Harmony Fault: Quase meia hora de horror e nojeiras

Resenha - Rotting Flesh Good Meal - Harmony Fault

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Christiano K.O.D.A., Fonte: Som Extremo
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Era uma calorosa tarde de dezembro. Repousava em meus aposentos quando, após o toque da campainha, levantei-me, como um zumbi, para atender a porta. O correio me trazia essa deliciosa maldição. Portanto, o fato de eu parecer um morto-vivo era um sinal de que viria esse material. Só pode ser essa a explicação.
5000 acessosMemoráveis como a música: os 25 melhores logos de bandas5000 acessosGuns e Sabbath: semelhança entre Zero the Hero e Paradise City

E ao invés de retornar ao sono dos (in)justos, um impulso inexplicável me fez colocar o disco no aparelho de som rapidamente. Era um dos melhores retornos ao goregrind dos primórdios que já tive o privilégio de escutar, e com um detalhe: é uma banda brasileira!!!! Orgulho é pouco!

O trio soltou uma pérola decomposta por dezenove músicas em quase meia hora de horror e nojeiras. As canções são simples, mas extremamente cativantes. Tão cativantes, que é praticamente impossível ouvir esse disco no volume baixo, ainda mais com riffs tão marcantes, como é o caso da faixa-título, ou de “Lust Garden”. Além dessas, outras bastante empolgantes são a própria introdução – “Paura” - e “Screaming Headshot”, com uma levada inicial muito boa! E todas regadas àqueles irresistíveis vocais cheios de efeitos que caracterizam as raízes do estilo.

E sobram homenagens para todos os lados em “Rotting Flesh Good Meal”. Para mestres do cinema underground, como Dario Argento, nossos Petter Baiestorf e Zé do Caixão, passando pelo genial Edgar Allan Poe e também pela atriz de filmes adultos Jenna Jameson. Estes são só alguns dos nomes. E dizem que esses tipos musicais não agregam nada... tem coisa mais cultural do que literatura e cinema???

Aliás, elementos da cultura local do grupo (são gaúchos) também estão presentes nesse registro. É o caso de “Tirível” ou “Rua do Arvoredo (O Açougue Humano Canibal)”, que virou livro (que eu li e recomendo). Só por curiosidade: a história é sobre um açougueiro que, no século XIX, matava pessoas e após desmembrá-las, fazia linguiça com sua carne, para serem posteriormente deglutidas pelos humanos. Ao que consta, é um episódio real.

Curiosamente, o encarte conta apenas com comentários sobre cada faixa, ao invés das letras em si. Mas não tem problema, os textos são divertidíssimos! E a arte do material também é bem feitinha, bem típica dos temas gore. Dêem uma checada na foto da parte transparente da caixinha, onde se encaixa o disco.

A banda havia participado do problemático 4 way split “Sociopathological Society” (ler resenha em http://somextremo.blogspot.com/2011/05/4-way-split-cd-harmony-fault-liquified.html), cuja produção havia deixado a desejar. Entretanto, nesse full length de estréia, nem parece o mesmo grupo! Como uma boa gravação faz diferença! E o cuidado em deixar tudo bem sujo, pesado e equilibrado também chama muito a atenção. O baixo, por exemplo, apresenta uma distorção extraordinária!

Esse é o primeirão, o debut, é verdade, mas a qualidade do material é tanta que é possível afirmar sem medo: a Harmony Fault já é uma das melhores representantes do goregrind clássico nacional. Se alguém duvida, trata de arrumar uma cópia do CD urgente para confirmar o que aqui foi dito. Fãs de Impetigo e afins, isso é para vocês!

Harmony Fault - Rotting Flesh Good Meal
Rotten Foetus/Cauterized Productions/Violent Records – 2011 – Brasil
http://www.myspace.com/harmonyfault
harmonyfault@gmail.com

Tracklist
1.Paura
2.Rotting Flesh Good Meal
3.Os Dentes de Berenice
4.Screaming Headshot
5.Enforcamento
6.Cock Cola
7.Grindabilly
8.Blerghhh!!!
9.City of the Living Dead
10.Stupid Dog
11.Lust Garden
12.Zé do Caixão
13.Tirível
14.Guts Full of Shit
15.Rua do Arvoredo (O Açougue Humano Canibal)
16.Jenna
17.Nekromantik (Love for the Living and Dead)
18.Incinerate the Bones
19.Minúsculos Seres que Devoram tua Podre Carne

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Harmony Fault"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Harmony Fault"

Bandas de rockBandas de rock
O logo pode ser tão memorável quanto o maior hit

Guns e SabbathGuns e Sabbath
Semelhanças entre faixas clássicas das bandas

Collectors RoomCollectors Room
Uma das mais invejáveis coleções de metal do Brasil

5000 acessosKiss: vídeo com Gene Simmons em cena de sexo?5000 acessosA importância da revista Playboy na vida de alguns rockstars5000 acessosDiscórdia: alguns dos maiores insultos entre artistas5000 acessosLed Zeppelin: as misteriosas viagens à Índia2506 acessosChristiane F.: dezenove anos, gravada e produzida5000 acessosPearl Jam: Loudwire escolhe as dez melhores músicas

Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online