Theocracy: Power Metal Melódico com temática religiosa

Resenha - As the World Bleeds - Theocracy

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Três anos após o lançamento do excelente "The Mirror of Souls" (2008) os americanos do THEOCRACY voltam aos holofotes no final de 2011 com mais um grande registro, "As the World Bleeds", dando mostras de que vem com tudo para figurar definitivamente entre o rol das grandes bandas de power metal da atualidade, inclusive com uma extensa tour como headliners se iniciando no velho continente.

Andre Matos: Theocracy faz homenagem ao vocalista no ProgPower USA; assistaSeparados no nascimento: Andre Matos e Steve Perry

A banda, que atualmente conta com o líder Matt Smith (vocal), Val Allen Wood e Jonathan Hinds (guitarras), Jared Oldham (baixo) e Shawn Benson (bateria) mais uma vez seguem como base o power metal melódico, mas sem se limitar a apenas esse estilo, pois é possível encontrar elementos progressivos e de música folk em sua música, e também até algo de thrash metal em alguns riffs mais sujos e agressivos. Os temas religiosos voltados ao cristianismo continuam presentes nas letras da banda, o que pode não agradar todos, mas não vejo demérito algum neste aspecto, tendo em vista a qualidade do material musical que nos é apresentado.

Alias, desculpem o trocadilho, mas o grande diferencial que pesa em favor da banda é a inclusão de muito peso nas composições, principalmente no trabalho primoroso dos guitarristas Val e Jonathan, digno de nota. Outro grande destaque são os vocais do líder Matt Smith, que tem evoluído muito com o passar do tempo, variando entre partes mais emocionais e outras mais agudas com grande competência (apesar de ainda lembrar bastante Michele Luppi, ex-Vision Divine), auxiliado sempre por excelentes incursões de coros que transmitem muitos sentimentos positivos.

Aliado a tudo isso destaca-se também a primorosa produção do disco, a cargo de Emil Westerdahl e Matt, sendo a mixagem e masterização realizada por Mikka Jussila, deixando o som excelente, principalmente as guitarras muito bem timbradas e equalizadas, evidenciando o peso, e as vozes, que foram deixadas em destaque, na medida certa.

Logo na primeira canção do trabalho, "I Am", podemos constatar todas as qualidades do registro, numa viagem épica de 11 minutos com diversas variações de andamento, instrumental técnico e variado, coros maravilhosos e melodias marcantes, numa música belíssima.

E o disco segue sempre em alto nível, e mesmo nas canções mais clichês, como "The Master Storytaller", "Hide in Fairytale" e "Altar to the Unknown God", além da bela semi-balada "The Gift of Music"(com um final pesadíssimo), consegue ser bem acima da média do estilo. Mas há ainda outros momentos em que a banda se mostra inspiradíssima, como na já citada "I Am"; na pesada "Nailed", que mesmo com riffs agressivos consegue ser melódica na medida certa, e possui um refrão maravilhoso; "Drown", cadenciada e cheia de groove e passagens épicas interessantes; e a faixa título, que também é repleta de mudanças de andamentos e passagens instrumentais intrincadas, e ótimas linhas vocais.

Enfim, é um disco que embora não transborde originalidade e, a princípio, não supere seu antecessor, consegue dar um respiro ao metal melódico, mostrando que, mesmo em um estilo tão saturado, com criatividade e qualidade é possível lançar um grande registro. E se você aprecia o estilo, fica a dica: deixe os preconceitos de lado (tanto em relação ao power metal melódico como em relação a temática religiosa abordada pela banda) e desfrute desta bela obra.

Mirror of Souls - Theocracy (2011 - Ulterium Records - Importado)

Track listing:

01. I AM
02. The Master Storyteller
03. Nailed
04. Hide in the Fairytale
05. The Gift of Music
06. 30 Pieces of Silver
07. Drown
08. Altar to the Unknown God
09. Light of the World
10. As the World Bleeds

Site Oficial:
http://www.theocracymusic.com/


Outras resenhas de As the World Bleeds - Theocracy

Theocracy: Aquém de seu álbum anterior




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Theocracy"


Andre Matos: Theocracy faz homenagem ao vocalista no ProgPower USA; assistaAndre Matos
Theocracy faz homenagem ao vocalista no ProgPower USA; assista

Power Metal: 10 álbuns essenciais segundo About.comPower Metal
10 álbuns essenciais segundo About.com


Separados no nascimento: Andre Matos e Steve PerrySeparados no nascimento
Andre Matos e Steve Perry

Megadeth: Magia negra arruinou minha vida, diz MustaineMegadeth
"Magia negra arruinou minha vida", diz Mustaine

Fama: 5 bandas que são grandes no exterior e nem tanto no BrasilFama
5 bandas que são grandes no exterior e nem tanto no Brasil

Lita Ford: cantora admite suruba com Bon Jovi e Richie SamboraLita Ford
Cantora admite suruba com Bon Jovi e Richie Sambora

Nicko McBrain: pedal duplo é pra caras como Aquiles PriesterNicko McBrain
Pedal duplo é pra caras como Aquiles Priester

Kirk Hammett: Bonded By Blood é tão bom quanto Kill'Em AllKirk Hammett
"Bonded By Blood é tão bom quanto Kill'Em All"

Ramones: 23 coisas que aconteceram depois que a banda acabouRamones
23 coisas que aconteceram depois que a banda acabou


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336