Matérias Mais Lidas

imagemRock in Rio: Pitty alfineta a produção do festival ao revelar qual seria sua exigência

imagemAnitta é a maior roqueira que existe hoje no Brasil, diz integrante do Titãs

imagemSérgio Moro elege banda clássica de Rock como sua favorita

imagemBruce Dickinson revela qual é sua música preferida do Iron Maiden

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemTommy Lee postou uma foto com o "Dr. Feelgood" de fora

imagemNova Fã que descobriu Metallica por Stranger Things quer cancelar banda e reúne provas

imagemLemmy, Filho e Espírito Santo: Gary Holt tem certeza que ele era três ao mesmo tempo

imagemRock in Rio libera ingressos extras e novamente dia do metal é único que não esgota

imagemA reação de Jimi Hendrix ao assistir King Crimson ao vivo

imagemO hit da Legião que Renato Russo compôs para Cássia Eller e traz coincidência trágica

imagemJoão Gordo se reencontra com o amigo Iggor Cavalera; "Agora falta zerar com o vovô"

imagemSe não fosse o Queen, Max Cavalera provavelmente não existiria

imagemLutador Wanderlei Silva curte noite curitibana com Angra e Sons of Apollo

imagemNergal diz que vocalista do Arch Enemy é mais corajosa do que muito metaleiro homem


Stamp

Split Thrash: Disgrace and Terror e Inferno Nuclear

Resenha - Terror Nuclear - Disgrace and Terror e Inferno Nuclear

Por Durr Campos
Em 15/01/12

Nota: 9

Quem não se limita ao eixo Sudeste/Sul do país e acompanha o underground há algum tempo sabe da importância do paraenses do Disgrace and Terror e Inferno Nuclear. Para situar, em 2009 o Disgrace and Terror completou oito anos de existência e saiu para comemorar na estrada, em uma mítica turnê batizada de "Nordeste of Violence". Pouco antes disso acontecer fora lançado um álbum split com a banda Inferno Nuclear, sobre o qual irei abordar neste texto.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Chamado "Terror Nuclear", a bolachinha só viu a luz do dia através da parceria entre os selos Distro Rock e Freemind. Ao todo são doze faixas, sendo quatro delas inéditas do Disgrace and Terror. Ambas possuem o thrash metal old school correndo nas veias, sendo impossível não lembrarmos de nomes como Sodom, Slayer, Nuclear Assault e Dark Angel.

Sem dúvidas o Disgrace and Terror se saiu melhor, tanto na qualidade sonora quanto no poder de fogo de suas composições. Convido qualquer um a não se deixar levar pela apaixonante "Legado do Mal". O mesmo digo da explosiva "Gas Chamber". Agora, deixar de citar as desgraçadas "União Underground", "Falsos Profetas", "Alienação" e "Tortura", todas do Inferno Nuclear, seria uma baita injustiça.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Iniciativa louvável dos selos citados mais acima. Que mais splits como este venham parar em minhas mãos!

Disgrace and Terror e Inferno Nuclear - Terror Nuclear
Distro Rock/Free Mind – 2010 - Nacional

Tracklisting

Disgrace and Terror

01. Gas Chamber
02. Slaves of Hate
03. Legado do Mal
04. Bommerman

Inferno Nuclear

05.Insanidade
06. União Underground
07. Falsos Profetas
08. Evitamos a Vida Provocamos a Morte
09. Alienação
10. Nuclear Command
11. Quebrando o Canto
12. Tortura

Line-up

Disgrace and Terror

Rot: Vocal
Danilo: Guitarra
Sergio Machado: Guitarra
Romulo Machado: Baixo
Aldyr: Bateria

Inferno Nuclear

Wellington: Vocal
Higor: Guitarra
Anderson: Baixo
Caio: Bateria

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Links relacionados

http://www.myspace.com/disgraceandterror
http://www.myspace.com/infernonuclearthrash

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Fotos de Infância: Gene Simmons, do Kiss

Marilyn Manson: ele removeu costelas para praticar autofelação?


Sobre Durr Campos

Graduado em Jornalismo, o autor já atuou em diversos segmentos de sua área, mas a paixão pela música que tanto ama sempre falou mais alto e lá foi ele se aventurar pela Europa, onde reside atualmente e possui família. Lendo seus diversos artigos, reviews e traduções publicados aqui no site, pode-se ter uma ideia do leque de estilos que fazem sua cabeça. Como costuma dizer, não vê problema algum em colocar para tocar Napalm Death, seguido de algo do New Order ou Depeche Mode, daí viajar com Deep Purple, bailar com Journey, dar um tapa na Bay Area e finalizar o dia com alguma coisa do ABBA ou Impetigo.

Mais matérias de Durr Campos.