Comando Etílico: direto, sem essas porras de algo-Metal

Resenha - Comando Etílico - Comando Etílico

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Bruno Bruce
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Se você tem menos de duas décadas de vida provavelmente não entenderá o Comando Etílico. Azar o seu! O grupo cheira a velharia headbanger, remete a um período em que ter banda de Heavy Metal e cantar na língua pátria era ser zombado até pelos inseridos no movimento. Era um tempo injusto, de grandiosas dificuldades.
5000 acessosAxl Rose no AC/DC: o que Ozzy Osbourne achou disto?5000 acessosBrian May: "Axl Rose sempre foi uma pessoa amável!"

Primeiro full length deste quarteto potiguar (há um EP anterior, "Metal & Prazer" de 2007) já chama atenção pela boa produção. Belo azulado encarte – talvez com fotos demais – e a sacada da capa contam pontos a favor. Se nas 10 faixas do CD a poesia parecerá rasa, encontrará contraponto num intenso sentimento metálico, sendo redundante citar influências dos antigos defensores nacionais do gênero. Mas é o que sempre digo: não há quem faça Heavy Metal neste país e pise em solo virgem! Tudo já foi feito, tudo foi tentado.

A faixa "Ataque!" é a primeira que entrega a atenção aos detalhes com marcantes efeitos sonoros de abertura, sendo a escolha mais fraca possível para abrir a seqüência. Resenha de CD é tudo a mesma merda. Troço chato de fazer, de ler. Por isso vou resumir: banda em plena harmonia, Metal tradicional que agradará aos saudosos, passará despercebida pelos jovens idiotas e será duramente criticada pela ala mais radical-afim-de-fazer-música-extrema-cheia-de-vertentes. Aqui, macho, é Metal direto, sem essas porras de ‘algo-Metal’. O alcance limitado da voz de Herval Padilha é sabiamente tratado com produção adequada e o bom-senso do rapaz em ‘frear’ notas mais altas. Os demais garotos são competentes mas lanço minhas fichas no guitarrista Lucas Praxedes. E aposto alto pois não costumo perder.

Acertaram em cheio no meu coração na música "Tormento", onde lembrei da sonoridade do também natalense desbravador Sodoma (há muito extinto). Um passo atrás foi dado com a faixa "Força Motriz", cópia fiel da introdução de "Piranha" (Exodus). Rogo que não tenha sido intencional. Senti falta da magia das faixas do EP como "Ritual" e "Estação Antiga". Manter o feeling primordial é tarefa capciosa, escorre pelas mãos!

O Comando Etílico é fácil de ser atacado com argumentos que vão de falta de originalidade a previsibilidade. Mas seria o vil raciocínio de quem não ama o Heavy Metal, de quem examina a música como quem disseca algo sem vida. Dos conterrâneos pioneiros que respeito como o Deadly Fate (muito soft para meu gosto) e Expose Your Hate (Grind não me emociona) agarro-me com o idílico que o Comando Etílico proporciona, quase como uma paleta, um apanhado das sonoridades dos anos 1980.

Leva minha nota mais alta: aprovo & recomendo!

Faixas:
01 – Ataque!
02 – Noite
03 – Comando Metal
04 – Noiva do Mal
05 – Tormento
06 – Medusa
07 – Selvagens da Noite
08 – Madame Pecado
09 – Força Motriz
10 – Cataclismo

Comando Etílico
Kleber Barbosa (bateria)
David Praxedes (baixo)
Lucas Praxedes (guitarra)
Hervall Padilha (vocais)

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Comando Etílico"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Comando Etílico"

Axl Rose no AC/DCAxl Rose no AC/DC
O que Ozzy Osbourne achou disto?

Brian MayBrian May
"Axl Rose sempre foi uma pessoa amável!"

GwarGwar
Morre o vocalista Oderus Urungus aos 50 anos

5000 acessosSlash: o segredo do timbre do guitarrista5000 acessosMarcos De Ros: os álbuns que marcaram o guitarrista5000 acessosPaul McCartney: um baita susto pregado por George Harrison5000 acessosOs roqueiros mais chatos das redes sociais5000 acessosChickenfoot: Eddie Van Halen é uma piada perto de Satriani2553 acessosSweet Home Alabama: O hino absoluto do Rock Sulista

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online