Ringo Starr: ainda em 1970, um álbum gravado em 10 dias

Resenha - Beaucoups of Blues - Ringo Starr

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rodrigo de Andrade
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Ringo sempre se demonstrou um grande fã de canções de country e western. Muitas das músicas que ele canta nos álbuns dos Beatles são variações roqueiras desses estilos. Basta lembrar de What Goes On em Rubber Soul ou a própria composição dele no Álbum Branco, Don't Pass Me By. Em Help há um verdadeiro clássico country cantado por ele: Act Naturally.

Meteoro: A Conspiração Beatles divulgada por Olavo de CarvalhoEdu Falaschi: o fax com convite de seleção para o Iron Maiden

Em maio de 1970, enquanto participava das sessões de All Things Must Pass - o legendário álbum solo triplo de Harrison -, Ringo conheceu Pete Drake. O renomado músico de Nashville estava em Abbey Road registrando pedal steel guitar para o disco de George. A afinidade musical acabou aproximando os dois.

Drake já havia trabalhado com Elvis e Bob Dylan. Starr questinou sobre o fato de Nashville Skyline - disco de 1969 de Dylan - ter sido gravado e concluído tão rapidamente quanto comentavam. Pete disse que sim, que em pouco tempo ele era capaz de produzir um álbum. Logo os dois passaram a discutir sobre a possibilidade de registrarem um disco só de country.


A intenção de Ringo era gravar material na Inglaterra e enviar as fitas master para serem finalizadas por Pete em Nashville. Mas Drake soube convencer Starr de que o ideal seria ele ir até os Estados Unidos para realizar todas as sessões.

Quando voltou para Nashville, Pete solicitou que vários dos melhores compositores de country escrevessem canções inéditas para o álbum de Ringo. Starr voou para os EUA no dia 22 de junho de 1970. Imediatamente ouviu as demos e escolheu as músicas que lhe interessaram. Drake havia reservado o Music City Recorders Studio e contratado vários dos músicos de estúdio mais requisitados do Tennessee para as gravações: Jim Buchanan, Charlie Daniels, D.J. Fontana, Buddy Harman, Chuck Howard, Roy Huskey Jnr, The Jordanaires, Ben Keith, Jeannie Kendal, Jerry Kennedy, Dave Kirby, Grover Lavernder, Charlie McCoy, Sorrells Pickard, Jerry Reed, George Richey e Jerry Shook (foto de todos abaixo). Além de cantar, Ringo tocou bateria e violão em algumas faixas.

No dia 1º de julho - em menos de 10 dias - os trabalhos estavam encerrados e Ringo já retornava para a Inglaterra. Em setembro, o segundo álbum solo de Starr naquele ano era lançado. Beaucoups of Blues é composto por 12 canções e, sem dúvida, um disco incrível de country. Promovendo o lançamento, um single foi lançado com um lado-B inédito: Coochy Coochy. Quando Beaucoups of Blues foi relançado em CD, em 1995, essa música foi incluída como faixa bônus, junto com Nashville Jam, que reunia todos os músicos presentes nas sessões.

Apesar de ser muito bem cotado pela mídia especializada, e sem dúvida ser muito superior ao trabalho anterior do artista, não vendeu tão bem. Nem mesmo chegou a entrar nas paradas inglesas. Talvez o fato desses primeiros títulos solo de Ringo não receberem o devido reconhecimento se deva ao incrível avanço discográfico dos seus ex-colegas Beatles na época.

Anos mais tarde, em retrospecto, muitos críticos apontaram essa como sendo a obra prima de Ringo. Talvez não seja para tanto, tendo em vista vários outros clássicos incríveis lançados por ele nos anos posteriores. Mas ainda assim, é um clássico indiscutível do country rock.

Data de Lançamento:
25 de setembro de 1970 (RU)
28 de setembro de 1970 (EUA)

Lado A
1 - Beaucoups of Blues (2:33)
2 - Love Don't Last Long (2:45)
3 - Fastest Growing Heartache In The West (2:34)
4 - Without Her (2:35)
5 - Woman Of The Night (2:21)
6 - I'd Be Talking All The Time (2:10)

Lado B
7 - $15 Draw (3:29)
8 - Wine, Women And Loud Happy Songs (2:18)
9 - I Wouldn't Have You Any Other Way (2:57)
10 - Loser's Lounge (2:23)
11 - Waiting (2:54)
12 - Silent Homecoming (3:55)

Créditos:
Ringo Starr: vocais, bateria e violão
Bateria: D.J. Fontana
Harmonica: Charlie McCoy
Pedal Steel: Pete Drake e Ben Keith
Baixo: Buddy Harman, Roy Huskey Jr
Vocais: Jeannie Kendal e The Jordanaires
Violino e Rabeca: Jim Buchanan, Grover Lavernder, George Richey
Guitarra e violão: Charlie Daniels, Chuck Howard, Dave Kirby, Sorrells Pickard, Jerry Kennedy, Jerry Reed, Jerry Shook
Fotografias e capa: Marshall Fallwell
Engenheiro de som: Scottie More
Produção: Pete Drake

Buzz Rabin compôs a faixa 1.
Bobby Pierce compôs a faixa 10.
Larry Kingston compôs a faixa 8.
Chuck Howard compôs as faixas 2, 9 e 11.
Sorrells Pickard compôs as faixas 4, 5, 7 e 12.
Larry Kingston e Fred Dycus compuseram a faixa 3.
Chuck Howard e Larry Kingston compuseram a faixa 6.

Posição nas paradas:
EUA: 65º lugar (Billboard), tendo permanecido por 15 semanas no Top 200.

Texto publicado originalmente no site de (anti)jornalismo (contra)cultural Os Armênios.

http://www.osarmenios.com.br




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Ringo Starr"Todas as matérias sobre "Beatles"


Meteoro: A Conspiração Beatles divulgada por Olavo de CarvalhoCanal NB: Olavo de Carvalho e o satanismo dos BeatlesBeatles: Maurício Ricardo comenta a estranha teoria de Olavo de CarvalhoBeatles: ouça versão remixada de "Oh! Darling" do relançamento de Abbey RoadBeatles: Olavo de Carvalho diz que eles eram satanistas e semi-analfabetos em músicaPaul McCartney: 1959 a 2019, a trajetória do lendário músico em animaçãoClassic Rock: Os 50 anos de Abbey Road na capa da revistaBeatles: Crítica de "Yesterday", filme inspirado na banda (vídeo)Beatles: Abbey Road, uma Rua para o UniversoJulie Dexter: Sem Medo de Modificar Beatles, Marvin Gaye e ArethaBruno Rocker: 11 grandes solos de guitarra dos Beatles

Drake: após bater recorde, rapper faz tatuagem zoando os BeatlesDrake
Após bater recorde, rapper faz tatuagem zoando os Beatles

John Lennon: como foi o último dia do ex-Beatle (vídeo)Beatles: Ouça uma das faixas inéditas da reedição de Abbey RoadAbbey Road: Por que os Beatles atravessaram a rua?

Beatles: editores da Rolling Stone elegem as 100 melhoresBeatles
Editores da Rolling Stone elegem as 100 melhores

Milionários: os músicos mais ricos do Reino UnidoMilionários
Os músicos mais ricos do Reino Unido

Resenha - Sgt. Peppers - BeatlesSgt. Peppers
O mais importante disco da história?


Edu Falaschi: o fax com convite de seleção para o Iron MaidenEdu Falaschi
O fax com convite de seleção para o Iron Maiden

Simplicidade é para os falsos: o nome de banda mais complicado do mundoSimplicidade é para os falsos
O nome de banda mais complicado do mundo

Em vídeo: A diferença entre ser músico e ser rockstarEm vídeo
A diferença entre ser músico e ser rockstar

Headbangers: o preconceito mostrado em vídeo bem-humoradoIron Maiden: a reação de Bruce Dickinson ao ver músicas da era Blaze no setMötley Crüe: cocaína, pilhas de Ferraris e outros excessosOzzy Osbourne: dando "chega mais" em Mônica Apor na coletiva

Sobre Rodrigo de Andrade

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.