Rise To Fall: intensidade e elegância difícil de ignorar

Resenha - Restore The Balance - Rise To Fall

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  


É... Certamente o batalhador selo iltaliano Coroner Records se especializou no segmento moderno do Heavy Metal, tal o grande número de bandas de seu cast que investem nesta linha. E assim é "Restore The Balance", o debut do Rise To Fall, banda espanhola que está batalhando por seu espaço desde 2006. Mas, na realidade, esta é uma segunda versão – com nova capa e arranjos enturbinados por ninguém menos do que Ettore Rigotti (Disarmonia Mundi) – do mesmo disco, lançado originalmente em 2008.

Ainda que o conjunto afirme que esteja aberto a diferentes estilos, o que predomina por aqui é o Death Metal Melódico tipicamente sueco. Ok, a fórmula é manjada e deu origem a uma infinidade de grupelhos pentelhos, tão semelhantes entre si e tantas vezes sem a menor noção do que estão fazendo... Mas este não é o caso do Rise To Fall. Os caras podem não inovar em absolutamente nada, mas tem como diferencial uma intensidade e elegância que se torna difícil de ignorar.

publicidade

Como citado, todos os elementos do Gothemburg Sound são facilmente reconhecíveis. Há groove, riffs envenenados, refrões grudentos e muitos teclados bem encaixados, além das excelentes vocalizações de Dalay Tarda (adivinhem qual sua maior influência?) chamarem muito a atenção... E, verdade seja dita, o repertório é por demais linear e certamente deveria haver mais diversidade entre algumas canções, mas, ainda assim, "Restore The Balance" consegue se sustentar, tendo em "Rise From Drama" e "... Kills The Reason" os momentos de maior impacto.

publicidade

Bom, não seria errôneo afirmar que, com "Restore The Balance", os espanhóis prestam um verdadeiro tributo a bandas como o Soilwork e afins... Mas este é apenas o primeiro álbum, que pode ser o prenúncio que venha a estimular o Rise To Fall a buscar por particularidades que culminem em sua própria identidade. Enquanto isso não acontece, vamos curtindo o debut, que será bastante apreciado pelos fãs do estilo.

publicidade

Contato: www.myspace.com/risetofallmetal

Formação:
Dalay Tarda - voz
Hugo Markaida - guitarra
Javier Martin - guitarra
Iñigo Lopez - baixo
Xabier Del Val ‘Txamo’ - bateria

Rise To Fall - Restore The Balance
(2010 / Coroner Records - importado)

01. Redrum
02. Unknown Presence
03. Inner Scream
04. Rise From Drama
05. Prophet Of Doom
06. Infected Wounds
07. Forbidden Lullaby
08. When The Instinct...
09. ...Kills The Reason
10. My Sombre Prospect
11. Chasing Infinity

publicidade

Nota: 07




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Separados no nascimento: Roger Waters e Richard Gere.Separados no nascimento
Roger Waters e Richard Gere.

Rock Progressivo: as 25 melhores músicas de todos os temposRock Progressivo
As 25 melhores músicas de todos os tempos


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin