Trauma: Afinal, o que tem na água desses Poloneses?

Resenha - Archetype Of Chaos - Trauma

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Pedro Humangous
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Afinal, o que tem na água desses Poloneses? Já não bastavam os montros do Vader e Behemoth, e agora me aparece essa banda chamada TRAUMA! Conhecidos na década de 80 pelo nome de Thanatos, a banda foi evoluindo seu som até que em 1992 resolveram mudar o nome para o atual.
5000 acessosThe Voice Kids: até Brian May ficou impressionado com brasileiro5000 acessosHetfield: egos, Mustaine, Load e homossexualidade no Metallica

De lá pra cá o Trauma vem angariando cada vez mais adeptos a esse som brutal, misturando o Death Metal clássico com várias influências melódicas e toques de música oriental.

Após uma descartável e chatinha introdução, vem a primeira faixa do álbum, "Cortex Deformation". Um verdadeiro soco na boca do estômago! Entrada de bateria bem cadenciada seguida do baixo e da guitarra, criando um clima apocaliptico para o que está por vir! O instrumental me lembrou muito algo de Arch Enemy e os vocais lembram o Krisiun mais atual.

A banda inteira tem talento de sobra, mas quem se destaca nesse CD é o baterista Arkadiusz "Maly" Sinica, o cara é bruto e não alivia um segundo sequer! O álbum segue mantendo o mesmo padrão de qualidade, técnica e bom gosto! Riffs marcantes em cada música, ótimos solos (poderiam ter mais) e o ritmo mais cadenciado, característico deles.

Como grande apreciador das artes das capas, vale mencionar que a capa de "Archetype Of Chaos" é maravilhosa! Destaque? Dificil, todas as músicas estão num nível muito próximo e agradam bastante, mas se tivesse que escolher, recomendo as faixas "The Slime" e "A Dying World". Ao pesquisar mais sobre a banda na internet notei reações diversas, muitas pessoas adorando e muitas falando mal. Eu me amarrei, e você?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 05 de junho de 2012

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Trauma"

The Voice KidsThe Voice Kids
Até Brian May ficou impressionado com brasileiro

MetallicaMetallica
Hetfield fala sobre Dave Mustaine, Load e homossexualidade

Iron MaidenIron Maiden
Uma releitura de "The Trooper" pelo Cine

5000 acessosGuns N' Roses - Perguntas e Respostas5000 acessosSlipknot: Joey Jordison diz que foi demitido por telegrama cantado5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 19825000 acessosManowar: o dia em que a banda arregou pro Twisted Sister2619 acessosPink Floyd: David Gilmour e a inspiração para "Louder Than Words"4844 acessosSmashing Pumpkins: Corgan critica vídeos "pornô" das estrelas pop

Sobre Pedro Humangous

Pedro Humangous, 28 anos, publicitário headbanger. Dono e editor chefe da revista Hell Divine. Santista apaixonado por música e uma boa cerveja. Atualmente reside em Brasília e não poupa esforços para fazer o metal se fortalecer no país. Já colaborou com as revistas portuguesas Versus e Horns Up, além da coluna “Rolo Compressor” na rádio Nucleo Base. Colecionador de CD´s, DVD´s, Livros e Action Figures, concentra suas forças no metal extremo, sem deixar de lado os demais estilos. Fanático por Opeth, Iron Maiden, Trivium, Kreator, Dream Theater, Baroness, Suicide Silence, entre tantas outras. Siga: @PedroHumangous

Mais matérias de Pedro Humangous no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online