Creed: Rock comercial com moderadas pitadas de peso

Resenha - Full Circle - Creed

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Guilherme Rocha Thielen
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 7

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O Creed já vendeu mais de 40 milhões de cópias no mundo todo desde seu início (1995), e é sem duvidas uma das maiores bandas de rock das últimas décadas em termos numéricos. No entanto, em 2004, quando estava no auge da fama, o grupo decidiu encerrar as atividades por problemas internos entre os músicos. Aí cada um tomou seu rumo. O vocalista Scott Stapp decidiu tentar carreira solo, enquanto os demais integrantes formaram a bem sucedida Alter Bridge.

Scott Stapp: cantor apresenta o seu novo álbum pelo Brasil, veja serviços dos showsGuitar World: os 100 melhores guitarristas de hard rock

Passados seis anos a banda retorna, aparentemente com seus problemas já resolvidos e prontos para recomeçar as atividades. O que vemos nesse "Full Circle" não é mais aquela banda de baladas melosas que os levaram ao sucesso. Claro, as baladas ainda existem, tendo como "Rain" a mais "mela-cueca" do CD, mas não são as mesmas que um dia chegaram a estar presente na abertura da malhação. A banda deu uma boa amadurecida. Muito pelo vocalista Scott Stapp ter aprendido com seus erros. Erros esses que resultaram no fim da banda em 2004.

Então vamos ao que interessa. A agitada "Overcome", primeiro single, mostra uma banda que se superou bem como sugere o título, e que não está disposta a fazer o mesmo som do passado. "Suddely" e "Bread of Shame" são faixas empolgantes e seus instrumentais lembram vagamente System of a Down e Korn, respectivamente. O CD vai mostrando ser bem regular tendo como maior destaque a emocionante balada "A Thousand Faces" que tem no fim um lindo solo de Mark Tremonti.

O som da banda sempre vai estar mais voltado para o maistream, mas isso não é desculpa pra não ouvir seu trabalho. O grupo está fazendo um som honesto e de boa qualidade. Muito indicado pra quem gosta de um rock comercial, mas com moderadas pitadas de peso.

Formação:

Scott Stapp - Vocal
Mark Tremonti - guitarra, backing vocal
Scott Phillips - bateria, teclado
Brian Marshall - baixista

Tracklist:

1.Overcome
2.Bread of Shame
3.A Thousand Faces
4.Suddenly
5.Rain
6.Away in Silence
7.Fear
8.On My Sleeve
9.Full Circle
10.Time
11.Good Fight
12.The Song You Sing




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Creed"


Scott Stapp: cantor apresenta o seu novo álbum pelo Brasil, veja serviços dos shows

Regis Tadeu: Creed e Nickelback são como uma praga na músicaRegis Tadeu
Creed e Nickelback são como uma praga na música

Scott Stapp: vocalista do Creed fará shows no Brasil em novembroScott Stapp
Vocalista do Creed fará shows no Brasil em novembro

Scott Stapp: Vocalista do Creed vem pra seis shows no Brasil em novembroScott Stapp: The Space Between The Shadows será lançado no BrasilScott Stapp: vocal do Creed lança "The Space Between The Shadows"

Video Clipes: alguns dos mais criativos e bem feitos do rockVideo Clipes
Alguns dos mais criativos e bem feitos do rock

Metromix: a lista dos vocalistas mais irritantes do rockMetromix
A lista dos vocalistas mais irritantes do rock

Mark Tremonti: Master Of Puppets é meu disco favoritoMark Tremonti
"Master Of Puppets é meu disco favorito"


Guitar World: os 100 melhores guitarristas de hard rockGuitar World
Os 100 melhores guitarristas de hard rock

Full Rock: 10 músicas desgraçadas por bandas de forróFull Rock
10 músicas desgraçadas por bandas de forró

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1983Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1983

Dinheiro não é tudo mas ajuda: 5 Rock Stars que nasceram ricosSarcófago: Wagner fala da banda, radicalismo, Ghost e muito maisPearl Jam: "O grunge foi uma chuva de meteoros"Runaways: por que a banda acabou, de acordo com Joan Jett

Sobre Guilherme Rocha Thielen

Guilherme Rocha Thielen nasceu em 1991, em Ararangua, mas mora em Florianópolis. Fã de Legião Urbana, Metallica, Iced Earth e viciado em traduções curte Heavy Metal desde pequeno. Atualmente escuta varios estilos do Metal, principalmete Metalcore, Folk, e Melodic Death Metal. Quando sobra um tempo contribui para o Whiplash! com traduções de matérias.

Mais matérias de Guilherme Rocha Thielen no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336