Desolate Ways: Gothic Doom agora com contornos distintos

Resenha - Last Moons - Desolate Ways

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Se muitos afirmam categoricamente que é com o terceiro disco que um conjunto realmente define seu estilo, o gaúcho Desolate Ways comprova este fato com “Last Moons”. Ainda que seus trabalhos anteriores fossem muito bons, era incontestável a forte influência que sofriam da fase "Draconian Times" (95) do Paradise Lost. Pois bem, as referências ainda são perceptíveis, mas...
5000 acessosCuzões em shows: como músicos devem lidar com essa raça maldita5000 acessosOzzy Osbourne: saiba porque ele odeia banheiros públicos

... Agora seu Gothic Doom Metal está começando a adquirir contornos realmente distintos! A maturidade e requinte de harmonias que se contrastam com as linhas vocais quase ríspidas de Max mostram o Desolate Ways dominando seu estilo em todos os sentidos e, melhor, encontrando espaço para explorar arranjos com a real capacidade de instigar a imaginação do ouvinte, mesmo com toda a opressão exalada por cada uma das canções.

Assim, o repertório resulta em uma paleta riquíssima em sensações. São 10 ótimas faixas e, ainda que “Regret” seja um single de respeito, confesso que foram “Immaculate” e “Your Hope Dies” que me proporcionou um estranho e incômodo assalto sensorial em função da fascinante atmosfera sacra. Que teclados irresistíveis! E também vale mencionar a participação da carismática Josie (A Sorrowful Dream) cantando na derradeira "Winter".

Gravado em Caxias do Sul (RS), sob os cuidados de Roger ‘Earth’ Fingle (Blood Tears, Seduced By Suicide) no estúdio Nitro Sound Solutions, a escolha de cada timbre beira à perfeição e até resultou em uma sonoridade mais retrô e muito encorpada, totalmente Heavy Metal.

Um trabalho de extrema qualidade que chega ao mercado nacional através da experiência do selo Die Hard Records. Ainda que se mostre indispensável aos devotos do Gothic Doom, “Last Moons” certamente possui atributos mais do que suficientes para atingir um público muito mais amplo em se tratando de Heavy Metal. Certamente um disco que ficará incrustado na história do underground gaúcho!

Contato:
http://www.desolateways.com
http://www.myspace.com/des0lateways

Formação:
Max Lima - voz e guitarra
Elizeu Hainzenrede - guitarra
Rodrigo Fernandes - baixo
Igo Menegaz - bateria

Desolate Ways - Last Moons
(2009 / Die Hard Records – nacional)

01. Senseless
02. Regret
03. Immaculate
04. Last Moons
05. Your Hope Dies
06. Frozen Leaves
07. End Of Day
08. No Turning Back
09. Empty
10. Winter

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Last Moons - Desolate Ways

504 acessosDesolate Ways: mescla consistente de gótico e metal

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Desolate Ways"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Desolate Ways"

Cuzões em showsCuzões em shows
Como músicos devem lidar com essa raça maldita

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
Saiba porque ele odeia banheiros públicos

Qualidade sonoraQualidade sonora
90% do público não liga pra isto

5000 acessosMúsica Brasileira: Quais os discos mais vendidos da história?5000 acessosAC/DC: como Angus responde a um copo de cerveja atirado?5000 acessosCascavelletes: Uma inadequada "Eu Quis Comer Você" no programa de Angélica5000 acessosSammy Hagar: "Vai tomar no seu cu, Eddie! Seu mentiroso!"5000 acessosFotos de Infância: Layne Staley, do Alice In Chains5000 acessosLita Ford: cantora admite suruba com Bon Jovi e Richie Sambora

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online