Nahtaivel: Música eletrônica recheada de peso e agressão

Resenha - Midnight Sessions - Nahtaivel

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

8


Aos poucos, Fernando Nahtaivel está conquistando seu espaço como músico atuante na região sul e em um nicho bastante específico aqui no Brasil. Ainda que parte de sua personalidade possua tendências black metal, bem representada pelo Insane Devotion e o disco "Slaves Will Serve" (05), o paranaense vem investindo muito de sua energia no NAHTAIVEL, voltado ao industrial e EBM – ou seja, música eletrônica, mas recheada de peso e agressividade.

Enquanto artista, Nahtaivel sempre demonstrou interesse em elaborar trabalhos que se distinguissem entre si e, assim, depois da respeitável estreia que foi "Killer Speaks" em 2008, eis que a insanidade continua sendo dissecada em "Midnight Sessions", com distribuição nacional via Hellion Records e europeia pela Nova Media. Além das conhecidas características dark-electro e industrial, agora se acrescentaram seções rítmicas bem mais quebradas, influência direta de nomes como Prodigy e Chemical Brothers.

publicidade

Se esse segundo álbum não é de uma agressão tão incisiva quanto seu antecessor, ele consegue proporcionar uma diversidade muito maior, em especial pelo conceito adotado: cada uma das canções tem sua letra inspirada por um filme diferente, o que resultou em variadas atmosferas melódicas e frequentemente macabras – vide a delirante "The Storm Is Coming" (tem até um final realmente psicodélico!) ou a perturbadoramente lenta "The Wheel Of Vengeance", que ganhou um vídeo promocional.

publicidade

O projeto gráfico teve Marko Jakobi (Iron Saviour, Dragonforce) como idealizador e a produção também deu um enorme salto de qualidade, inclusive com a masterização ocorrendo no HiFi Mastering Online (Houston, Texas). Como resultado final, "Midnight Sessions" é uma evolução coerente na carreira de Nahtaivel e item muito recomendado a quem possua atração por música eletrônica dançante, gótica, industrial, EBM, darkwave, ethereal, tudo devidamente permeado por com vocais distorcidos.

publicidade

Contato:
http://www.nahtaivel.com
http://www.myspace.com/nahtaivel93

Nahtaivel - Midnight Sessions
(2011 / Wave Records – nacional)

01. Illogical Life
02. The Storm Is Coming
03. He Was A Quiet Man
04. Audition
05. The Conquistador Of The Useless
06. The Wheel Of Vengeance
07. The Cymbals Player
08. Midnight Session
09. Intermission 1 - Human Nature, Satan Nature
10. Bugs
11. Rosebud - End Credits
12. Audition (Complex Mind remix)

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Indústria: 17 coisas que bandas novas simplesmente não entendemIndústria
17 coisas que bandas novas simplesmente não entendem

Punk: 10 músicos que são mais ricos do que você pensaPunk
10 músicos que são mais ricos do que você pensa


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin