RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas


Summer Breeze 2024

Slippery: Ótima estreia deste quinteto de Hard Glam

Resenha - First Blow - Slippery

Por Marcos Garcia
Postado em 17 de abril de 2012

Nota: 10

Fazer Hard Rock Glam na atualidade é algo digno de louvor, já que o estilo, apesar de estar crescendo mais uma vez em todo mundo, ainda está longe do brilho glorioso de sua época mais áurea, ou seja, a década de 80, quando discos maravilhosos surgiam aos montes, mas que no Brasil era eclipsado pelo radicalismo extremista da época. E o estilo foi sufocado pelo crescimento midiático do Rock Alternativo e suas tendências nos E.U.A. na década de 90, menos técnicos (musicalmente falando) e de ideologia mais soturna, o que se refletiu muito no Brasil. Foram tempos duros mesmo para os gigantes do estilo, e que agora, passado todo o modismo das bandas de Seattle, o estilo refloresce e dá mostras de que irá mais uma vez estar no topo, e o Brasil se mostra antenado com isso, já que muitas bandas ótimas estão surgindo com trabalhos ótimos, e mais um para se juntar ao time é, sem sombra de dúvidas, o SLIPPERY, quinteto de Hard Glam, e que nos chega com seu primeiro CD, com o alusivo título de ‘First Blow’.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 1

O som dos rapazes é um hardão bem feito com jeitão de anos 80, sem soar datado, e com extrema elegância, peso e melodia em doses homeopáticas equilibradas, e com muitas nuances de AOR que abrilhantam sua música, com guitarras faiscantes, baixo que não se prende apenas a marcar, bateria segura e variada, e vocais para lá de muito bons.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 2

A apresentação do CD é muito boa, digna de menção, pois apesar de aparentar simplicidade, é justamente aí que está seu ponto mais forte, pois é bonita, eficiente e que não torna a visualização de nada difícil, sem contar que a capa ganha o coração de qualquer um. Musicalmente, a produção, feita pela própria banda em conjunto com Átila Ardanuy (que cuidou também da mixagem e masterização) é muito boa, brilhante e limpa na medida certa, sem deixar de ser pesada e agressiva.

Quando o CD começa a rolar, temos um trabalho nivelado por cima, bem homogêneo, onde podemos destacar ‘Follow your Dreams’, essa bem AOR e com aquele climão bem alto astral, com grandes vocalizações e backing vocals muito bem postados, e refrão cativante; a grudenta ‘Slippery’, onde as guitarras dão um autêntico show, especialmente no duelo de solos e por este refrão que entra na cabeça e não sai mais; ‘Two Young Hearts’, mais um hardão forte, mas este um pouco mais comportado que as anteriores, aquele típico som que leva os fãs à loucura, abrilhantado ainda mais pela participação do tecladista convidado Marcelo Diniz (que participa também em ‘No Time to Sorrow’); ‘Another Chance’, uma bela semi-balada muito bem feita e com destaque para os vocais de Fabiano Drudi; a pesada ‘No Time to Sorrow’, onde as guitarras mais uma vez roubam a cena, já que Dragão e Kiko Shred têm uma forte veia ‘Frehleyana’ bem evidente, ou seja, seus riffs são pegajosos e solos, cativantes; ‘Run for Reaction’, outro hard não tão rápido assim, mas contagia bastante e onde a cozinha baixo-bateria de Érico Moraes e Rod Rodriguez mostra que não estão apenas para marcação de ritmo, bem como em ‘The First Blow’, uma autêntica pancada seca em uma faixa muito grudenta, com o baixo tendo momentos ‘harrisianos’ e guitarras muito pesadas o tempo todo, e que solos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 3

‘What I Need’, uma linda balada que mostra a versatilidade da voz de Drudi, bem como desce muito bem o tempero dado pelos teclados de Leandro Cipola (outro convidado, que participa também em ‘Sons of Freedom’, ‘Out of the Light’, e em ‘Night of the Demon’); e a ótima versão para ‘Night of the Demon’, da banda inglesa DEMON, que ficou muito personalizada e casou bem com a sonoridade do grupo.

Um ótimo CD de estreia, com muito gás, que leva qualquer fã ao delírio a cantar com extrema facilidade, pois é muito viciante, e precisa estar em qualquer boa coleção, pois vai ficar rodando direto na função repeat de seu CD.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 4

First Blow – Slippery
(2012 – Independente – Nacional)

Tracklist:

01. Follow Your Dreams
02. Slippery
03. Two Young Hearts
04. Another Chance
05. No Time to Sorrow
06. Run for Reaction
07. The First Blow
08. Sons of Freedom (Wild at Heart)
09. Out of the Light
10. What I Need
11. Night of the Demon

Formação:

Fabiano Drudi – Vocais
Dragão – Guitarras
Kiko Shred – Guitarras
Erico Moraes – Baixo
Rod Rodriguez – Bateria

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 5

Outras resenhas de First Blow - Slippery

Slippery: Hard Rock com pitadas de Heavy Metal

Slippery: Seguindo o caminho já trilhado de forma diferente

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Stratosphere Project: O eco estrondoso da Via-Láctea fundindo-se nas dimensões ocultas

Perc3ption: A arte em situações extremas

"Here Comes The Rain", último registro do Magnum com Tony Clarkin, é mais um bom registro

Resenha - Nebro - Vesperaseth

Sepultura: Em plena forma e com mais um disco brilhante

Deep Purple: Who Do We Think We Are é um álbum injustiçado?

Deep Purple: Stormbringer é um álbum injustiçado?

Megadeth: recuperando a fúria que faltava


publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | Andre Facchini Medeiros | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Jesus Leitão Souza | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Roberto Andrey C. dos Santos | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Marcos Garcia

Marcos Garcia é Mestrando em Geofísica na área de Clima Espacial, Bacharel e Licenciado em Física, professor, escritor e apreciador de todas as subdivisões de Metal, tendo sempre carinho pelas bandas mais jovens e desconhecidas do público, e acredita no Underground como forma de cultura e educação alternativas. Ainda possui seu próprio blog, o Metal Samsara, e encara a vida pela máxima de Buda "esqueça o passado, não pense no futuro, concentre-se apenas no presente".
Mais matérias de Marcos Garcia.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS