Matérias Mais Lidas

imagemO clássico da Legião inspirado em novela da TV Globo e acusado de plagiar The Doors

imagemO clássico dos Paralamas que Gilberto Gil escreveu a letra e ditou pelo telefone

imagemVídeo mostra o Guns N' Roses novamente tocando "Back in Black" do AC/DC

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1988 é um ano inesquecível

imagemPor motivo de saúde, Tracii Guns faz show inteiro do L.A.Guns dentro do banheiro

imagemEdu Falaschi e as versões de "Bleeding Heart" que "dá uma tristezinha" de ouvir

imagemComo o clássico "Angel Dust" fez o guitarrista Jim Martin sair do Faith No More

imagemSupla explica por que fala sempre misturando português com inglês

imagemO álbum do Kiss que infelizmente é ignorado pela banda, segundo Andreas Kisser

imagemRock in Rio 1991, Maracanã lotado, e o Guns N' Roses ameaçou não subir ao palco...

imagemTico relembra trauma que o fez entrar na Fazenda e briga bizarra com Sérgio Mallandro

imagemA forma como John Paul Jones do Led Zeppelin influenciou o baixo do Pearl Jam

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1991 é um ano tão celebrado

imagemA incrível história do hit "Se Eu Não Te Amasse Tanto Assim", de Herbert Vianna

imagemSteve Vai se junta ao Whitesnake para tocar "Still Of The Night" no Hellfest; veja vídeo


In-Edit

Judas Priest: "Painkiller", marcando os anos noventa

Resenha - Painkiller - Judas Priest

Por Rodrigo Noé de Souza
Em 08/06/12

Nota: 10

O Judas Priest vinha em uma sequência de álbuns clássicos e turnês gigantescas. Desde seu primeiro disco, Rocka Rolla (1974), a banda formada por Rob Halford (v), Glenn Tipton (g), K.K. Downing (g) e Ian Hill (bx) totalizaram 11 discos, 2 ao vivo e uma constante troca de bateristas. Foi só lançar British steel (1980) e efetivar Dave Holland nas baquetas que os sacerdotes do Metal invadiram a década mais metálica da história.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Após o fraco Ram It Down (1988), Dave saiu por motivos pessoais, e quando todos achavam que o Judas iria descansar, eis que a banda recrutou Scott Travis (ex-Racer-X) para gravar seu mais precioso magnum opus: PAINKILLER.

Remetendo aos tempos de Sad Wings Of Destiny (1975), a banda convidou o produtor Chris Tsangarides (Anvil, Thin Lizzy, Helloween, King Diamond, Angra, Gary moore, Tygers Of Pan Tang), que produziu aquele álbum, para resgatar a magia e o peso que tanto faltava.

Mesmo com a ascensão do Thrash Metal em decadência, a explosão do Hard Rock americano e o nascimento do grunge da década de 90, nada fizeram o Judas parar. A faixa-título introduz um tiro de bazuca, com direito a blast-beats, rifferama afiada e um agudo de fazer quebrar vidraças.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E pra quem acham que o disco se resume a uma só música, saibam que a atmosfera se faz presente em mais nove torpedos, como Hell Patrol, All Guns Blazing, Leather Rebel, Metal Meltdown (solos de chorar), Night Crawler, Between The Hammer & the Anvil, A Touch of Evil (com a coautoria do produtor Chris), Battle Hymn e One Shot At Glory.

Com esse lançamento, ninguém bateu de frente com os sacerdotes. Até mesmo os brasileiros conferiram sua primeira apresentação, no Rock In Rio 2, ao lado de Sepultura, Megadeth, Queensryche, Guns 'N Roses. Painkiller foi consagrado com a posição 26 da Billboard.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Tudo era festa e muito Metal, mas uma bomba acabou com o sonho: Rob Halford saiu para se dedicar ao Fight. Mesmo assim, os anos 90 foram marcantes, graças ao Painkiller.

Tracklist:

1-Painkiller
2-Hell Patrol
3-All Guns blazing
4-Leather Rebel
5-Metal Meltdown
6-Night Crawler
7-Between The Hammer & The Anvil
8-A Touch Of Evil
9-Battle Hymn (instrumental)
10-One Shot At Glory


Outras resenhas de Painkiller - Judas Priest

imagemResenha - Painkiller - Judas Priest

Resenha - Painkiller - Judas Priest

Resenha - Painkiller - Judas Priest

Resenha - Painkiller - Judas Priest

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Judas Priest: 10 composições que merecem mais atenção, pela Ultimate Guitar



Exodus: "Rick Rubin é uma verdadeira fraude", diz Gary Holt


Sobre Rodrigo Noé de Souza

Nasci em 1984. Esse ano não é só o início de uma nova democracia, mas também é o ano em que vários discos foram lançados, como Powerslave (IRON MAIDEN), Stay Hungry (TWISTED SISTER), W.A.S.P., Don't Break The Oath (Mercyful Fate), Slide It In (WHITESNAKE), 1984 (VAN HALEN), The Last In Line (DIO) e, o meu favorito de todos, Ride the Lightning (METALLICA). Sou um aficcionado por Metal, desde AC/DC e ZZ Top, até Anaal Nathrakh e Krisiun.

Mais matérias de Rodrigo Noé de Souza.