Joe Perry: um dos maiores guitarristas da história do Rock

Resenha - Joe Perry - Joe Perry

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Felipe da Silva Santos
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O guitarrista JOE PERRY, famoso por seu trabalho na lendária banda AEROSMITH, lançou em maio de 2005 seu primeiro disco realmente solo (os três lançados na década de 80 foram pela JOE PERRY PROJECT).

Sons Of Apollo: banda toca "Dream On" , do Aerosmith, com orquestra; assistaPaula Fernandes: aos 19 anos ela ia em shows de Black Metal

O álbum nos confirma o porque de JOE PERRY ser considerado um dos maiores guitarristas da história do Rock e uma verdadeira inspiração para outros grandes guitarristas como SLASH e RICHIE SAMBORA. Composições brilhantes, riffs e solos extremamente inspirados, arranjos impecáveis e um JOE PERRY extremamente afiado como produtor e multi-instrumentista, eu considero como um dos melhores trabalhos solos que um guitarrista lançou sem sair de sua banda original.

Faixa 01: Shakin' My Cage - Uma coisa que eu pude percebi neste álbum é o talento íncrivel de PERRY em tocar guitarra slide, e isso já podemos perceber logo de cara no riff de abertura desta música, com ritmo arrastado que lembra muito o Rock da década de 50, você vai ficar com vontade de balançar o esqueleto enquanto viaja nos solos fantásticos que PERRY faz ao longo da canção.

Faixa 02: Hold On Me - Outa paulada vem a seguir, as guitarras mais uma vez brilham nos riffs e solos de PERRY e é impressionante como o cara tocou todas as guitarras do disco com maestria (PERRY não contou nenhum guitarrista suporte no álbum), sim o cara tudo, guitarra, slide, violão e ainda por cima baixo e teclados em todas as faixas, além de ter feitos todos os vocais.

Faixa 03: Pray For Me - A faixa mais estranha do álbum, começa com teclados que lembram sons de música indiana, porém a cançao tem uma melodia bem agradável e vocais muito bem harmonizados mostrando o multi-talento de PERRY, destaque também para o belissímo solo de violão.

Faixa 04: Can't Compare - Um Hard de encher os ouvidos, riff animmal e um refrão grudento, e um solo de guitarra sensacional que o próprio PERRY classificou como "puro, inalterado e direto do coração"

Faixa 05: Lonely - Mais um Hard contagiante, com Riffs impressinates e cheios de vigor, PERRY é uma verdadeira máquina de riffs e solos descomunais, e neste disco o cara está realmente inspirado.

Faixa 06: Crystal Ship - A primeira balada do disco conta com uma bela melodia, ótimo arranjo e um bom e honesto vocal de Perry, o fato de ser a em que as guitarras de PERRY menos ganharam espaço não tira o brilho da canção, pois isso é compensado muito bem pela ótima produção da música.

Faixa 07: Talkin Talkin' - Outro Hardão arrastado com guitarras espertas e contagiantes, um refrão bem grudento e Rock And Roll, a batida é bem característica dos Blues de Chicago alá Freddie King.

Faixa 08: Push Comes To Shove - Aqui PERRY mostra toda sua influência do Funk, com uma batida bem swingada e dançante e guitarras cheias de grooves e uma linha de baixo matadora.

Faixa 09: Twilight - A primeira música inteiramente instrumental do disco é uma balada blues com solos animais de PERRY, destaque para o timbre usado por ele, simplesmente sensacional.

Faixa 10: Ten Years - É a única balada melosa do disco, mas nem por isso é uma música ruim, muito pelo contrário, com uma bela melodia, ótimo refrão e lindo solo de guitarra com timbre limpo, dando um toque Bluesy a canção.

Faixa 11: Viligante Man - Depois de acalmar nossos ouvidos, PERRY volta com uma paulada sensacional, com riff animal banhado em slide, batera pesada e precisa, é um daqueles Hard que dá vontade de balançar a cabeça.

Faixa 12: Dying To Be Free - Mais uma levada roqueira contagiante se ouve nesta faixa, ficando bem claro a influência que PERRY possue em lendas como CHUCK BERRY E JYMMI REED, a esta altura elogiar as guitarras neste trabalho é chover no molhado pois elas brilham muito em todas as canções.

Faixa 13: Mercy - Este tema isntrumental fecha o disco com chave de ouro, com Riff animal que lembra muito o riff de Street Jesus do novo álbum do Aerosmith, aqui PERRY nos dá mais uma aula de tocar guitarra, com solos fantásticos de guitarra e slide.

JOE PERRY nos presenteu com um disco de Rock And Roll sensacional, simples, cru e direto com toques de Blues, Funk e Rockabilly, nos provando que o Aerosmith realmente sempre esteve muito bem servido de guitarrista. Ouvir um disco deste nível de qualidade artística faz os fãs e admiradores do Aerosmith se perguntarem o porque de BRAD WHITFORD, parceiro de PERRY no AEROSMITH nunca ter lançado um disco solo, bem enquanto isso não acontece, delicie-se com esta bolacha sensacional que tenho certeza que vai proporcionar a vocês momentos excelentes.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Joe Perry"Todas as matérias sobre "Aerosmith"


Sons Of Apollo: banda toca "Dream On" , do Aerosmith, com orquestra; assista

Oooops: Steven Tyler cai no palco durante show; assistaOooops
Steven Tyler cai no palco durante show; assista

Os anos do Heavy Metal: A decadência e a renovação do estiloAerosmith: o "bis secreto" dos shows da banda, segundo Steven Tyler

VH1: 100 melhores músicas de hard rock de todos os temposVH1
100 melhores músicas de hard rock de todos os tempos

Os roqueiros também amam: playlist para o Dia dos NamoradosOs roqueiros também amam
Playlist para o Dia dos Namorados

Antes da fama: Atores que apareceram em clipes do Korn, Offspring, Aerosmith e outrosAntes da fama
Atores que apareceram em clipes do Korn, Offspring, Aerosmith e outros


Paula Fernandes: aos 19 anos ela ia em shows de Black MetalPaula Fernandes
Aos 19 anos ela ia em shows de Black Metal

Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?Slash
Por que ele usa óculos escuros o tempo todo?

Di'Anno: Harris é como Hitler e o Maiden é entediante!Di'Anno
"Harris é como Hitler e o Maiden é entediante!"

Cantadas Headbanger: "Estou Priest a te dar um beijo!"Iron Maiden: como soa a voz de Bruce Dickinson isolada?Bandas Novas: 10 coisas que vocês jamais devem dizer no palcoMastodon: quando Brent Hinds correu pelado e cagou tudo no Ozzfest

Sobre Felipe da Silva Santos

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.