Murderdolls: Horror-Punk flertando com o Heavy Metal

Resenha - Women And Children Last - Murderdolls

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Alexandre Amorim de Paulo, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Os "esquisitos" do Murderdolls ressurgem das profundezas do inferno com o seu mais novo álbum, "Women And Children Last", que traz uma nova sonoridade à banda, as vezes até flertando com o Heavy Metal, mas sem perder a raíz do Horror-Punk.

Semelhança: vocalistas de rock com vozes quase iguaisSlayer: "Não sei improvisar", diz Kerry King

A faixa responsável para deixar "aquele clima" no álbum é "The World According to Revenge", que mesmo com uma letra pequena(4 frases) deixa o ouvinte preparado para a "pancada" que vem a seguir.

A segunda faixa, a poderosa e ótima "Chapel of Blood", que é o quarto single desse álbum, teve o seu "repulsivo" clipe lançado em setembro do ano passado. Passando pela ótima "Bored 'Til Death", o ouvinte chega ao inesperado momento "trinca" melódica do álbum, começando com "Drug me in Hell", que é até meio "pesadinha", mas com um refrão bem grudento. Seguindo pelas ótimas e quase "Pop" "Nowhere" e "Summertime Suicide", o ouvinte pode até se assustar, ja que o primeiro álbum da banda, "Beyond the Valley of the Murderdolls", se resume em "pancadas" do começo ao fim, chegando a pouco momentos melódicos.

Depois da boa "Death Valley Superstars", chega a hora do primeiro single do álbum, a então "My Dark Place Alone". Assim como "Beyond the Valley of the Murderdolls", "Women and Children Last" tem excesso de músicas, assim fazendo com que várias músicas sejam dispensáveis, principalmente as faixas "Nothing's Gonna Be Alright", "Whatever You Got, I'm Against It" e "Hello, Goodbye, Die", que estão mais pro final do disco.

"Women and Children Last" é um ótimo álbum, mas perde um pouco do seu brilho em questão de letras, onde o Murderdolls abandona um pouco a sua temática "Horror Punk", substituindo-a por letras depressivas, deixando o álbum bem repetitivo as vezes. Destaque para o "novo" Murderdolls que musicalmente melhorou muito, realmente a dupla inseparável Wednesday 13 e Joey Jordison acertaram dessa vez sobre quais músicos contratar.

Formação:
Wednesday 13 - Voz
Joey Jordison - Guitarra
Roman Surman - Guitarra
Jack Tankersley - Baixo
Racci Shay - Bateria

Murderdolls - Women And Children Last (2010 / Roadrunner Records)

Faixas:
01. The World According To Revenge
02. Chapel Of Blood
03. Bored 'Til Death
04. Drug Me To Hell
05. Nowhere
06. Summertime Suicide
07. Death Valley Superstars
08. My Dark Place Alone
09. Blood Stained Valentine
10. Pieces Of You
11. Homicide Drive
12. Rock N Roll Is All I Got
13. Nothing's Gonna Be Alright
14. Whatever You Got, I'm Against It
15. Hello, Goodbye, Die

Vídeos:


Outras resenhas de Women And Children Last - Murderdolls

Murderdolls: Joey Jordison à vontade com seu horror-rockMurderdolls: Para as entusiásticas hordas adolescentesMurderdolls: pancadas, muito sangue e amadurecimento




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Murderdolls"


Slipknot: confira a evolução das máscaras de Joey JordisonSlipknot
Confira a evolução das máscaras de Joey Jordison


Semelhança: vocalistas de rock com vozes quase iguaisSemelhança
Vocalistas de rock com vozes quase iguais

Slayer: Não sei improvisar, diz Kerry KingSlayer
"Não sei improvisar", diz Kerry King

Plágio ou coincidência: trechos semelhantes no rock/metalPlágio ou coincidência
Trechos semelhantes no rock/metal

Zodíaco True: Os perfis de cada signo em versão HeadbangerZodíaco True
Os perfis de cada signo em versão Headbanger

Megadeth: Dave explica por que não tocar The ConjuringMegadeth
Dave explica por que não tocar "The Conjuring"

Em 07/07/1990: Morre Cazuza, por complicações decorrentes da AIDSEm 07/07/1990
Morre Cazuza, por complicações decorrentes da AIDS

AC/DC: Segundo Scott Ian banda deveria pararAC/DC
Segundo Scott Ian banda deveria parar


Sobre Alexandre Amorim de Paulo

Simplesmente apaixonado por Heavy Metal, já tive alguns blogs sobre o tema, mas atualmente escrevo apenas para o Whiplash.net. Eclético dentro do Rock, minhas bandas preferidas variam de Slayer, Metallica, Amon Amarth, até Alice in Chains, Slipknot e Gojira. Contato: alexandre_amorim2207@hotmail.com.

Mais matérias de Alexandre Amorim de Paulo no Whiplash.Net.

adClioIL