Thin Lizzy: Os 35 anos de "Bad Reputation"

Resenha - Bad Reputation - Thin Lizzy

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Van do Halen
Enviar Correções  


O momento que precedia Bad Reputation era de dois extremos. Apesar do grande sucesso obtido com os antecessores Jailbreak e Johnny The Fox, internamente a banda começava a viver seus momentos de crise. Nas gravações de Johnny The Fox, as tensões entre o guitarrista Brian Robertson e o frontman Phil Lynott começaram a existir.

Durante a turnê de divulgação do álbum, as coisas pioraram. Uma turnê nos Estados Unidos teve de ser desmarcada porque Robertson se envolveu em uma briga e lesionou as mãos, ficando impossibilitado de tocar. Lynott não gostou nada disso e o substituiu por Gary Moore, embarcando para outra turnê, desta vez com o Queen. Mas Moore decidiu não continuar e Robertson voltou a ser cogitado para o posto, só que com muita insegurança. O próprio guitarrista considerava a possibilidade de abandonar o barco em definitivo e começar uma nova banda.

publicidade

Enquanto o imbróglio não se resolvia, Bad Reputation era registrado contando apenas Scott Gorham nas guitarras. Brian Robertson participou da gravação de três faixas: "Opium Trail", "Killer Without A Cause" e "That Woman’s Gonna Break Your Heart". Sua participação, inicialmente, seria apenas como convidado, mas logo após as gravações, ele voltou à banda para fazer a turnê de divulgação, saindo em definitivo logo após.

publicidade

publicidade

"Soldier Of Fortune", música de abertura, talvez não tenha muita cara de primeira faixa por ser mais cadenciada. Mas é excelente. O baixo aparente, a bateria feijão-com-arroz, as guitarras bem trabalhadas, os vocais característicos e o clima irlandês dos solos estão presentes, como em toda boa e digna canção do Lizzy. Scott Gorham brilha durante os 5 minutos e 20 segundos de duração. A faixa-título chuta o balde na sequência. Mais veloz e com um refrão digno de arena, tornou-se facilmente um clássico do grupo.

publicidade

A incrível "Opium Trail" chega pretensiosa e não decepciona. Seu instrumental é absurdamente bem trabalhado e deixa claro o entrosamento do conjunto. "Southbound" retoma muito bem a cadência e o clima da faixa de abertura. Na sequência, o single "Dancing In The Moonlight (It’s Caught Me in Its Spotlight)", que fez bastante sucesso na Europa, apresenta uma veia bem Pop, mas sem perder a elegância. "Killer Without A Cause" é um Hard Rock dignamente setentista, com riffs poderosos e cozinha notável.

publicidade

publicidade

"Downtown Sundown" tem a mesma veia Pop do single do disco, mas com um clima mais baladesco. As guitarras ficam em primeiro plano e o ritmo é mais lento. Boa canção. "That Woman’s Gonna Break Your Heart" traz as guitarras novamente para o primeiro plano, mas ainda em um ritmo não muito rápido. Destaque para sua ótima letra. O fechamento fica por conta de "Dear Lord", música que preserva a característica mid-tempo das antecessores, mas conta com um diferencial, que é a vocalização mais emotiva de Lynott. O líder do Lizzy está inspirado aqui.

publicidade

Bad Reputation fecha, com chave de ouro e juntamente do ao vivo Live And Dangerous (1978), o trabalho da formação clássica do Thin Lizzy – mesmo não tendo tanta participação de Brian Robertson no full-length em questão. A partir daí, o posto deixado por Robertson passou por três donos em cinco anos e a banda passou a oscilar entre bons e maus momentos, até se findar em 1983. O Lizzy nunca teve o reconhecimento merecido enquanto Phil Lynott viveu, mas o fato de Bad Reputation ser lembrado 35 anos após seu lançamento mostra que, mesmo tardiamente, justiça foi feita.

Phil Lynott (vocal, baixo, gaita)
Scott Gorham (guitarra)
Brian Downey (bateria)

Músicos adicionais:
Brian Robertson (teclados, guitarra em 3, 6 e 8)
Mary Hopkin-Visconti (backing vocals em 9)
John Helliwell (saxofone, clarinete)

01. Soldier Of Fortune
02. Bad Reputation
03. Opium Trail
04. Southbound
05. Dancing In The Moonlight
06. Killer Without A Cause
07. Downtown Sundown
08. That Woman’s Gonna Break Your Heart
09. Dear Lord

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Thin Lizzy: Unboxing da excelente box-set Rock Legends

Thin Lizzy: Inédita de 1980 do futuro box da banda é publicada em audio streamThin Lizzy
Inédita de 1980 do futuro box da banda é publicada em "audio stream"

Thin Lizzy: box-set traz 74 faixas inéditas da bandaThin Lizzy
Box-set traz 74 faixas inéditas da banda

Em 20/08/1949: nascia o genial e inesquecível Phil Lynott

Thin Lizzy: lançado o trailer de documentário que fala sobre Phil LynottThin Lizzy
Lançado o trailer de documentário que fala sobre Phil Lynott


Oh, não!: clássicos que foram estragados pelo tempoOh, não!
Clássicos que foram "estragados" pelo tempo

Metallica: quando Kirk Hammett ouviu o Wah Wah pela primeira vezMetallica
Quando Kirk Hammett ouviu o Wah Wah pela primeira vez


Max Cavalera: Não dou a mínima para o que pensa o pessoal do Korn ou qualquer outro!Max Cavalera
"Não dou a mínima para o que pensa o pessoal do Korn ou qualquer outro!"

Avril Lavigne: Aprenda com Rihanna como fazer um meet & greetAvril Lavigne
Aprenda com Rihanna como fazer um meet & greet


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin