Nuclear: Um verdadeiro tsunami em forma de ondas sonoras

Resenha - Jehovirus - Nuclear

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

8


O Nuclear é mais um exemplo de que o Thrash Metal tipicamente oitentista está sendo revisitado por músicos das mais variadas faixas etárias e de todos os cantos do planeta. Natural do Chile, o grupo vem construindo sua reputação desde 1998 e tem na bagagem dois álbuns de estúdio independentes, mas agora estão sob a tutela da Australis Records e estão liberando um verdadeiro tsunami em forma de ondas sonoras, apropriadamente batizado como "Jehovirus".

E "Jehovirus" mostra músicos que possuem o devido conhecimento de causa, pois capta e transmite toda a essência de um estilo que certamente mudou os rumos do Heavy Metal. Ainda que executado com sutis flashes da cena alemã, suas maiores influências são, indiscutivelmente, ícones norte-americanos como o Slayer (principalmente) e Metallica, cantando no idioma inglês assuntos bem mais sérios do que as manjadas festas regadas à cerveja.

publicidade

Seco e agressivo, o repertório foi cuidadosa e equilibradamente construído de forma a oscilar entre muita velocidade e andamentos cadenciados, tendo um trabalho de guitarras letal, marcado pela precisão e que não se furta em injetar algumas melodias sem perder o foco Thrash, como o apresentado na ótima abertura "Belligerence". Ocasiões como a acelerada "Asphyxiation" ou a pausada "Acts Of Depravity" são de tal impacto que muitos contestarão a decisão de o Nuclear oferecer apenas nove faixas neste nervosíssimo disco.

publicidade

Com uma produção não muito polida e uma arte repleta de detalhes perturbadores, "Jehovirus" está situado em um território musical propositadamente familiar, mas o amante do Thrash Metal certamente se deparará com uma obra feita com a intensidade primitiva e atitude que se espera de um orgulhoso headbanger da América do Sul. Pode conferir, que aquela curiosa sensação de nostalgia estará te esperando.

publicidade

Contato:
http://www.nuclear.cl
http://www.myspace.com/nuclearthrash

Formação:
Matías Leovicio - voz
Francisco Haussmann - guitarra
Sebastian Puente - guitarra
Raimundo Correa - baixo
Eugenio 'Punto' Sudy - bateria

publicidade

Nuclear – Jehovirus
(2010 / Australis Records - importado)

01. Belligerence
02. Criminal Solicitation
03. Asphyxiation
04. Brutal Yet Precise
05. Acts Of Depravity
06. The One We Must Kill
07. World Depletion
08. On Killing
09. Defleshed




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Postura: 12 coisas que você nunca deve dizer a um músicoPostura
12 coisas que você nunca deve dizer a um músico

Iron Maiden: as dez melhores músicas, segundo a LoudwireIron Maiden
As dez melhores músicas, segundo a Loudwire


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin