Split Thrash: Disgrace and Terror e Inferno Nuclear

Resenha - Terror Nuclear - Disgrace and Terror e Inferno Nuclear

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Durr Campos
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Quem não se limita ao eixo Sudeste/Sul do país e acompanha o underground há algum tempo sabe da importância do paraenses do Disgrace and Terror e Inferno Nuclear. Para situar, em 2009 o Disgrace and Terror completou oito anos de existência e saiu para comemorar na estrada, em uma mítica turnê batizada de "Nordeste of Violence". Pouco antes disso acontecer fora lançado um álbum split com a banda Inferno Nuclear, sobre o qual irei abordar neste texto.
5000 acessosAnos 90: bandas de hard rock e metal que decepcionaram os fãs5000 acessosLegião Urbana: Eduardo e Mônica, uma análise psico-neurótica

Chamado "Terror Nuclear", a bolachinha só viu a luz do dia através da parceria entre os selos Distro Rock e Freemind. Ao todo são doze faixas, sendo quatro delas inéditas do Disgrace and Terror. Ambas possuem o thrash metal old school correndo nas veias, sendo impossível não lembrarmos de nomes como Sodom, Slayer, Nuclear Assault e Dark Angel.

Sem dúvidas o Disgrace and Terror se saiu melhor, tanto na qualidade sonora quanto no poder de fogo de suas composições. Convido qualquer um a não se deixar levar pela apaixonante “Legado do Mal”. O mesmo digo da explosiva “Gas Chamber”. Agora, deixar de citar as desgraçadas “União Underground”, “Falsos Profetas”, “Alienação” e “Tortura”, todas do Inferno Nuclear, seria uma baita injustiça.

Iniciativa louvável dos selos citados mais acima. Que mais splits como este venham parar em minhas mãos!

Disgrace and Terror e Inferno Nuclear - Terror Nuclear
Distro Rock/Free Mind – 2010 - Nacional

Tracklisting

Disgrace and Terror

01. Gas Chamber
02. Slaves of Hate
03. Legado do Mal
04. Bommerman

Inferno Nuclear

05.Insanidade
06. União Underground
07. Falsos Profetas
08. Evitamos a Vida Provocamos a Morte
09. Alienação
10. Nuclear Command
11. Quebrando o Canto
12. Tortura

Line-up

Disgrace and Terror

Rot: Vocal
Danilo: Guitarra
Sergio Machado: Guitarra
Romulo Machado: Baixo
Aldyr: Bateria

Inferno Nuclear

Wellington: Vocal
Higor: Guitarra
Anderson: Baixo
Caio: Bateria

Links relacionados

http://www.myspace.com/disgraceandterror
http://www.myspace.com/infernonuclearthrash

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Disgrace And Terror"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Disgrace And Terror"0 acessosTodas as matérias sobre "Inferno Nuclear"

Anos 90Anos 90
Bandas de hard e metal que decepcionaram

Eduardo e MônicaEduardo e Mônica
Uma análise do maior sucesso da Legião Urbana

Whiplash.NetWhiplash.Net
O site publica matérias pagas ou protege quem anuncia?

5000 acessosSeparadas no nascimento: Pitty e Amy Winehouse5000 acessosEmo: gênero que todos amam odiar sem conhecer absolutamente nada5000 acessosMax Cavalera: Explicando à Billboard o que houve com seus dentes5000 acessosDream Theater e Guns N' Roses: 30 anos, uma no auge, já a outra...5000 acessosMötley Crüe: "Ninguém consegue tocar como eu", diz Mick Mars4245 acessosHeadbang: 10 formas de bater cabeça (para iniciantes)

Sobre Durr Campos

Graduado em Jornalismo, o autor já atuou em diversos segmentos de sua área, mas a paixão pela música que tanto ama sempre falou mais alto e lá foi ele se aventurar pela Europa, onde reside atualmente e possui família. Lendo seus diversos artigos, reviews e traduções publicados aqui no site, pode-se ter uma ideia do leque de estilos que fazem sua cabeça. Como costuma dizer, não vê problema algum em colocar para tocar Napalm Death, seguido de algo do New Order ou Depeche Mode, daí viajar com Deep Purple, bailar com Journey, dar um tapa na Bay Area e finalizar o dia com alguma coisa do ABBA ou Impetigo.

Mais matérias de Durr Campos no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online