Chickenfoot: Também somos parte dessa grande família feliz!

Resenha - Get Your Buzz On - Chickenfoot

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fábio Cavalcanti
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Com apenas dois anos na estrada - e um ótimo álbum na praça -, o "supergrupo" de hard rock CHICKENFOOT lança "Get Your Buzz On", seu primeiro DVD. Tudo bem, você pode pensar que é puro oportunismo, visto que a banda possui apenas um punhado de canções em um disco, mas acredite, o quarteto faz valer cada minuto do show registrado em vídeo!

Iron Maiden: Nicko McBrain fala sobre conversão ao cristianismoMetal/Hard: Alguns dos maiores e melhores vocalistas atuais

Em primeiro lugar, Sammy Hagar, Joe Satriani, Michael Anthony e Chad Smith mostram que funcionam em perfeita harmonia, em todos os sentidos imagináveis! Em segundo lugar, o grupo se mostra independente dos projetos paralelos dos músicos envolvidos, visto que a 'track list' do show traz quase todas as músicas do álbum "Chickenfoot" (2009), sem medo de desagradar aqueles que esperavam por um desfile de covers.

E por falar em covers, "Get Your Buzz On" traz apenas dois: "Bad Motor Scooter" (Montrose) e "My Generation" (The Who), músicas tocadas ao final do show, em um clima de "jams" descontraídas que apenas explicitam como o grupo valoriza muito mais as suas composições. Uma palavra para tal atitude: genial!

Agora, voltemos nossas atenções ao trabalho autoral do quarteto. Todas as faixas presentes no 'set list' funcionam muito bem ao vivo, e a banda consegue transmitir um legítimo prazer ao executá-las - com muita competência, diga-se de passagem. Apesar das desnecessárias extensões de "barulheira" ao final das músicas, o Chickenfoot mostra que sabe como empolgar o público com o seu material.

Pontos altos: a pesada "Avenida Revolution", a longa - e quase hipnótica - "Down The Drain", e o inesperado blues rock "Bitten By The Wolf" (lançada originalmente como faixa bônus da edição japonesa no álbum de estreia). E se o single "Oh Yeah" não empolgou tanto no álbum, aqui ele traz seu poder de fogo, como uma faixa feita para ser tocada ao vivo, em um clima de total interação entre banda e público.

Destaco ainda os "extras" do DVD. Se, na maioria dos casos, o material extra não passa de "enchimento de linguiça", aqui a história é diferente: o documentário registrado em vídeo é pura comédia, e consegue ser tão divertido quanto o show em si!

Por fim, não fique surpreso se perceber que os vários sorrisos estampados no rosto dos integrantes são acompanhados pelo seu próprio sorriso de satisfação. Por 90 minutos de um espetáculo de rock 'n' roll, também somos parte dessa grande família feliz!

Faixas:
1. Avenida Revolution
2. Sexy Little Thing
3. Soap On A Rope
4. My Kinda Girl
5. Down The Drain
6. Bitten By The Wolf
7. Oh Yeah
8. Learnin' To Fall
9. Get It Up
10. Turnin' Left
11. Future Is The Past
12. Bad Motor Scooter
13. My Generation




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Chickenfoot"


Joe Satriani: os álbuns que mudaram a vida do guitarristaJoe Satriani
Os álbuns que mudaram a vida do guitarrista

Michael Anthony: meu último nome não é Van HalenMichael Anthony
"meu último nome não é Van Halen"

Michael Anthony: como é trabalhar com Hagar e Satriani?Michael Anthony
Como é trabalhar com Hagar e Satriani?


Iron Maiden: Nicko McBrain fala sobre conversão ao cristianismoIron Maiden
Nicko McBrain fala sobre conversão ao cristianismo

Metal/Hard: Alguns dos maiores e melhores vocalistas atuaisMetal/Hard
Alguns dos maiores e melhores vocalistas atuais

Rock In Rio: Freddie Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 1985Rock In Rio
Freddie Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 1985

Ricardo Confessori: "Iron Maiden, aposenta logo!"Blender: as letras mais repulsivas do Heavy MetalAnvil: Lips quase desmaiou quando McCartney reconheceu a bandaSammy Hagar: pedindo desculpas ao Van Halen em programa da Oprah

Sobre Fábio Cavalcanti

Baiano, sempre morou em Salvador. Trabalha na área de Informática e ¨brinca¨ na bateria em momentos vagos, sem maiores pretensões. Além disso, procura conhecer novas - e antigas - bandas dos mais variados subgêneros do rock. Por fim, luta para divulgar, sempre que possível, o pouco conhecido cenário rocker da tão sofrida ¨Terra do Axé¨.

Mais matérias de Fábio Cavalcanti no Whiplash.Net.