Alestorm: Abra uma garrafa de rum e aperte o play

Resenha - Back Through Time - Alestorm

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


E os piratas escoceses mais divertidos do metal estão de volta, com seu terceiro e melhor lançamento até o momento, que mantém intactas todas as suas características e acrescentando novos elementos, o que com certeza elevará o nome da banda para patamares ainda maiores.
146 acessosAlestorm: "No Grave But The Sea" chega às paradas5000 acessosRolling Stone: as melhores músicas com mais de sete minutos

Para quem não conhece o som do ALESTORM, a banda apresenta um power metal, com várias incursões em música folk e até alguns elementos de thrash metal, aliados à temática pirata, seguindo os passos dos mestres do finado Running Wild. Contudo, apesar da semelhança temática com a banda de Rock´n Rolf, o som do ALESTORM em pouco se parece com esta, vez que sua música é bem mais ousada e apresenta diversos outros elementos. Imagine uma mistura dos melhores elementos do próprio RUNNING WILD, com BLIND GUARDIAN e SKYCLAD, para se ter uma leve idéia do que é o som desse quarteto escocês.

E depois de lançarem dois álbuns muito legais, repletos de influência de música folk, um com mais influência de thrash metal (“Captain Morgan´s Revenge”, de 2008) e outro mais voltado ao power metal (“Black Sails at Midnight”, de 2009), a banda resolveu misturar tudo que já havia feito de melhor em sua música, aliados a novos elementos, e lançar este excelente “Back Through Time”.

E o álbum já começa a mil por hora com a maravilhosa faixa de título, que conta até com “blast beats” no começo, e possui um refrão genial e muito marcante, daqueles que grudam na cabeça do ouvinte de imediato. Em seguida vem o primeiro single do trabalho, com a música “Shipwrecked”, que possui riffs muito legais, além de um ótimo refrão. Esta última ainda possui um clipe muito tosco e divertido.

Além destas, merecem destaques ainda a rápida e pesada “Buckfast Powermash”, com riffs que beiram ao trhrash metal, a divertidíssima “Rum”, que lembra bastante Running Wild, e o brilhante cover para “Barrett’s Privateers” do Stan Rogers.

Também é notória a evolução dos músicos neste lançamento, em especial do vocalista Christopher Bowes, que cada vez apresenta maiores variações em sua música, deixando o estigma de ser mera cópia de Chris Boltendahl, do GRAVE DIGGER para se tornar um grande vocalista.

A capa, mais uma vez, é excelente, com o mascote da banda em uma viagem com seu navio pelo tempo. Merece destaque ainda a gravação do material, que permite que todos os instrumentos, dos mais variados tipos, sejam percebidos com perfeição, o que realça ainda mais toda a qualidade do ALESTORM.

O Alestorm, com esse lançamento, conseguiu a façanha de superar seus dois álbuns anteriores, e tem tudo para se tornar referência no estilo.

Portanto, meu amigo, junte uns amigos, encha sua caneca de cerveja, abra uma garrafa de rum, coloque este disco no aparelho de som, aperte o play e se prepare para muita diversão!

Back Through Time - Alestorm
(2011 – Napalm Records - Importado)

Formação:

Christopher Bowes – Vocal e Teclado
Daniel Evans - Guitarras
Gareth Murdock - Baixo
Peter Alcorn - Bateria

Track List:

1. Back Through Time
2. Shipwrecked
3. The Sunk’ n Norwegian
4. Midget Saw
5. Buckfast Powersmash
6. Scraping the Barrel
7. Rum
8. Swashbuckled
9. Rumpelkombo
10. Barrett’s Privateers (Stan Rogers Cover)
11. Death Throes of the Terrorsquid

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

146 acessosAlestorm: "No Grave But The Sea" chega às paradas701 acessosAlestorm: shows no Brasil ainda este ano138 acessosAlestorm: vídeo para faixa "Fucked With An Anchor"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Alestorm"

Alestorm e RhapsodyAlestorm e Rhapsody
Introdução de Dawn Of Victory foi plagiada?

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Alestorm"

Rolling StoneRolling Stone
Revista elege os melhores rocks com mais de sete minutos

Sgt. PeppersSgt. Peppers
Quem são as pessoas e quais os objetos da capa?

CuriosidadesCuriosidades
10 músicas que foram "tomadas" emprestadas

5000 acessosSlipknot: Corey explica as nojentas desvantagens das máscaras5000 acessosBizarre Magazine: Quão bizarro é... Ronnie James Dio5000 acessosStoner Rock: Um guia básico para o estilo4160 acessosRush: Que fim levou o garoto da capa do clássico Power Windows?5000 acessosFrank Zappa: downloads contra a pirataria... em 19895000 acessosBon Jovi: Jon e Sambora viveram triângulo amoroso com atriz

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online