Slayer: Em 1985, idéias e muita raiva a ser exteriorizada

Resenha - Hell Awaits - Slayer

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Mantendo a iniciativa em resgatar obras incontestáveis do Heavy Metal mundial, a Shinigami Records está agora liberando a versão remasterizada de “Hell Awaits”, o segundo álbum do Slayer lançado originalmente no distante ano de 1985. E muita coisa mudou para a banda norte-americana desde que o antecessor “Show No Mercy” se tornou o disco mais vendido pela gravadora Metal Blade Records, dois anos antes...
1755 acessosSlayer & Yoko Ono: e não é que funciona?5000 acessosDeath Metal: as 10 melhores (ou piores?) capas do estilo

Após a excelente repercussão de “Show No Mercy”, o Slayer contou com o apoio financeiro por parte do produtor Brian Slagel, que recrutou vários técnicos experientes para proporcionar um áudio mais elaborado ao novo trabalho. Musicalmente, se o disco anterior oferecia uma proposta agressiva, mas ainda repleta de referências explícitas da escola britânica (em especial Judas Priest e Iron Maiden), o conceito de “Hell Awaits” era fruto do amadurecimento natural de músicos com grandes idéias e muita raiva a ser exteriorizada.

Os próprios guitarristas Kerry King e Jeff Hanneman admitiram a influência de Mercyful Fate, o que se comprova pelo fato de as canções estarem mais longas, complexas e com várias mudanças repentinas de andamento. Mas estas características não minimizavam a sensação de que tudo estava mais ameaçador, distorcido e veloz, com Tom Araya agora a emitir verdadeiros gritos em prol dos temas de teor satânico e tortura física. Ou seja, era o Thrash Metal se cristalizando com mais força na existência do Slayer.

Podemos considerar “Hell Awaits” como uma semente que germinara com força, mas não o suficiente para mostrar todo o potencial de seus criadores. Uma necessária fase de transição que antecederia o ápice, com faixas como “Kill Again” e “At Dawn They Sleep" sendo de grande impacto – e cada leitor encontrará suas outras preferidas, certo? – mas onde somente a própria faixa-título permaneceu incólume no tracklist das apresentações do Slayer desde então.

De qualquer forma, o poder de permanência de “Hell Awaits” resistiu tranquilamente ao longo das décadas, tornando-se ponto de referência absoluto para muitas bandas ao redor do planeta, em especial as posicionadas na esfera do Heavy Metal extremo. E, mesmo com toda sua intensidade, o Slayer ainda teria muito a oferecer com seu mais famoso álbum que chegaria em 1986 sob o título “Reign In Blood”. Mas essa é história para ser contada no futuro...

Contato:
http://www.slayer.net
http://www.myspace.com/slayer

Formação:
Tom Araya - voz e baixo
Jeff Hanneman - guitarra
Kerry King - guitarra
Dave Lombardo - bateria

Slayer – Hell Awaits (remasterizado)
(1985 / Metal Blade Records – 2012 / Shinigami Records – nacional)

01. Hell Awaits
02. Kill Again
03. At Dawn They Sleep
04. Praise Of Death
05. Necrophiliac
06. Crypts Of Eternity
07. Hardening Of The Arteries

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Hell Awaits - Slayer

3909 acessosSlayer: Mais maduros e menos infantis3129 acessosSlayer: É desnecessário falar da importância de Hell Awaits

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 02 de julho de 2012

Kerry KingKerry King
Guitarrista revela qual a sua música favorita do Metallica

1755 acessosSlayer & Yoko Ono: e não é que funciona?862 acessosDuplas de guitarristas: Loudwire elenca suas dez melhores934 acessosBody Count: divulgado videoclipe de covers do Slayer774 acessosBody Count: veja o vídeo para "Raining Blood", do Slayer0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Slayer"

Kerry KingKerry King
Guitarrista revela qual a sua música favorita do Metallica

SlayerSlayer
Kerry King conta quando a banda vai acabar

MetalMetal
Dez álbuns provam que 1986 foi o ano do Thrash

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Slayer"

Death MetalDeath Metal
As 10 melhores (ou piores?) capas do estilo

Edu FalaschiEdu Falaschi
Os dez vocalistas brasileiros preferidos dele

AngraAngra
Ouça algumas versões bizarras de músicas da banda

5000 acessosLars Ulrich: jucando no camarim do Guns N' Roses5000 acessosEm 16/01/1993: o Nirvana fazia um show catastrófico no Brasil5000 acessosMetallica: as 10 melhores músicas segundo a Loudwire5000 acessosSoulfly: em vídeo, arrasando em "Roots Bloody Roots" ao vivo5000 acessosCiência: Rock torna as pessoas racistas, diz estudo5000 acessosScott Ian: guitarrista finalmente explica o fim do SOD

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online