Matérias Mais Lidas

imagemA dura bronca dos Titãs em Nando Reis durante gravação de "Titanomaquia"

imagem4 hits do Deep Purple cujos riffs Ritchie Blackmore já confessou ter copiado

imagemThin Lizzy e o álbum picareta de covers do Deep Purple que garantiu sua sobrevivência

imagemConheça o guitarrista brasileiro de 16 anos que estará no próximo clipe do Megadeth

imagemRolling Stones: Keith Richards compara tocar com Brian Jones, Mick Taylor e Ron Wood

imagemA certeira visão de Penélope Nova sobre como pop "absorveu e enfraqueceu" outros estilos

imagemA inteligente estratégia de Prika para não perder gravadora na ruptura da Nervosa

imagemRob Trujillo presta tributo ao Rage Against The Machine após shows em Nova Iorque

imagemBeatles: A música que Paul McCartney compôs para calar a boca de Pete Townshend

imagemRoger Waters sobre tocar Pink Floyd sem David Gilmour: "Não tenho problema algum"

imagemO hit dos Engenheiros sobre Humberto não querer ser guru dos jovens igual Renato Russo

imagemPor que o processo de composição da Legião Urbana e Engenheiros era tão diferente?

imagemComo Faustão ajudou Titãs a superar trauma da prisão de Arnaldo Antunes

imagemShow do Iron Maiden pra "pouca gente" é o favorito de Blaze Bayley

imagemSteve Grimmett: vocalista do Grim Reaper morre aos 62 anos


Stamp

Lacerated And Carbonized: equilibrada de forma quase perfeita

Resenha - Third World Slavery - Lacerated And Carbonized

Por Vitor Franceschini
Em 10/01/13

publicidade

Nota: 9

Banda que tem profissionalismo até quando lança single merece mais do que atenção, afinal existe cada material oficial que você recebe que simplesmente não dá pra acreditar, já que os recursos que temos em mãos hoje em dia nos possibilitam fazer do bom e do melhor sem sair do quarto.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

O Lacerated And Carbonized nos traz neste material o melhor do Death Metal atual, sem seguir tendências e sempre flertando com o Brutal Death Metal tão em voga há pouco tempo. O importante é ressaltar que a banda equilibra tudo de forma quase perfeita, já que propositalmente investe em uma produção levemente suja.

A técnica dos caras pode ser vista a olhos nus, já que o trabalho das guitarras é focado em riffs bem executados e solos diretos, sendo que a dupla baixo e bateria dão a levada certeira e veloz às composições. O grande destaque são os vocais de Jonathan Cruz, que é aquele típico gutural inteligível e possui um poder absurdo.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

São três ótimas composições onde a qualidade se iguala em todas, o que faz jus ao conjunto da obra. Gravado e mixado pelo guitarrista Caio Mendonça, no HR Studios, "Third World Slavery" foi nada mais nada menos que mixado e masterizado por Andy Classen na Alemanha. Lembra quando falei do profissionalismo no início?

http://www.laceratedandcarbonized.com/


Outras resenhas de Third World Slavery - Lacerated And Carbonized

Resenha - Third World Slavery - Lacerated And Carbonized

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Gibson: os 50 melhores covers da história do rock

Nirvana: Dave Grohl comenta sobre o funeral de Kurt Cobain


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini.