Myrath: Novo álbum não está a altura do grupo

Resenha - Tales of the Sands - Myrath

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Victor de Andrade Lopes, Fonte: Sinfonia de Ideias
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 6

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O MYRATH, grupo tunisiano que mistura metal progressivo com ritmos e instrumentos típicos do país do norte africano continua fazendo essa belíssima combinação de música pesada vinda do "ocidente" com toques árabes. Desta vez, a banda optou por não fazer canções longas, e a maior parte da tracklist fica em torno dos cinco minutos de duração. Uma pena, pois o grupo já havia demonstrado seu talento para composições um pouco mais longas nos álbuns anteriores.
5000 acessosRush: Um Adeus Aos Reis5000 acessosAs histórias por trás de 11 capas clássicas

Enquanto em outros tempos o MYRATH fazia uma variação marcante entre canções puramente heavy metal com outras mais enfeitadas com os batuques árabes, em Tales of the Sands as faixas são repetitivas e tem todas o mesmo acompanhamento de percussão e cordas que beira o enjoativo.

Por outro lado, as canções são agressivas, lembrando um pouco os últimos dois excelentes álbuns do SYMPHONY X, Paradise Lost e Iconoclast. Para compensar a aparente falta de criatividade, os músicos abusam do peso e da técnica em cada faixa do seu terceiro álbum. Fora isso, é digno de nota as passagens cantadas em árabe, dando um toque ainda mais regional ao som deles.

O Myrath é sem dúvidas um ótimo grupo, mas deixou a criatividade de outrora para o segundo plano e acabou produzindo um álbum repetitivo. Destaque para Merciless Times, Tales of the Sands, Sour Sigh e Beyond the Stars.

Abaixo, o vídeo de Merciless Times.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Tracklist:
1. Braving The Seas
2. Merciless Times
3. Tales of the Sands
4. Sour Sigh
5. Dawn Within
6. Wide Shut
7. Requiem for a Goodbye
8. Beyond the Stars
9. Under Siege
10. Time to Grow

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Myrath"

RushRush
Um Adeus Aos Reis

CuriosidadesCuriosidades
As histórias por trás de 11 capas clássicas

Rock e metalRock e metal
O outro lado das capas de discos

5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 19895000 acessosSlayer: cronologia de Hanneman, da picada da aranha até a morte5000 acessosJethro Tull: a fúria de Ian Anderson pra cima do Led Zeppelin5000 acessosRock in Rio: Alcione ensina Axl Rose a cantar "O Sooooollll"5000 acessosChris Cornell: esposa escreve emocionante carta de despedida4932 acessosPaul Di'Anno: Steve Harris não aceitou muitas de minhas canções

Sobre Victor de Andrade Lopes

Victor de Andrade Lopes é jornalista (Mtb 0077507/SP) formado pela PUC-SP e membro do Grupo de Usuários Wikimedia no Brasil. Paulistano e morador de Carapicuíba (Granja Viana), tem um blog de resenhas musicais e outros assuntos chamado Sinfonia de Ideias. Apaixonado por livros, ciências, cinema, games, viagens, ufologia, e, é claro, música: rock, metal, pop, dance, folk, erudito e todos os derivados. Além de ouvir, também toca piano e teclado, compondo algumas bobagens de vez em quando.

Mais matérias de Victor de Andrade Lopes no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online