RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemRoger Waters se defende, mas David Gilmour fica do lado da esposa e confirma tudo

imagemEm 1974, Raul Seixas explicava detalhes dos significados por trás da letra de "Gita"

imagemRodinha de mosh gigantesca em show do System of a Down viraliza e impressiona

imagemQuem ganhou e quem devia ter ganhado o Grammy de metal desde 1989, segundo Loudwire

imagemVeja o que esperar da turnê do Mayhem no Brasil

imagemJimmy Page diz não haver gênio no rock - mas um gênio fez ele se contradizer

imagemMegadeth é processado por artista que criou capa do último disco da banda

imagemAs 20 melhores músicas do Nightwish, em lista da Metal Hammer

imagemA reação de King Diamond ao ouvir Metallica tocando músicas do Mercyful Fate

imagemRússia pede para que Roger Waters fale com a ONU sobre a situação da Ucrânia

imagemA opinião de Humberto Gessinger sobre movimentos separatistas da região Sul do Brasil

imagemQuando Roberto Carlos foi alfinetado por Raul Seixas, mas o Rei gostou do que ouviu

imagemBruce Dickinson explica como cuida de sua voz

imagemIron Maiden está atrás de George Michael e Cyndi Lauper em votação do Rock Hall Of Fame

imagemO ponto fraco de Yngwie Malmsteen segundo Ronnie James Dio, em 1985


Def Leppard Motley Crue 2

Adrenaline Mob: Mais direto que as bandas que os projetaram

Resenha - Omertá - Adrenaline Mob

Por Junior Frascá
Postado em 09 de março de 2012

Nota: 9

Quando Mike Portnoy, que acabara de sair do DREAM THEATER, anunciou que formaria uma nova banda com o excelente vocalista Russell Allen, do SYMPHONY X, os fãs de metal progressivo começaram a criar expectativas estratosféricas acerca desse novo projeto. Mas com o passar do tempo, e com algumas músicas divulgadas no EP autointitulado, foi perceptível que os músicos buscaram outros caminhos musicais com o ADRENALINE MOB.

Ambos, junto com o virtuoso guitarrista Mike Orlando, formam o trio de ferro da banda, que investe num heavy metal pesado, repleto de groove e bem mais direto que as bandas que projetaram os músicos em questão. Não deixaram a técnica completamente de lado, mas criaram um estilo mais direto e agressivo de composições, que deverá surpreender alguns fãs, como se fosse uma mistura entre PANTERA e MOTORHEAD, mas com mais elementos melódicos.

E os caras se mostram muito entrosados nesse lançamento, com Mike Orlando e Portnoy fazendo uma parte instrumental fantástica que, embora técnica, deixa os exibicionismos de lado em prol da musicalidade, e nos brindam com momentos muito marcantes. Mas o grande destaque do disco é mesmo Russel Allen: como canta esse cara! Neste trabalho, ele prova mais uma vez o porque é considerado um dos melhores vocalistas da nova geração do metal, aliando momentos mais rasgados e agressivos com outros mais emotivos e limpos com maestria. Sem dúvida um dos melhores momentos de sua carreira.

A já conhecida "Undaunted" já abre o disco quebrando tudo, com riffs (beirando ao thrash metal) e solos espetaculares, uma cozinha eletrizante, com Portnoy mostrando que mesmo mais contido, continua genial, e linhas vocais agressivas de fazer cair o queixo. Além dessa, temos ainda "Psychosane" (bem pesada e com guitarras cheias de groove), "Hit the Wall" e "Down the Floor" que já constavam do EP anteriormente lançado.

Das canções até então inéditas, destacam-se "Indifferent", que mescla peso e passagens mais melódicas e melancólicas de forma precisa, e tem um refrão muito cativante; "Feelin Me", com uma levada que muito legal, com alguns elementos de stoner metal, e que conta com um show a parta de Allen; e "Freight Train", uma das mais pesadas, que encerra o trabalho com chave de ouro. Além destas, há ainda um cover bem interessante para "Come Undone" do DURAN DURAN, com vocais bem diversificados, e belos arranjos.

A qualidade de gravação também é excelente, pois embora moderna, deixou o som bem na cara, e cru na medida certa. Além disso, a arte gráfica também é belíssima, e atrai até os mais desavisados, com sua temática "mafiosa" (inclusive, "Omertá" é o nome de um juramento da máfia italiana).

"Omertá", portanto, é um grande registro, de uma grande banda, que tem tudo para se consolidar no mundo metálico, e alcançar fãs dos mais diversos estilos da música pesada. Aproveite que o disco sairá em breve pela Hellion Records no mercado nacional, e não deixe de adquirir o seu.

Omertá – Adrenaline Mob
(2012 – Hellion Records - Nacional)

Track List:

1. Undaunted
2. Psychosane
3. Indifferent
4. All On the Line
5. Hit the Wall
6. Feelin Me
7. Come Undone (Duran Duran cover)
8. Believe Me
9. Down to the Floor
10. Angel Sky
11. Freight Train


Outras resenhas de Omertá - Adrenaline Mob

Resenha - Omertá - Adrenaline Mob

Resenha - Omertá - Adrenaline Mob

Resenha - Omertá - Adrenaline Mob

Resenha - Omertá - Adrenaline Mob

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Mike Portnoy e Vinny Appice: assista duelo de bateria

Wikimetal: Os melhores álbuns da última década

Portnoy: "Não precisa de uma calculadora para se divertir"


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.
Mais matérias de Junior Frascá.