Kiko Loureiro: Curso natural de uma evolução em seus discos

Resenha - Sounds of innocence - Kiko Loureiro

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Écio Souza Diniz, Fonte: Pólvora Zine
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O guitarrista KIKO LOUREIRO, além ser altamente conhecido nacional e mundialmente pelos seus grandes feitos no ANGRA, nos demonstra através desde terceiro trabalho, que sua carreira solo tem sido bem frutífera, seguindo o curso natural de uma evolução que já pode ser notada em "Fullblast" (2009).

3241 acessosNando Moura: a trolagem do Megadeth e o Top 5 do Kiko Loureiro5000 acessosUltimate Classic Rock: as 25 músicas mais tristes da história

A banda aqui ainda é completada por grandes músicos como seu companheiro Felipe Andreoli (ANGRA) no baixo, Virgil Donati (ex-PLANET X, DEREK SHERINIAN). Após uma breve abertura com a mpb de 'Awakening prelude', a rápida e complexa 'Gray stone gateway' vem arrastando tudo, e logo de cara, já impressiona e dá uma premissa do que esperar do restante do trabalho, ou seja, qualidade indiscutível. Uma apoteose é característica de 'Conflicted' A trinca que mais se destaca no álbum é formada por 'El Guajiro', na qual temos um som suingado, com elementos de música brasileira e latina, 'Ray of life', que tem algo mais funkeado e 'The hymn', bem técnica e com solos muito bem mesclados a um andamento mais progressivo. Em 'Mãe d'água' destaca-se novamente o brasileirismo também colocado na musicalidade que KIKO desenvolve, e esta música seria uma trilha sonora legal para um treino de capoeira. O fechamento do CD é feito com chave de ouro pela atmosfera altamente emotiva de 'A perfect rhyme', com uma linda base de piano. Vale muito a pena conferir "Sounds of innocence', pois nem de longe é apenas mais um trabalho de guitarrista virtuose.

Faixas:
1-Awakening prelude
2-Gray stone gateway
3-Conflicted
4-Reflective
5-El Guajiro
6-Ray of life
7-The hymn
8-Mãe d'água
9-Twisted horizon
10-A perfect rhyme

http://www.kikoloureiro.com.br/

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Sounds of innocence - Kiko Loureiro

4746 acessosKiko Loureiro: muito além das seis cordas5000 acessosKiko Loureiro: Sem precisar provar mais nada para ninguém


AngraAngra
O peso de substituir Kiko Loureiro

3241 acessosNando Moura: a trolagem do Megadeth e o Top 5 do Kiko Loureiro3572 acessosAngra: "É o melhor baixista com quem eu já trabalhei, um MONSTRO!"5000 acessosKiko Loureiro: "minha resposta para o Nando Moura"4401 acessosNando Moura: Kiko Loureiro, Megadeth e bondade0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Angra"

Andre MatosAndre Matos
Covers de Iron e Manowar com Dreadnox e Tribuzy em 95

AngraAngra
Encontro de amigos no Rock In Rio 2015

Melhores de 2014Melhores de 2014
As escolhas do redator Samuel Coutinho

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Kiko Loureiro"0 acessosTodas as matérias sobre "Angra"


Classic RockClassic Rock
As 25 músicas mais tristes da história

FutebolFutebol
Conheça os times do coração de alguns rockstars

Motley CrueMotley Crue
Como a banda aperfeiçoou a arte de beber e se drogar

5000 acessosBateristas: os trinta mais ricos do mundo5000 acessosVoz: 10 músicos que cantam tão bem quanto os vocalistas de suas bandas (Parte I)5000 acessosPaixão nacional: o futebol e os roqueiros britânicos5000 acessosPearl Jam: fama fazia Vedder se esconder na lavanderia5000 acessosDuane Allman: o auge do Derek And The Dominos5000 acessosMetallica: Kirk Hammett admite que a banda pensou em demitir Lars Ulrich

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.


Sobre Écio Souza Diniz

Graduado em Ciências Biológicas e pesquisador na área de Ecologia e Evolução vegetal, sempre foi aficionado por leituras sobre o mundo do Rock/Metal. Além do metal, tem como paixões filmes de terror e épicos. Já participou como vocalista de várias bandas de Death/Grind, mas como nenhuma vingou se encontrou melhor em redigir matérias, fundando há alguns anos atrás o Pólvora Zine. Colabora também com vários sites especializados e com a revista Roadie Crew. Suas bandas preferidas são Iron Maiden, Black Sabbath, Dio, Dorsal Atlântica, Candlemass e Sarcófago.

Mais matérias de Écio Souza Diniz no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online