resenha - Vol.1 - Cruz

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Guilherme Fernandes
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Não é para você que reclama pelo simples prazer de reclamar de qualquer coisa. Essa banda é para você que, tirando algumas boas e verdadeiras bandas, estava cansado de conviver, ano após ano, com a mesmice do cenário musical brasileiro.

The Voice: candidato faz power metal cantado em portuguêsAC/DC: como Angus responde a um copo de cerveja atirado?

Os Paulistanos da CRUZ, radicados em Los Angeles, conseguem a façanha de gerar aquela reação embasbacada ao descobrir que se trata de brasileiros por trás daquelas boas canções. Não é a toa que a banda impressionou e conquistou a atenção de nada menos que Jay Baumgardner, que já produziu bandas como Papa Roach, Incubus e Linkin Park.

Mas para quem acha que a banda tem alguma influencia dos nomes citados, saiba que estão redondamente enganados. O som é composto por um rock simples com pitadas de pós-grunge (se é que existe esse estilo musical), completamente radiofônico, entretanto, sem perder a malícia e a qualidade por causa disso. Influências diversas como o country e o blues rock aparecem em alguns momentos de seu ótimo cd de estreia, o independente "Vol.1". Sem maiores rótulos, apenas rock and roll. Não tem muita coisa de novo, mas é bem legal.

O disco é coeso, sem momentos ruins, coisa rara hoje quanto tratamos de falar sobre bandas brasileiras. Meus destaques pessoais ficam com as excelentes "Fortune Teller", "Crazy" e "Sin City", apesar do material completo ser muito bom. Músicas como "Someday", "It's Over" e "No One Wants to Be Alone" são tão boas quanto as já citadas, embora fiquem um degrau abaixo.

E mesmo canções não tão brilhantes, como a balada "Na Na Na", estão centenas de quilômetros a frente de qualquer coisa lançada em matéria de rock and roll em nosso país nos últimos anos. Vale-se aqui de um destaque especial para os vocais de Enrico Minelli, uma mistura de Zakk Wylde dos primeiros discos do Black Label Society e Chad Kroeger, do famigerado Nickelback, que, mesmo sendo uma banda ruim, possui em seu frontman um ótimo e diferenciado registro vocal.

Salvo boas e cada vez mais raras exceções dentro do rock nacional como as honestas e sempre presentes Baranga e Velhas Virgens, estamos cada vez mais carentes de bons sons provenientes de nossos músicos, que, infelizmente (ou felizmente, em alguns casos) não possuem o apoio necessário para colocar boas ideias para frente. Muitas vezes a história se repete: músicos tirando dinheiro de seu próprio bolso, organizando seus próprios shows, vendendo sua própria mídia e caindo no estereótipo da "banda independente", quando, na verdade, o conceito de independência musical aqui no Brasil ainda é uma utopia para poucos.

Que surjam mais e mais bandas dentro de nosso tão talentoso país como a banda Cruz.
Enjoy it!
Cruz: Vol. 1

01. Physical Game
02. Someday
03. Goodbye My Friends
04. Crazy
05. It's Over
06. Fortune Teller
07. No One Wants To Be Alone
08. NaNaNa
09. Time To Live Again
10. You Gotta Believe
11. My Love
12. I Got The Feeling
13. Above The Water
14. Sin City

Selo: Independente
Ano de lançamento: 2011

http://cruzofficial.com/

Fortune Teller [Official Clip]

Sin City [Official Clip]




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Cruz"


The Voice: candidato faz power metal cantado em portuguêsThe Voice
Candidato faz power metal cantado em português

AC/DC: como Angus responde a um copo de cerveja atirado?AC/DC
Como Angus responde a um copo de cerveja atirado?

Rockstars: Os 50 mais ricos do planetaRockstars
Os 50 mais ricos do planeta

Led Zeppelin: a inspiração por trás de "Kashmir"Separados no nascimento: Robert Plant e Patrícia PillarLita Ford: rebatendo críticas à revelação sobre Tony IommiIron Maidens: Veja releitura de Nikki Stringfield para "Heart Shaped Box" do Nirvana

Sobre Guilherme Fernandes

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.