Evisceration Blast: Um respeitável cartão de visitas

Resenha - Ignominious Human Putrescence - Evisceration Blast

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  


Em função dos avanços tecnológicos, cada vez mais aparecem projetos capitaneados por apenas um bom músico, que estão fazendo acontecer por seus próprios esforços e liberando registros dos mais variados pelo underground. E o Evisceration Blast é mais um neste segmento, tendo como mentor e multi-instrumentista Waldomiro Vitorino, natural de Campinas (SP) e que está soltando seu primeiro CD-Demo, "Ignominious Human Putrescence".

São apenas 10 minutos que seguem uma linha relativamente técnica dentro do Death Metal intercalado discretamente por espasmos do Grindcore, e que funciona muito bem. Bastante caprichado em vários níveis, a primeira coisa que chama a atenção é a eficiência e quantidade de riffs oferecidos, em especial a forma como os mesmos se desenvolvem na muito boa "Pestilential Insurgency".

publicidade

Com um áudio eficiente e uma qualidade gráfica atraente e diagramada com bom gosto, "Ignominious Human Putrescence" é um respeitável cartão de visitas que mostra o Evisceration Blast mais do que preparado para lançar um álbum completo. Os fãs de Suffocation, Dying Fetus, Deicide ou Malevolent Creation agradecerão, mas, enquanto isso, o jeito é continuar apreciando estas três canções...

publicidade

Contato:
http://www.myspace.com/eviscerationblast

Evisceration Blast - Ignominious Human Putrescence
(2010 / CD-Demo – nacional)

01. Pestilential Insurgency
02. Ignominious Human Putrescence
03. Inflammatory Catharsis




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Raul Seixas: Perguntas e respostas e curiosidades diversasRaul Seixas
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Slipknot: Ozzy quis entrar pra banda segundo Corey TaylorSlipknot
Ozzy quis entrar pra banda segundo Corey Taylor


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin