Destruction: ao-vivo que vale cada centavo empregado

Resenha - Curse Of The Antichrist.; Live In Agony - Destruction

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Qual headbanger não está familiarizado com o nome Destruction? Por estar na ativa desde o ano 1982 e possuir uma infinidade de clássicos que ajudaram a moldar o Heavy Metal tal qual o conhecemos, o conjunto se tornou uma instituição no que diz respeito ao Thrash Metal da Alemanha, cujo raio de influência se estendeu pelos quatro cantos do planeta desde então.
5000 acessosRockstars que atacaram a igreja, Jesus Cristo e Deus5000 acessosThrash Metal: 20 bandas brasileiras de qualidade inquestionável

Agora o pessoal está chegando ao seu terceiro álbum ao vivo, “The Curse Of The Antichrist - Live In Agony”, uma verdadeira bomba em disco duplo, cujas canções foram captadas em sua apresentação no Wacken de 2007 e também em sua mais recente turnê de divulgação do álbum "D.E.V.O.L.U.T.I.O.N." (08) pela Ásia, aqui representado pelo show de Tóquio.

O áudio resultante é bastante límpido, com aquele ‘ambiente ao vivo’ permeando toda a audição, nada soa burocrático por aqui. E, como seria de se esperar, qualquer banda veterana geralmente priorizará a execução de seus maiores hinos, ainda que tenham passado por uma reformulação em seus arranjos e que resultou na coletânea “Thrash Anthems” (07). Mas, ainda assim, há a presença de algumas faixas compostas nos últimos anos, como as espetaculares “The 7 Deadly Sins” ou Devolution.

Outro ponto que enriquece este registro é a aparição de algumas figurinhas prá lá de carismáticas do cenário metálico. No show do Wacken, Bobby Blitz (Overkill), Angelripper (Sodom), 'Peavy' Wagner (Rage), Oddleif (Communic) e Harry Wilckens (segundo guitarrista que tocou no Destruction lá pela segunda metade dos anos 80) se unem aos alemães em "The Alliance Of Hellhoundz". E não pára por aí...

O segundo disco apresenta em "Antichrist/Reject Emotions/Thrash Till Death" nada menos do que 'Olli' Kaiser e Sven Vormann (respectivamente o segundo e terceiro bateristas do Destruction) tocando junto com o atual, Marc Reign. Três bateristas detonando simultaneamente em uma festa dos infernos! E também há espaço para Thomas Sandmann (o primeiro baterista) cantar na sequência, em "Total Desaster".

Não é novidade que nos últimos anos esteja surgindo um renovado interesse pelo Thrash Metal, e é óbvio que muitas das atuais novas bandas sofrem influência direta de titãs como Destruction. A atual geração praticamente tem por obrigação conhecer “The Curse Of The Antichrist - Live In Agony”, que é uma verdadeira compilação com o que há de melhor já produzido pelos alemães. Lançamento nacional via Laser Company, que definitivamente vale cada centavo empregado!

Contato:
http://www.destruction.de
http://www.myspace.com/officialdestruction

Formação:
Marcel ‘Schmier’ Schirmer - voz e baixo
Mike Sifringer - guitarra
Marc Reign - bateria

Destruction - The Curse Of The Antichrist - Live In Agony
(2009 - AFM Records / Laser Company Records - nacional)

Disco 01:
01. The Butcher Strikes Back
02. Curse The Gods
03. Nailed To The Cross
04. Mad Butcher
05. The Alliance Of Hellhoundz
06. Devolution
07. Eternal Ban
08. Urge The Greed Of Gain
09. Thrash Till Death
10. Metal Discharge

Disco 02:
01. The Damned
02. Cracked Brain
03. Soulcollector
04. Death Trap
05. Unconscious Ruins
06. Life Without Sense
07. The 7 Deadly Sins
08. Antichrist
09. Reject Emotions
10. Antichrist/Reject Emotions/Thrash Till Death
11. Total Desaster
12. Bestial Invasion

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Destruction"

MetalMetal
Dez álbuns provam que 1986 foi o ano do Thrash

Thrash MetalThrash Metal
Os 10 melhores discos do século 21, segundo o Loudwire

ThrashThrash
Os dez álbuns essenciais do gênero

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Destruction"

Blasfêmias?Blasfêmias?
Rockstars que atacaram a igreja, Jesus Cristo e Deus

Thrash MetalThrash Metal
20 bandas brasileiras de qualidade inquestionável

MetallicaMetallica
Hammett e Ulrich escolhem álbuns e músicas da década

5000 acessosManowar: o dia em que a banda arregou pro Twisted Sister5000 acessosCuriosidade: artistas que odeiam suas próprias músicas5000 acessosIron Maiden: fatos estranhos na gravação de The Number Of The Beast3984 acessosA7X: "Ringo Starr e Lars Ulrich são absolutamente geniais4934 acessosSlayer: uma ótima versão de "Raining Blood"com crianças true do Japão5000 acessosRevolver Golden Gods 2012: veja quem foram os vencedores

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online