Imperium Infernale: voltando aos primórdios do black metal

Resenha - Primitivo - Imperium Infernale

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar Correções  

8


Finalmente chega ao mercado o primeiro disco do IMPERIUM INFERNALE, uma das bandas que mais vinham chamando a atenção no underground nacional nos últimos tempos. A banda já tem quase dez anos de estrada (foi formado em 2003, em São Paulo), tendo sido criada pelo vocalista Áscaris e seu parceiro na banda ETERNAL MALEDICTION, Augusto Lopes.

Em 2006, os caras soltaram a demo "Ordo AEon Caos", mas, como o ETERNAL MALEDICTION laçou seu debut no mesmo ano, o projeto acabou tendo que esperar. Mas em 2008, Áscaris retomou a banda, desta vez com o guitarrista Morbius e juntos começaram a compor material, lançando a demo "A.N.U.S", e agora chegam ao primeiro disco oficial. A banda atualmente ainda conta com o baixista Salles e o baterista Impaler.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O som dos caras é bem voltando aos primórdios do black metal, com influências claras das bandas norueguesas do início da década de 90, em especial de BURZUN, MAYHEM e DARKTHRONE, mas sem soar como cópia de qualquer uma dessas, trazendo características próprias bem definidas, com riffs diretos, cozinha precisa, e vocais muito bons.

Os arranjos são simples, mas bem construídos, primando pela musicalidade em detrimento da complexidade, o que faz da audição do material uma experiência bem prazerosa e instigante. Assim, não espere por modernidades ou inovações, mas sim por um black metal cru e tradicionalista, mas de muita qualidade.

publicidade

Se a abertura "A.N.U.S. (Against Nations Unable to See)" a banda apresenta uma levada mais cadenciada e com alguma influência de metal tradicional e thrash metal, já na sequência, com "Symbol of Victory", mostram todo seu poderio de fogo, com blast beats insanos, e um clima soturno brutal, no melhor estilo da já citada safra inicial de bandas de black metal.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Outras faixas também se destacam, como "Escolhido Imortal", com uma levada insana e muito peso; "Death in Honour", mais cadenciada e climática; e "Satan´s Child" e "The Sign of the Black Sun", as mais brutais, que remetem ao início da carreira do GORGOROTH,

Um disco que demonstra muito potencial, "Primitivo" deve ser ouvido por todos os apreciadores da música extrema de qualidade, podendo ser apontado como um dos grandes discos de black metal lançados no Brasil em 2012. Se você quiser sua cópia, corra, pois "Primitivo" foi lançado pelo selo paulista Soul Erazer, e tem edição limitada em 500 cópias.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Primitivo – Imperium Infernale
(2012 - Nacional)

A.N.U.S. (Against Nations Unable to See)
Symbol of Victory
Escolhido Imortal
Death in Honour
LXIX
Satan's Child
Invocare
Nossa Senhora dos Prazeres (instrumental)
Holy Whore
The Sign of the Black Sun

http://www.myspace.com/imperiuminfernale

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Outras resenhas de Primitivo - Imperium Infernale

Imperium Infernale: empunha a bandeira do Black Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Metalhead: as mulheres mais sexys do Heavy MetalMetalhead
As mulheres mais sexys do Heavy Metal

Kiss sobre Secos e Molhados: há quem acredite em OVNIsKiss sobre Secos e Molhados
"há quem acredite em OVNIs"


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Cli336 WhiFin Cli336 Cli336 CliIL Cli336