Dreadnox: Para quem aprecia Heavy Metal em estado bruto

Resenha - Dance Of Ignorance - Dreadnox

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Tendo iniciado suas atividades em 1993 e deixado sua marca na cena do Rio de Janeiro com o debut “Divine Act” (98), foi a falta de perspectivas que insiste em rondar a cena underground brasileira que obrigou um desiludido Dreadnox a anunciar o fim de suas atividades em 2000. Mas, cinco anos depois, o Heavy Metal ainda era presença constante na vida dos músicos, que se reuniram para rever suas opções com o firme propósito de apostar em novas oportunidades para sua carreira.
5000 acessosMetal/Hard: Alguns dos maiores e melhores vocalistas atuais5000 acessosRodolfo Abrantes: "Raimundos como banda não me interessa"

Assim, em um mercado bem diferente dos velhos tempos, o Dreadnox está agora lançando seu segundo álbum, "Dance Of Ignorance". E foram muitos os cuidados para que este trabalho tivesse as melhores condições de ser valorizado pela crítica e público... Ainda que sua proposta inicial permaneça centrada na essência do Heavy Metal, com aquelas melodias grudentas que sempre conquistarão tantos entre o público headbanger, é inegável que os cariocas optaram em proporcionar uma roupagem mais atualizada e injetar maior carga de distorção às novas canções.

E, se todo o tradicionalismo do Heavy Metal possa vir a, de alguma forma, limitar o desenvolvimento do processo criativo, isso parece não se aplicar ao Dreadnox, que mostra recursos de sobra no momento de compor e, mesmo deixando transparecer suas influências, oferece uma audição bastante atraente. Ainda que a balada "Annie" seja um caso clássico de breguice, é inegável que os envolvidos foram minuciosos ao engendrar um repertório que mostrasse as ideias e frustrações acumuladas ao longo dos últimos anos, muito bem representadas por canções matadoras como "Fight With The Light", “Survive” (com a participação especial de Renato Tribuzy), "Echoes Of Midnight" ou a própria faixa-título.

Contando com um áudio poderoso e polido na medida exata, reflexo da produção de Renato Tribuzy e mixagem de Alex Macedo no Full Sound Studio (RJ), "Dance Of Ignorance" é o produto de uma banda inspirada, cujos 60 minutos funcionam muito bem e são indicadíssimos ao público que aprecia Heavy Metal em estado bruto. A distribuição no Brasil está sendo feita através da iniciativa da DieHard Records, além de o Canadá e EUA estarem sendo abastecidos via Nightmare Records. Muito bom!

Contato:
http://www.dreadnox.com
http://www.myspace.com/dreadnoxbrazil

Formação:
Fabio Schneider - voz
Kiko Dittert - guitarra
André ‘Dead’ Montana - baixo
Felipe Curi - bateria

Dreadnox - Dance Of Ignorance
(2010 / DieHard Records - nacional)

01. Fight With The Light
02. Survive
03. Echoes Of Midnight
04. Go On
05. Miracle
06. All Is Not Lost
07. Dance Of Ignorance
08. Annie
09. Sinners In Paradise
10. Impromptu
11. Waiting For The Sun
12. Bettle & Honor (Bonus Track)

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Dreadnox"

Andre MatosAndre Matos
Covers de Iron e Manowar com Dreadnox e Tribuzy em 95

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Dreadnox"

Metal/HardMetal/Hard
Alguns dos maiores e melhores vocalistas atuais

Rodolfo AbrantesRodolfo Abrantes
"Raimundos como banda não me interessa"

FamaFama
5 bandas que são grandes no exterior e nem tanto no Brasil

5000 acessosMorbid Angel: "banda satânica, eu jamais voltaria", diz Sandoval5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 19805000 acessosSlash: Comentários sobre Guns, pornstars e Michael Jackson1474 acessosDave Grohl: em vídeo, assista aos seus melhores solos de bateria5000 acessosSepultura: Derrick "é o cara", diz Paulo Xisto Júnior4583 acessosLoudwire: 14 artistas que já chegaram muito perto da morte

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online