Lamb of God: Extremamente pesado e consistente

Resenha - Resolution - Lamb of God

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ricardo Seelig
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


No final dos anos noventa e início da década de 2000, um novo grupo de bandas norte-americanas de heavy metal revigorou o gênero nos Estados Unidos, lançando álbuns consistentes que influenciaram grupos de todo o mundo. O principal fruto da chamada New Wave of American Metal foi o metalcore, hoje inserido no DNA da música pesada. Entre as bandas da NWOAM, as principais sempre foram o Trivium e o Lamb of God. O grupo de Matt Heafy voltou com tudo em 2011 com o consistente "In Waves", e agora é a vez do Lamb of God mandar ótimas notícias para os seus fãs.
1428 acessosKing Diamond: show no Liberation foi como ele me contou que seria5000 acessosLars Ulrich: jucando no camarim do Guns N' Roses

Sétimo disco do quinteto formado por Randy Blythe (vocal), Willie Adler (guitarra), Mark Morton (guitarra), John Campbell (baixo) e Chris Adler (bateria), "Resolution" apaga a má impressão deixada pelo último álbum, o apenas mediano "Wrath" (2009). No novo trabalho, a banda afasta-se de forma definitiva do metalcore e flerta de maneira explícita com o thrash e com o death metal.

Riffs agressivos, solos com muita melodia e um groove constante são onipresentes, além de doses generosas de peso e violência. Há uma inegável influência do Pantera pairando sobre a maioria das composições, além de um tempero sulista bastante sutil em algumas passagens.

O primeiro single, a ótima “Ghost Walking”, é uma espécie de southern thrash. “The Undertow” aposta na velocidade em dos melhores momentos do play. “Guilty” traz Dimebag Darrell de volta, enquanto “Insurrection” mostra que a banda anda ouvindo muito death metal melódico, principalmente Amon Amarth. Uma das maiores surpresas do disco é a sua faixa de encerramento, “King Me”, onde a banda revisita o clima de "… And Justice for All", com direito a vocais femininos e a participação de um orquestra.

Extremamente pesado e consistente, Resolution é um dos melhores trabalhos do Lamb of God, e mostra o porque de a banda ser um dos principais nomes do heavy metal norte-americano há mais de uma década.

Recomendadíssimo!

Faixas:
Straight for the Sun
Desolution
Ghost Walking
Guilty
The Undertow
The Number Six
Barbarosa
Invictus
Cheated
Insurrection
Terminally Unique
To the End
Visitation
King Me

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Resolution - Lamb of God

3284 acessosLamb Of God: Abandonando de vez o Metalcore2322 acessosLamb Of God: Definitivamente consolidada na cena Metal1340 acessosLamb of God: Para começar o ano de 2012 "batendo cabeça"3310 acessosLamb Of God: Brutalidade em novo álbum chega a impressionar

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

King DiamondKing Diamond
Show no Liberation foi exatamente como ele me contou que seria

589 acessosLiberation Fest: Confira passagem das bandas Carcass e Lamb of God1371 acessosLiberation: confira como foi o festival pelos olhos de um músico332 acessosEmbers, do Lamb of God: Reflexões íntimas de muitas destruições394 acessosLamb of God: Randy Blythe convoca fãs para shows em SP e RJ0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Lamb Of God"

SlipknotSlipknot
"O mosh se transformou em uma forma de bullying"

Metal SucksMetal Sucks
Os 522 melhores álbuns de metal do século 21

Horns UpHorns Up
O ódio ao Mainstream. Por que os fãs torcem o nariz?

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Lamb Of God"

Lars UlrichLars Ulrich
Vomitando no camarim do Guns N' Roses

NirvanaNirvana
Lendário show no Hollywood Rock completa 20 anos

MetallicaMetallica
As 10 melhores músicas segundo a Loudwire

5000 acessosNuno Bettencourt: Rihanna canta muito, mas ele não quer mais tocar com ela5000 acessosSteve Vai: as 10 melhores faixas de guitarra na opinião dele5000 acessosHard Rock: as 25 melhores músicas acústicas do gênero5000 acessosDeath Metal: o preconceito em matéria sobre carros usados5000 acessosOzzy Osbourne: cruz feita com restos do World Trade Center5000 acessosLemmy: "Nada para se envergonhar, e muito para se orgulhar"

Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online