Zorak: pesado Power/Heavy Metal com influência do Thrash

Resenha - Falling Down - Zorak

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vicente Reckziegel
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


"Falling Down" é um daqueles discos difíceis de resenhar e extremamente fáceis de ouvir. Fácil e prazeroso, diga-se de passagem. Difícil, pois é praticamente impossível apontar um simples destaque em todo o disco, já que o Zorak conseguiu algo que poucos alcançam: um disco uniforme, onde todas as músicas são relevantes. E haja riffs de guitarra perfeitos, estes em profusão durante todo o CD, uma cozinha soando perfeita, pesada, os teclados mais contidos, mas que justamente por isso funcionam, dando um clima especial às músicas, e um vocal simplesmente surpreendente. Cris Ferreira tem uma voz que se encaixou perfeitamente a proposta da banda.
5000 acessosMTV: experts indicam as maiores bandas de Heavy Metal5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1990

Enfim, o que temos aqui é um pesado Power/Heavy Metal, com influências de Thrash, tudo soando com extrema honestidade. E a grande produção colabora com o sentimento de satisfação.
"Falling Down" é um disco conceitual, cujas letras relatam histórias de guerra e poder. Com relação às músicas em si, Falling Down é aquela tradicional faixa inicial "arrasa-quarteirão", que soa perfeita ao vivo, e Greed and Religion e Storm empolgam, até mesmo por não se prenderem a um estilo em especial, inclusive com alguns vocais mais fortes e guturais, mas sem perder a melodia. E essa combinação peso e melodia caminham o tempo todo juntos no disco, dando somente uma pequena pausa na tranquila e bela Like Me, clima que permanece na parte inicial de Chasing the Liberty, mas que logo mostra todo seu poder numa grande faixa Power com solos e tudo que se espera. Em Liquid Eyes temos a tradicional balada, mas essa, além de pesada, possui grandiosas melodias e um excelente vocal, sendo um dos pontos altos do disco, que encerra na longa e pesada Broken Mirror.

Vamos ver o que o futuro reserva ao Zorak, pois se mantiverem a qualidade nos registros seguintes, são grandes as possibilidades de termos um grande nome a nos representar, até mesmo no exterior.

Tracklist:

1. Running Away
2. Falling Down
3. Greed and Religion
4. Storm
5. Hopeless
6. Like Me
7. Chasing the Liberty
8. News
9. Liquid Eyes
10. Broken Mirror

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Zorak"

Melhores do metalMelhores do metal
Experts da MTV elegem Sabbath, Judas e Metallica

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1990

Guns N RosesGuns N' Roses
Axl Rose expulsa pessoa do show em Curitiba

5000 acessosPorn Metal: Filmes para inspirar os headbangers solitários5000 acessosUltimate Classic Rock: as 25 músicas mais tristes da história5000 acessosIron Maiden: versões pesadas para clássicos do Rock5000 acessosPink Floyd: Nick Mason compara saída de Waters à morte de Stalin5000 acessosDave Mustaine: detratores são cruéis, mas não burros5000 acessosCopa do Mundo: Mojo elege as 15 canções mais incríveis do Brasil

Sobre Vicente Reckziegel

Servidor público, escritor, mas principalmente um apaixonado pelo Rock e Metal há pelo menos duas décadas. Mantêm o Blog Witheverytearadream desde Dezembro de 2007. Natural e ainda morador de uma pequena cidade no interior do Rio Grande do Sul, chamada Estrela. Há muitos anos atrás tentou ser músico, mas notou que faltava algo simples: habilidade para tocar qualquer instrumento. Acredita na música feita no Brasil, e gosta de todos os gêneros, desde Rock clássico até Black Metal.

Mais matérias de Vicente Reckziegel no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online