Gangrena Gasosa: Para bater cabeça no terreiro

Resenha - Welcome To Terreiro - Gangrena Gasosa

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por José Antonio Alves
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Se você quer conhecer alguns temas como Exus, Pretos Velhos, Caboclos e Pombas-Gira de macumba dos terreiros do Brasil, você certamente vai passar em algum momento pela discografia dos cariocas do GANGRENA GASOSA. Praticando o que foi batizado de "Saravá Metal", a banda nos apresenta em "Welcome To Terreiro" elementos do metal mesclados com hardcore e thrash metal. O visual característico da banda também é marcante e nos leva a uma interessante e sarcástica viagem pelos terrenos de macumba do Brasil!
768 acessosRock Comédia: em vídeo, as dez melhores bandas brasileiras5000 acessosComo batizar a criança: os nomes de bandas mais estúpidos

"Welcome To Terreiro" nos mostra uma grande mescla de diversos elementos, sejam eles de natureza instrumental (com batuques e guitarras, somados aos vocais bem diversificados) ou das letras. Afinal de contas, abordar macumba nas letras em nosso país se tornou algo único desta banda e talvez tornem este trabalho um marco no estilo.

O lado sarcástico logo aflora na primeira faixa, "Troops of Olodum", versão "olodum" para Troops of Doom do Sepultura e também surge em outras faixas do álbum como "Fist Fuck Agredi", "Despacho From Hell" e "Pegue Santo or Die". Não há como não soar engraçado ouvir que "O meu Skate não tem rodas/Tem rodelas de cebola/ O meu Skate não tem shape/ Ele é feito de barro/ De tigela de macumba." A banda trabalha bem as partes mais rápidas, características do thrash metal e hardcore, aliadas a partes mais cadenciadas, flertando com algo até com pitadas de Planet Hemp (faixa "Protesto Concreto").

Outra faixa que chama a atenção e talvez reuna boa parte dos elementos citados é "Exu Noise Terror", com um início que lembra aquelas situações onde às vezes ouvimos, lá longe, bem tarde da noite, pessoas entoando cânticos de macumba, em algumas cidades do país.

Este álbum de 1993 pode ser considerado um tesouro perdido pelas discografias do metal brasileiro, se tratando de inovação e temas e, claro, pela qualidade com que os músicos executam as canções. São vários os momentos que esboçamos até um sorriso ao prestar atenção nas letras sarcásticas e inteligentes do álbum, sem dúvida, este é um álbum para headbangers baterem cabeça no terreiro!

Faixas:
1. Troops of Olodum
2. Gangrena Gasosa
3. Saravá Metal
4. Pegue Santo or Die
5. Fist Fuck Agrédi
6. Protesto Concreto
7. Welcome To Terreiro
8. Exú Noise Terror
9. Thraxangô
10. Gangrena Venêrea
11. Despacho From Hell
12. Pomba Gyra

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

768 acessosRock Comédia: em vídeo, as dez melhores bandas brasileiras0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Gangrena Gasosa"

MetalMetal
5 músicas inacreditavelmente insanas. Isso existe mesmo?

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Gangrena Gasosa"

Sem imaginação?Sem imaginação?
Os nomes de bandas mais estúpidos da história

Fotos de InfânciaFotos de Infância
Phil Anselmo, Dimebag, Rex Brow e Vinnie Paul

Roger MoreiraRoger Moreira
Resposta bem humorada a "crítica" no Agora é Tarde

5000 acessosQuais são os rockstars mais chatos do mundo?5000 acessosSílvio Santos: "The Number Of The Beast" em ritmo de festa5000 acessosAC/DC: as 10 melhores músicas da banda com Bon Scott5000 acessosSobre Joelhos, Metallica e o 1º Princípio da Filosofia5000 acessosPolêmica: as músicas mais controversas da história do Rock1376 acessosCristina Scabbia: musa elege sete filmes de terror italianos

Sobre José Antonio Alves

Aventureiro, mochileiro, amante da cultura latina e claro, fã de um dos estilos mais fascinantes deste universo musical: o Heavy Metal!

Mais matérias de José Antonio Alves no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online