Krisiun: Ratificando posição de destaque na cena extrema

Resenha - Great Execution - Krisiun

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Maicon Leite
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 10

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O Krisiun já chegou num ponto de sua carreira que não precisa provar mais nada pra ninguém, mas a cada lançamento nota-se uma preocupação muito grande em evoluir, porém jamais perdendo a essência que os tornaram uma das maiores bandas de Metal extremo do mundo. Lançado dez anos depois do injustiçado “Ageless Venomous”, o trio gaúcho não poupou esforços em reproduzir da forma mais pesada e eficaz a sua já característica sonoridade, afinal, quais bandas do gênero que são facilmente reconhecidas após alguns segundos de audição?
4181 acessosKrisiun: banda agradece e Ward conta como conheceu brasileiros5000 acessosRolling Stone: As 500 melhores músicas segundo a revista

“The Great Execution” mantém intacta a brutalidade orquestrada pelos irmãos Alex Camargo (baixo/vocal), Moyses Kolesne (guitarra) e Max Kolesne (bateria), que através das experientes mãos do produtor Andy Classen fizeram cada nota aqui perpetuada uma avalanche sonora, sendo considerado inclusive como um dos mais bem produzidos discos da banda, privilegiando uma sonoridade mais orgânica e consistente.

“The Will to Potency” abre o álbum com vigor e mescla muito bem o lado mais veloz com momentos mais densos e pesados, já dando uma boa prévia do que o petardo representa. “Blood of Lions” varia entre a velocidade e o peso cadenciado, com amplo destaque para o trabalho de Moyses, que usa e abusa de riffs e solos inspirados, influenciados pelo Heavy Metal mais clássico. A faixa-título, recheada de climas e harmonias de guitarra bem sacadas em seu início, novamente dá um show de riffs, que, aliás, estão extraordinários em todos os mais de sessenta minutos de “The Great Execution”.

Além da longa duração do play, há uma novidade bem interessante: as participações especiais. “The Sword of Orion” conta com a insólita e excelente participação do guitarrista Marcello Caminha, da dupla gaúchesca César Oliveira e Rogério Mello, fazendo alguns dedilhados bem interessantes, combinando muito bem com a música. Já o folclórico João Gordo, do Ratos de Porão, vociferou na faixa “Extinção em Massa”, destaque absoluto, num misto de Krisiun com Ratos de Porão de resultados apocalípticos.

No geral, já que é impossível citarmos todas as dez faixas aqui, o Krisiun está de volta para ratificar sua posição de destaque na cena extrema, e “The Great Execution” mostra claramente a que nível estes gaúchos chegaram. Desde já na lista de melhores do ano!

Contato:
http://www.krisiun.com.br

Formação:

Alex Camargo - baixo/vocal
Max Kolesne - bateria
Moyses Kolesne - guitarra

Track list:

1. The Will to Potency
2. Blood of Lions
3. The Great Execution
4. Descending Abomination
5. The Extremist
6. The Sword of Orion
7. Violentia Gladiatore
8. Rise and Confront
9. Extinção em Massa
10. Shadows of Betrayal

Krisiun - The Great Execution
(2011 - Century Media - Importado)

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Great Execution - Krisiun

2996 acessosKrisiun: "The Great Execution" é um álbum definitivo4507 acessosKrisiun: "Great Execution" é o "South Of Heaven" deles5000 acessosKrisiun: Banda continua um verdadeiro orgulho nacional!2260 acessosKrisiun: mais maduro e ainda mais competente em novo álbum

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

KrisiunKrisiun
Banda agradece e Bill Ward conta como conheceu os brasileiros

638 acessosKrisiun: Alex fala com a revista Ultraje sobre novo álbum (vídeo)0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Krisiun"

Metal BrasileiroMetal Brasileiro
As 10 melhores bandas segundo o site OC Weekly

Heavy MetalHeavy Metal
Clipes de metal que marcaram uma geração

Max Kolesne e Dave LombardoMax Kolesne e Dave Lombardo
Bateria não pode sobrepor guitarra

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Krisiun"

Rolling StoneRolling Stone
As 500 melhores músicas segundo a revista

Solos de guitarraSolos de guitarra
Lista dos 50 melhores segundo a NME

Lars UlrichLars Ulrich
Vomitando no camarim do Guns N' Roses

5000 acessosDeep Purple: a contestada entrevista na Globo em 20065000 acessosMetallica: Hetfield elege as suas dez músicas favoritas5000 acessosJudas Priest: 10 fatos que comprovam que eles são Heavy Metal5000 acessosExtreme: banda implode durante show e Nuno abandona o palco5000 acessosJanis Joplin: a cantora e suas aventuras no Brasil4125 acessosRhapsody Of Fire: Staropoli fala sobre Lione, Holzwarth e futuro da banda

Sobre Maicon Leite

Maicon Leite é assessor de imprensa na Wargods Press, colaborador na revista Roadie Crew e um dos autores do livro Tá no Sangue! - A História do Rock Pesado Gaúcho, dentre outros projetos e publicações.

Mais matérias de Maicon Leite no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online