Slayer: Mais maduros e menos infantis

Resenha - Hell Awaits - Slayer

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

9


E a Shinigami Records traz mais um relançamento de peso, outro fruto da parceria com a Metal Blade. Desta vez, "Hell Awaits" do monstro do Thrash Metal norte-americano Slayer, sucessor do clássico "Show No Mercy".

Segundo álbum oficial da banda, "Hell Awaits" mostra Tom Araya (vocal/baixo), Kerry King/Jeff Hanneman (guitarras) e Dave Lombardo (bateria) mais maduros e menos infantis, digamos assim, em suas letras. A técnica da banda também se mostra mais apurada, porém a pegada não é a mesma do primeiro álbum (algo natural, já que se foi a euforia do primeiro disco), mas o feeling é o mesmo, aliás, isso dura até os dias atuais.

publicidade

Logo de cara, na abertura com a faixa título, algo peculiar em termos de Slayer. A longa Hell Awaits (mais de 6 minutos, o que se repete em mais duas outras composições) abre o disco seguindo passos de Black Magic (do álbum "Show No Mercy") com uma introdução feita para abrir shows e com o baixo de Araya muito mais impositivo que antes. De resto, desde os riffs e solos até a bateria do 'mestre' Lombardo, tudo seguindo à risca.

publicidade

Kill Again dá sequência ao pega e At Dawn They Sleep é uma das composições que primam por caracterizar os riffs da banda. Outro grande destaque, sem dúvidas, é Necrophiliac. Além de furiosa e brutal, a faixa é uma das mais influentes no mundo do Death Metal, pois diversas bandas tiraram covers dela, inclua aí o Fleshcraw e Benediction, sem contar as inúmeras bandas do estilo batizada com este nome.

publicidade

"Hell Awaits" é mais um marco histórico na carreira do Slayer e só não se sobressaiu melhor na discografia do grupo porque sucedeu um clássico e antecedeu outro – o unânime "Reign Blood" (1986) - ficando como mediador. A versão da Shinigami Records é resmaterizada e vem com um encarte com fotos e informações extras. Corra atrás do seu!

http://www.slayer.net/us/home

publicidade


Outras resenhas de Hell Awaits - Slayer

Slayer: em 1985, o puro creme da desgraça e da destruiçãoSlayer
Em 1985, o puro creme da desgraça e da destruição

Slayer: É desnecessário falar da importância de Hell Awaits

Slayer: Em 1985, idéias e muita raiva a ser exteriorizada


WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin