Steelwing: A NWOBHM ainda tem algo a oferecer?

Resenha - Zone of Alienation - Steelwing

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar Correções  

8


Para você, meu amigo leitor, que vive reclamando de que não temos mais boas bandas de metal tradicional que revivem os bons tempos do NWOBHM, eis aqui a prova viva de que o estilo ainda tem muito a nos oferecer! Este "Zone of Alienation" é apenas o segundo disco destes suecos, que estão na estrada há pouco tempo (desde 2009) mas mostram grande maturidade e muito potencial.

Como dito, os caras investem numa sonoridade bem clássica, na linha de bandas como ACCEPT, IRON MAIDEN e SAXON, ou seja, mesclando elementos de heavy metal tradicional oitentista com algo de hard rock, lembrando bastante o trabalho dos australianos do PEGAZUS, outra grande banda que retornou recentemente.

publicidade

O som da banda é capitaneado por guitarras eletrizantes, com belos riffs e solos, uma cozinha pouco técnica mas precisa, e um vocalista muito bom. Alias, Riley é o grande destaque do trabalho, com agudos muito potentes e transmitindo muita agressividade em suas interpretações, lembrando, inclusive, o antigo vocalista do PEGAZUS e atual EYEFEAR, Danny Cecati.

publicidade

E, como dito, tudo aqui é bem retro, tanto as canções, como a capa do trabalho e o estilo da gravação. Ou seja, não há novidade alguma, muito pelo contrário, mas é um disco muito bem feito e bem agradável de se ouvir, então não há razões para ficarmos com preconceitos, não é mesmo?

Porradas grudentas como "Solar Wind Riders", "Full Speed Ahead!" (a melhor do trabalho) e "Takkotai (Wind of Fury)" (com Riley em sua melhor forma) devem agradar em cheio aos fãs do NWOBHM, com levadas rápidas e muita energia. Já "Brethless" é mais voltada para o Hard Rock, lembrando bastante SAXON na fase do disco "Solid Ball of Rock". Além destas, destacam-se ainda a faixa título, que lembra algo do saudoso STEEL PROPHECY, e "The Running Man", a mais agressiva do disco, com Riley "berrando" a exaustão, inclusive com alguns excessos, mas nada que comprometa.

publicidade

Enfim, estamos diante de um disco altamente recomendado para todos aqueles que vivenciaram e curtem a cena do heavy metal tradicional dos anos 80, principalmente do NWOBHM, e não procuram por novidade.

Zone of Alienation - Steelwing
(2012 – NoiseArt Records – Importado)

Formação

Riley - Vocals, Keyboards, Guitars (additional), Vocals (backing)
Robby Rockbag - Guitars, Vocals (backing)
Alex Vega - Guitars, Vocals (Backing)
Nic Savage - Bass
Oskar Åstedt - Drums

publicidade

Track List:

1. 2097 A.D.
2. Solar Wind Riders
3. Full Speed Ahead!
4. Breathless
5. Tokkotai (Wind of Fury)
6. Zone of Alienation
7. The Running Man
8. They Came from the Skies
9. Lunacy Rising


Outras resenhas de Zone of Alienation - Steelwing

Steelwing: Heavy Metal tradicional com ótima performance




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


NWOTHM: 10 bandas novas legais para você conhecerNWOTHM
10 bandas novas legais para você conhecer

As Novas Caras do Metal: especial 20 novas bandas de metal tradicionalAs Novas Caras do Metal
Especial 20 novas bandas de metal tradicional


Cults: 10 álbuns influentes que fracassaram nas vendasCults
10 álbuns influentes que fracassaram nas vendas

Fotos: confira 10 das mais curiosas no mundo do Rock - Parte 1Fotos
Confira 10 das mais curiosas no mundo do Rock - Parte 1


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin