Outlove: com pitadas Hard, grupo possui influência Pop oitentista

Resenha - Love, Blood & Mud - Outlove

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

8


O Outlove é mais uma banda brasileira que se arrisca pelos lados do Gothic Rock que fez a fama de nomes europeus como HIM, por exemplo. Com leves pitadas de Hard Rock, o grupo ainda possui influência do pop oitentista, o que faz com que seu som soe acessível, mas não comercial, pelo menos aqui por essas bandas.

É muito interessante notar o 'feeling' que as composições possuem, já que nada aqui soa forçado e o peso que as composições possuem é proporcionalmente bem distribuído e equilibrado. As incursões eletrônicas são muito bem encaixadas e não soam exageradas, o que não tira em nenhum momento o brilho 'rocker' do trabalho.

publicidade

Outro fator positivo são os vocais de Paulo Ghizzi, já que o cantor dispensa aquele timbre grave e soturno (muito comuns no estilo) e deixa que sua voz flua naturalmente, mesmo quando a música pede um pouco mais de agressividade, como na alternativa e pesada Good Boy, por exemplo.

Meus destaques ficam por conta de Dead For You e seu riff pesado, além de sintetizadores muito bem encaixados, Free Yourself com sua batida dançante e refrão grudento, além de Now I See What You Mean e sua pegada emotiva, também se destacam.

publicidade

A ressalva fica por conta da produção um pouco suja demais para os padrões desse tipo de som, ou seja, nada que possa ser consertado num próximo trabalho. No mais, o Outlove prova em "Love, Blood & Mud" que o Brasil é um país promissor na cena Rock/Metal, seja em qual subgênero for. Aprovado.

http://www.outloverock.com
http://www.facebook.com/outloverock

publicidade


Outras resenhas de Love, Blood & Mud - Outlove

Outlove: marca sua estreia com riffs sintetizados e interessantes

Outlove: do Heavy dos anos 80 e 90 ao Hard Rock oitentista




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Nirvana: quem é o bebê da capa de Nevermind?Nirvana
Quem é o bebê da capa de Nevermind?

Bruce Dickinson: punks não sabem tocar e tem inveja do metalBruce Dickinson
Punks não sabem tocar e tem inveja do metal


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin