Kiss: Não tão leve, mas também não tão pesado.

Resenha - Rock and Roll Over - Kiss

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Lucas Caldeira
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Em 1976, o KISS lançava 'Rock and Roll Over', o quinto álbum de estúdio da banda que é considerado por muitos e para muitos um dos melhores de toda a carreira.
677 acessosEm 25/07/1980: Eric Carr subia ao palco pela primeira vez com o Kiss5000 acessosGuitarristas: os sete mais influentes de todos os tempos

Gravado em setembro de 1976 e lançado em 11 de novembro de 1976, 'Rock and Roll Over' não tinha como missão fácil suceder o clássico 'Destroyer', que se tornou um item obrigatório em toda prateleira de um apreciador de uma boa música. No entanto, a sonoridade de 'Rock and Roll Over' não era de tamanha igualdade e desfocou das músicas que acabam se tornando populares, como por exemplo: "Detroit Rock City", "Rock and Roll All Nite", "Beth" e por aí segue.

A capa do disco foi desenhada pelo artista Michel Doret, que também fez um trabalho no "Sonic Boom", lançado em 2009.

Pelas divergências na sonoridade, que não são tão agudas assim, o KISS mostra em seu quinto lançamento que a característica própria de sonoridade estava formada, mas que nos remete a essência presente nos primeiros lançamentos da banda devido à volta de Eddie Kramer na produção (que já havia trabalhado com o grupo em 'Alive1').

É interessante salientar que a gravação da bateria foi feita dentro de um banheiro do Star Theatre para assim "ter um som adequado", segundo Peter Criss.

Com vocais rasgados, o trabalho é aberto com "I Want You", liderada por Paul Stanley, que de "bate-pronto" nos apresenta um hard rock básico e curto que prossegue pelas outras 9 faixas do disco.Classificamos então em: aula de hard rock puro e bom. Não tão leve, mas também não tão pesado.

Pulando algumas faixas temos "Hard Luck Woman", escrita por Paul Stanley para ser produzida por Rod Stewart, que não deu a mínima na época. Visto que Rod não tinha gostado, Peter Criss fez questão de cantá-la e ver no que dava... e o resultado foi que a canção se tornou um dos maiores sucessos do álbum e também uma das maiores canções de sucesso do KISS.

A faixa "Take Me", possui quase o mesmo segmento de "I Want You" - uma verdadeira aula de Hard Rock, porém mais curta, e também não deixando de lado o foco, que era amor e sexo.

Falando de sexo, "Makin' Love" fecha o disco dando uma previsão do que a banda traria no próximo álbum: mais sexo.

Como foi citado mais de uma vez no texto, 'Rock And Roll Over', gravado no auge da carreira do KISS, é definitivamente uma aula de Hard Rock e um clássico; com letras que falam de sexo e amor. Forte candidato a melhor álbum do grupo. Quem curte boa música não pode deixar de ouvir.

Formação:

Gene Simmons: baixo, backing vocal e voz
Paul Stanley: guitarra rítmica, backing vocal e voz
Peter Criss: bateria, backing vocal e voz
Ace Frehley: guitarra solo

Track-list:

01. I Want You
02. Take Me
03. Calling Dr. Love
04. Ladies Room
05. Baby Driver
06. Love 'Em And Leave 'Em
07. Mr. Speed
08. See You in Your Dreams
09. Hard Luck Woman
10. Makin' Love

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Rock and Roll Over - Kiss

1404 acessosKiss: 40 anos de "Rock and Roll Over", a essência da banda5000 acessosTradução - Rock And Roll Over - Kiss

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Paul StanleyPaul Stanley
"Guitarristas não aprendem a fazer base"

677 acessosEm 25/07/1980: Eric Carr subia ao palco pela primeira vez com o Kiss416 acessosGene Simmons: Na capa da revista britânica Heavy Music Artwork563 acessosMarcos de Ros: Gene Simmons, o Capitalista Malvadão509 acessosAce Frehley: "Anomaly" ganha versão deluxe; ouça música inédita0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Kiss"

GuitarrasGuitarras
As mais icônicas do Rock - Parte 1

KissKiss
O que Gene Simmons faria se fosse presidente?

Cééééérebros...Cééééérebros...
E se os rockstars virassem zumbis?

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Kiss"

GuitarristasGuitarristas
Os sete mais influentes de todos os tempos

Donald TrumpDonald Trump
Os roqueiros que apoiam o presidente eleito

Keith RichardsKeith Richards
Colocando Justin Bieber em seu devido lugar

5000 acessosAs novas caras do metal: + 40 bandas que você deve conhecer5000 acessosVício: Phil Anselmo relata como é ser viciado em heroína5000 acessosJoão Gordo: Crente? Vai tomar no cu quem tá acreditando!5000 acessosBlack Sabbath: todos os instrumentos que Tony Iommi tocou nos discos5000 acessosLars Ulrich: O motivo pelo qual o Big Four tocou "Am I Evil"5000 acessosAC/DC - Perguntas e Respostas

Sobre Lucas Caldeira

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online