PullDown: EP mostra a banda ainda mais pesada

Resenha - Sybil - PullDown

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  


O PullDown nasceu na cidade gaúcha de Erechim em 2000 e, desde então, tem se mostrado bastante ativo em relação ao lançamento de registros, que vão desde demos, um disco completo e EPs, além de turnês para promover todo esse material. Com a tendência em soar cada vez mais pesado, a banda fez da capital paulista sua base e, com alguns ajustes em sua formação, agora está liberando o EP "Sybil".

O PullDown está bastante entrosado e com um estilo que, se não está definido, está em vias de chegar lá. Cantado na língua portuguesa, "Sybil" pode ser descrito como rock´n´roll amparado por muita distorção, e o resultado é áspero e oscila entre o alternativo e o metal propriamente dito, o que se verifica logo na abertura cheia de energia "Parecer" e "15noDrive", ambas nervosíssimas e disparado as duas melhores faixas do repertório.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ainda que a produção de Niper (voz e guitarra) no DaHouse Estúdio garanta a nitidez de cada instrumento, parte do público poderá ter algumas reservas quanto à escolha dos timbres das guitarras. De qualquer forma, "Sybil" mostra um PullDown com uma sonoridade abrangente e com potencial para atrair os interesses dos vários segmentos do público rock´n´roller. Os interessados podem acessar o site da banda e baixar todo o EP, vale a conferida!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Contatos:
http://www.pulldownrock.com.br

Formação:
Niper - voz e guitarra
Cassique - guitarra
Leonardo Mereu - baixo
Gabê Almeida - bateria

PullDown - Sybil
(2012 / EP independente – nacional)

01. Parecer
02. 15noDrive
03. Quem é Você
04. Abstrato
05. Fique Mais Um Pouco




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Cli336 Cli336