Encéfalo: trabalho pode ser considerado "poderoso"

Resenha - Slave of Pain - Encéfalo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Pierre Cortes
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Formado em 2002, o ENCÉFALO é um grupo vindo do Ceará e que aposta em um Thrash Metal bastante vigoroso, forte, rápido e agressivo. Somente em 2008 lançaram "Destruction", a primeira demo, com um total de 5 faixas. Após isso o quarteto começou a se apresentar visando promover o trabalho. E exatos dez anos depois da formação, eles voltam com o primeiro full-length.
1448 acessosBelphegor: numa cerimônia dedicada ao mal pode dar tudo certo?5000 acessosTrues quase infartaram: Obituary mitou ao lado de Joelma e Chimbinha

Lançado de forma independente, "Slave of Pain" é um trabalho de estreia que pode ser classificado como poderoso. No primeiro momento, ao analisarmos a capa, já conseguimos sacar que o som é extremo, mas ao colocar o CD para rodar temos uma grande surpresa. As composições não somente são rápidas, mas encontramos também técnica e competência num álbum que possui 50 minutos de música brutal.

Não se restringem somente à fórmula do gênero. Encontramos pitadas de Death Metal na sonoridade praticada e, além disso, o que muito me chamou a atenção foram as variações de ritmo. E a cozinha instrumental é perfeitamente sintonizada: riffs bons, solos bem rápidos, batera intensa e forte e o baixão sempre audível. Já o vocal é repleto da fúria que o gênero exige.

Em diversos momentos, o som muito me lembrou do DESTRUCTION da época do "Infernal Overkill", mas sem se tornar uma cópia, até porque senti que há muita personalidade na banda. Confiram as seguintes faixas: " All The Hate In My Soul", com riffs iniciais bem soturnos, bateria veloz e solo muito rápido e competente; o início lento de "Reactions" quase engana, mas a porradaria começa segundos após; "My Own Way" apresenta variações de ritmo, inicia com uma bateria seca e em seu decorrer apresenta uma paradinha bem interessante e original.

Apenas o encarte poderia trazer mais informações sobre a banda e o álbum. Esse cuidado valorizaria ainda mais "Slave of Pain", mas obviamente esse é um detalhe que não tira o brilhantismo do grupo e da sonoridade em si. Álbum grandioso, potente e absolutamente recomendado aos apreciadores do Metal extremo feito com técnica e qualidade.

Banda: Encéfalo
País de Origem: Brasil
Título do álbum: Slave of Pain
Ano: 2012
Estilo: Thrash Metal
Gravadora: Independente

Line-up:

Álex Maramaldo – Vocal/Guitarra
Laílton Sousa – Guitarra
Auguto Filho – Baixo
Rodrigo Falconieri – Bateria

Faixas:

1. Intro
2. All The Hate In My Soul
3. Emptiness Brain
4. Reactions
5. Despair
6. Nightmare
7. Destrocter
8. My Own Way
9. Destruction
10. The Last Gate
11. Slave Of Pain

Sites:

http://www.myspace.com/bandaencefalo
https://www.facebook.com/encefaloband
http://twitter.com/bandaencefalo
http://www.youtube.com/bandaencefalo
http://metalmedia.com.br/encefalo/index.php
http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=40549798

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Slave of Pain - Encéfalo

331 acessosEncéfalo: Evitando a esterilidade de uma simples fórmula293 acessosEncéfalo: Metal tradicional, mas visceral e de qualidade544 acessosEncéfalo: Metal nordestino continua ecoando com toda força.

BelphegorBelphegor
Numa cerimônia dedicada ao mal pode dar tudo certo? Pode.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Encéfalo"

Melhores de 2012Melhores de 2012
As escolhas do redator Leonardo Daniel Tavares

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Encéfalo"

Trues quase infartaramTrues quase infartaram
Obituary mitou ao lado de Joelma e Chimbinha

FotosFotos
E se o Slash aparecer acenando no fundo?

Bon JoviBon Jovi
Jon está usando playback em shows ao vivo?

5000 acessosAerosmith: Tyler tem o maior "instrumento" do Rock?5000 acessosLed Zeppelin: Jason Bonham quase "afinou"5000 acessosFree: a paixão de Dave Murray por Paul Kossoff5000 acessosDiferenças entre bandas grandes e bandas de garagem5000 acessosOzzy Osbourne: foto do pastel favorito do Madman5000 acessosMeet and Greet: quanto custa se encontrar com os Rockstars?

Sobre Pierre Cortes

Pierre Cortes, paulistano, bacharelado em Publicidade e em Cinema, amante da fotografia e escrita, apreciador do Heavy Metal e todas as suas subdivisões desde o início dos anos 80, colaborador do Whiplash.Net desde 2011, Twitter - @pierrecortes.

Mais matérias de Pierre Cortes no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online