High On Fire: Composições secas mas cheias de vitalidade

Resenha - De Vermis Mysteriis - High On Fire

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Marcos Garcia
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Um estilo bem duro na queda é aquele que chamamos de Doom/Stoner, porque apesar de uma sumida da mídia vez por outra, nos porões do underground, o estilo permanece em constante efervescência, trazendo boas surpresas à luz vez por outra, e uma das célebres desconhecidas do grande público, apesar de sua experiência, é o trio HIGH ON FIRE de Oakland, Califórnia, que chega até nós com seu novo CD, ‘De Vermis Mysteriis’, que acaba de sair pela Century Media Records.
5000 acessosMTV: experts indicam as maiores bandas de Heavy Metal5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1990

A música do trio não é lá muito complexa, já que a banda aposta em composições secas e diretas, mas cheias de vitalidade e agressivas, e que são bem estruturadas, com vocais fortes, riffs numa escola ‘iommiana’, solos competentes, e cozinha rítmica forte e precisa, que apesar de não primar pela técnica, faz um trabalho digno de nota.

A produção visual não é lá muito complexa, mas eficiente e etérea, ou seja, pode ter muitas interpretações, e a sonora, feita pelo guitarrista do CONVERGE, Kurt Ballou, nos God City Studios , em Salém, é bem intensa e crua, fugindo da total limpeza vista nos dias de hoje, bem gordurosa e com um clima de pubs na década de 70, especialmente remetendo aos primeiros discos do BLACK SABBATH.

Quando começamos a ouvir o disquinho em si, a sujeira ‘sabbathica’ se faz presente, sejam em composições mais fortes e vigorosas como ‘Serums of Liao’, que abre o disco e se inicia com uma intro de bateria bem firme, para logo virar um pandemônio de guitarras pesadas, vocais fortes e rascantes, e bem suja; a rápida e crua ‘Fertile King’, e ‘Spiritual Rights’; mas também existem momentos mais cadenciados e densos como ‘Madness of na Archtect’, onde a os riffs de guitarra mais aparentam saírem de um instrumento afinado pelo próprio ‘God’ Iommi; a bela e melodiosa instrumental ‘Samsara’, onde o baixo se destaca bastante, deixando claro que não está ali apenas como zagueiro rítmico; e na longa, azeda e tenebrosa como um funeral ‘King of Days’, onde a voz forte e rascante de Matt Pike se destaca bastante em meio ao andamento soturno da canção, bem como o solo é algo de muito bom. E para quem gosta de faixas bônus, as versões europeias do CD e LP virão com quatro faixas: as ao vivo ‘Eyes and Teeth’, ‘Comet Down Hessian’ e ‘Blood of Zion’, mais a inédita ‘Speak in Tongues’.

Um bom CD, vale a ouvida e o investimento, especialmente se você for um fanático pelo estilo.

De Vermis Mysteriis – High On Fire
(2012 – Century Media – Importado)

01. Serums of Liao
02. Bloody Knuckles
03. Fertile Green
04. Madness of an Architect
05. Samsara
06. Spiritual Rights
07. King of Days
08. De Vermis Mysteriis
09. Romulus and Remus
10. Warhorn

Formação:
Matt Pike – Guitarras e Vocais
Jeff Matz – Baixo
Des Kensel – Bateria

Contatos:
http://www.highonfire.net
http://www.facebook.com/highonfire
http://www.myspace.com/highonfireslays

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "High on Fire"

Stoner DoomStoner Doom
10 Bandas para conhecer o estilo

Ô GlóriaÔ Glória
Comprou CD do Venom e ganhou mensagem de salvação

Heavy MetalHeavy Metal
As melhores faixas de 2012 segundo o Loudwire

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "High on Fire"

Melhores do metalMelhores do metal
Experts da MTV elegem Sabbath, Judas e Metallica

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1990

Guns N RosesGuns N' Roses
Axl Rose expulsa pessoa do show em Curitiba

5000 acessosEsquire: Integrantes do Metallica fingem ser do Led Zeppelin5000 acessosRock: 25 fotos pra fazer você continuar acreditando na música5000 acessosAerosmith: curiosidades sobre a voz de Steven Tyler5000 acessosSlash: Falando sobre seus filmes preferidos5000 acessosMotorhead: a opinião de Lemmy sobre Viagra, Hendrix e velhice5000 acessosMetallica e Pink Floyd: entre os preferidos da bandidagem

Sobre Marcos Garcia

Marcos Garcia é Mestrando em Geofísica na área de Clima Espacial, Bacharel e Licenciado em Física, professor, escritor e apreciador de todas as subdivisões de Metal, tendo sempre carinho pelas bandas mais jovens e desconhecidas do público, e acredita no Underground como forma de cultura e educação alternativas. Ainda possui seu próprio blog, o Metal Samsara, e encara a vida pela máxima de Buda "esqueça o passado, não pense no futuro, concentre-se apenas no presente".

Mais matérias de Marcos Garcia no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online