Matérias Mais Lidas

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemIron Maiden e o Rock in Rio: em detalhes, o que exatamente a banda pediu para o evento

imagemRob Halford compartilha a foto mais metal da semana; "O Rei e Eu"

imagemO clássico dos Paralamas do Sucesso que Lobão acusou de plágio

imagemPrika Amaral diz que fica feliz com o sucesso alcançado banda Crypta

imagemGordo diz que atualizou termos politicamente incorretos após puxão de orelha de filha

imagemFãs de Stranger Things do Tik Tok querem cancelar o Metallica

imagemDavid Ellefson diz que você conhece seus amigos quando a m*rda bate no ventilador

imagemA opinião de Marcelo Barbosa sobre cancelamento de Metallica e Pantera por racismo

imagemNova Fã que descobriu Metallica por Stranger Things quer cancelar banda e reúne provas

imagemGuitarrista do Skid Row diz que não fala com Sebastian Bach e não pensa em fazer pazes

imagemArtigo na Far Out Magazine aponta James Hetfield como pior letrista da história do metal

imagemFloor Jansen diz que achou que não fosse conseguir cantar nova música do Avantasia

imagemResenha - Max e Iggor Cavalera (Audio, São Paulo, 07/08/2022)

imagemAnthrax cancela mais um show que seria realizado no Texas


Stamp

Obituary: DVD mostra som extremo e contagiante

Resenha - Live Xecution Party San 2008 - Obituary

Por Christiano K.O.D.A.
Fonte: Som Extremo
Em 22/09/11

publicidade

Nota: 8

Mais uma maravilha que a Shinigami Records (www.shinigamirecords.com.br) traz ao Brasil. Temos aqui o DVD de uma das bandas mais carismáticas do underground mundial, a inigualável Obituary.

Sem mais delongas – eles dispensam comentários – vamos direto ao assunto. A capa é linda, como é o padrão da banda, com arte gráfica que segue o mesmo nível de beleza. Há inclusive um livrinho bem simples, mas eficaz. Passa o que precisa e boa. E já antecipo que a estética provavelmente segue os efeitos de iluminação do palco.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

O show foi filmado em fullscreen, que pena. Mas não é isso que vai tirar o brilho do vídeo. A edição também está tranquila, com bonitos GCs trazendo os títulos das canções. A qualidade das imagens e do som está maravilhosa. Esse último está pesadão, mas os bumbos ficaram levemente encobertos. Detalhes, apenas detalhes. E falando na qualidade do áudio, o vocal em especial está tão bem tratado que nem parece feito ao vivo, e sim no estúdio.

Bem, nunca tinha visto qualquer vídeo da banda ao vivo e a primeira coisa que constatei no vídeo foi o frustrante fato da banda tocar as músicas de forma mais lenta do que nas versões de estúdio. Talvez alguns nem percebam, talvez eu seja muito cri cri, mas fiquei meio aborrecido com isso. Parece um jeito preguiçoso de executar as canções, principalmente o baterista Donald Tardy! Eheh

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Os clássicos, novos e antigos, estão aqui, embora o set list priorize o álbum então recém-lançado "Xecutioner's Return" (2007) – vale reforçar (já está no título) que a apresentação em questão foi em 2008.

No palco, os cinco integrantes até agitam, especialmente o guitarrista Trevor Peres, mas faltou um pouco mais de energia dos caras. Talvez seja pela lentidão das faixas, mas enfim, é o jeitão "Bitu" de ser, né? De qualquer forma, você percebe a ira nas expressões de cada um enquanto tocam, e isso é bem recebido pelo público.

Não poderia deixar de falar do guitarrista Ralph Santola. O cara simplesmente domina e tira os solos com tanta facilidade que por várias vezes nem precisa olhar suas cordas. Ele é frio no olhar e encara o público enquanto esmerilha no instrumento.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Aliás, uma das coisas mais apreciadas pelos fãs da Obituary é a rifferama que o grupo cria, uma mais inteligente e bela do que a outra. Isso, reproduzido ao vivo, é lindo, minha gente!
Quanto ao vocalista John Tardy, com seu timbre inigualável, é também fantástico vê-lo se esgoelar como louco no palco. O cabelão fica quase sempre na frente do rosto do cara, sendo difícil até mesmo observá-lo cantar.

Enfim, depois de muita agressividade ao longo do DVD, vem "Stand Alone" que, ao ser encerrada, parece que tudo está terminado. Engano: é hora do solo de bateria de Tardy (Donald, relembrando). Ele não faz feio não, e a plateia vai ao delírio assistindo ao cara mandando ver. Santola reaparece e também mostra o que sabe nas seis cordas. É um momento breve, mas certamente marcante.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

O restante do grupo volta ao palco para executar a penúltima da noite – "Slow Death" – que vem com tudo. O vocalista brinca com o seu irmão ao fazer umas batucadas no surdo do kit de bateria. Irmandade até nisso!

E como tinha que ser, fecham o show com "Slowly We Rot", talvez o maior clássico do grupo. Um show direto e reto. Mas quer saber? Os caras são foda, fazem o som sem se importar com a opinião alheia, o que sem dúvida é mais importante do que as críticas aqui descritas. Não fazem death metal, como já afirmaram, mas ainda sim, é um som extremo e contagiante.

Após o show, hora do extra. Sim, no singular, só tem uma opção e sem legendas em português. Mas o conteúdo aqui, no fundo, nem precisaria mesmo. Simplesmente aparecem as duas primeiras músicas da apresentação por outro ângulo, ao lado do palco, feito por um cinegrafista amador. O som estoura várias vezes. Não entendi o objetivo disso, se já existe a própria apresentação "oficial". Depois, uma zoeira em que o baixista coloca chocolate dentro de uma cueca, simulando ser fezes, e a arremessa no público. A reação do banger, pelo menos, é divertida. Na sequência, tem imagens de um ensaio do pessoal que, se por um lado é apenas um ensaio, por outro, é da Obituary. Nesse aspecto, é muito legal ver como funciona o motorzinho da banda, e até quando erram as músicas, mostrando que são seres humanos, é curioso.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Bom, num aspecto geral, vale a pena adquirir o DVD, o segundo registro oficial de um show da Obituary, mas não vá com tanta sede ao pote. Por se tratar de uma das maiores bandas que o underground já conheceu, é sempre bom ter um material dessa importância guardado. E no fundo, esse talvez seja o principal motivo dessa compra.

DVD Obituary – Live Xecution – Party San 2008
Shinigami Records – 2009 – Estados Unidos
http://www.myspace.com/obituary
http://www.obituary.cc

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

1. Find The Arise 02:33
2. On The Floor 03:25
3. Chopped In Half 04:03
4. Turned Inside Out 02:08
5. Forces Realign 05:26
6. Insane 03:39
7. Face Your God 03:12
8. Dethroned Emperor 05:15
9. Evil Ways 03:27
10. Drop Dead 03:36
11. Contrast The Dead 06:47
12. Second Chance 03:40
13. Stand Alone 10:00
14. Slow Death 03:08
15. Slowly We Rot 06:16

Total: 01:06:35

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Inhuman Condition: banda lança vídeo para a faixa Caustic Vomit Reveries, confira

Soulfly divulga "Scouring The Vile", faixa do próximo álbum de estúdio

Obituary: os caras do Slipknot tem todos os discos deles

Obituary: revelando a história por trás da capa trocada com o Sepultura

Sepultura: a história por trás do álbum "Beneath The Remains"

Iron Maiden: Perguntas e respostas e curiosidades diversas

King Diamond: O que significa ser Satanista?


Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A..