H.E.A.T.: Referências aos ícones do Hard Rock e AOR

Resenha - Freedom Rock - H.E.A.T.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

8


Há décadas que a Suécia vem oferecendo excelentes bandas de Hard Rock ao público, e o H.E.A.T., na ativa desde 2007, se revelou mais um nome que honra a tradição e qualidade da música feita por aqueles lados. Lançado originalmente em 2010, "Freedom Rock" é seu segundo álbum e agora está aportando no Brasil através da Hellion Records, que vem disponibilizando ótimos títulos do estilo em nosso mercado.

Sutilmente mais pesado que o debut auto-intitulado lançado em 2008, "Freedom Rock" continua destilando todas as nuances do que foi oferecido na famosa década de 1980. Em total oposição à rebelião que fez do Rock´n´Roll um estilo tão marginal em seus primórdios, o H.E.A.T. abraça um lado completamente acessível e explora elementos já tão conhecidos que até mesmo o ouvinte mais desatento perceberá as referências aos ícones que fizeram história no Hard Rock / AOR.

publicidade

Mas esta observação está longe de querer desmerecer o H.E.A.T.. Os caras são realmente muito bons, em especial o vocalista Kenny Leckremo, cujo timbre se encaixa perfeitamente às melodias rápidas das guitarras, e tudo flui com uma simplicidade tão grudenta e positiva que "Freedom Rock" fará com que qualquer amante do gênero levante um sorrisão de satisfação logo nos primeiros segundos da audição. E para tal feito não faltam hinos como "We're Gonna Make It", "Black Night" (com a participação de Tobias Sammet, do Edguy), "Beg Beg Beg" ou "Nobody Loves You Like I Do".

publicidade

Grupos da nova geração buscando inspiração no que foi feito há tanto tempo mostra o quanto a cena musical – assim como qualquer outro segmento artístico – é construída por fases que vão se reciclando. Pode conferir, "Freedom Rock" será pura nostalgia aos que vivenciaram o auge de bandas como REO Speedwagon, Journey e similares.

Contato:
http://www.heatsweden.com
http://www.myspace.com/heatsweden

publicidade

Formação:
Kenny Leckremo - voz
Dave Dalone - guitarra
Eric Rivers - guitarra
Jimmy Jay - baixo
Jona Tee - teclados
Crash - bateria

Convidados:
Tobias Sammet - voz em "Black Night"
Frida Nilsson - voz em "Nobody Loves You (Like I Do)"

H.E.A.T. – Freedom Rock
(2010 / StormVox – 2011 / Hellion Records – nacional)

01. We're Gonna Make It
02. Black Night
03. I Can't Look The Other Way
04. Shelter
05. Beg Beg Beg
06. Danger Road
07. Stay 2010
08. Everybody Wants To Be Someone
09. Nobody Loves You Like I Do
10. I Know What It Takes
11. Cast Away
12. High On Love
13. Who Will Stop The Rain

publicidade


Outras resenhas de Freedom Rock - H.E.A.T.

H.E.A.T.: Sonoridade alegre, ensolarada e cativante

H.E.A.T.: Hard rock/AOR calcado nos anos oitenta




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Andre Matos declara: O Angra tinha que acabar!Andre Matos declara
"O Angra tinha que acabar!"

Aerosmith: Tyler acha que Kiss é banda de história em quadrinhosAerosmith
Tyler acha que Kiss é banda de história em quadrinhos


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin