Destruction: ao-vivo que vale cada centavo empregado

Resenha - Curse Of The Antichrist.; Live In Agony - Destruction

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

9


Qual headbanger não está familiarizado com o nome Destruction? Por estar na ativa desde o ano 1982 e possuir uma infinidade de clássicos que ajudaram a moldar o Heavy Metal tal qual o conhecemos, o conjunto se tornou uma instituição no que diz respeito ao Thrash Metal da Alemanha, cujo raio de influência se estendeu pelos quatro cantos do planeta desde então.

Agora o pessoal está chegando ao seu terceiro álbum ao vivo, "The Curse Of The Antichrist - Live In Agony", uma verdadeira bomba em disco duplo, cujas canções foram captadas em sua apresentação no Wacken de 2007 e também em sua mais recente turnê de divulgação do álbum "D.E.V.O.L.U.T.I.O.N." (08) pela Ásia, aqui representado pelo show de Tóquio.

publicidade

O áudio resultante é bastante límpido, com aquele ‘ambiente ao vivo’ permeando toda a audição, nada soa burocrático por aqui. E, como seria de se esperar, qualquer banda veterana geralmente priorizará a execução de seus maiores hinos, ainda que tenham passado por uma reformulação em seus arranjos e que resultou na coletânea "Thrash Anthems" (07). Mas, ainda assim, há a presença de algumas faixas compostas nos últimos anos, como as espetaculares "The 7 Deadly Sins" ou Devolution.

publicidade

Outro ponto que enriquece este registro é a aparição de algumas figurinhas prá lá de carismáticas do cenário metálico. No show do Wacken, Bobby Blitz (Overkill), Angelripper (Sodom), 'Peavy' Wagner (Rage), Oddleif (Communic) e Harry Wilckens (segundo guitarrista que tocou no Destruction lá pela segunda metade dos anos 80) se unem aos alemães em "The Alliance Of Hellhoundz". E não pára por aí...

publicidade

O segundo disco apresenta em "Antichrist/Reject Emotions/Thrash Till Death" nada menos do que 'Olli' Kaiser e Sven Vormann (respectivamente o segundo e terceiro bateristas do Destruction) tocando junto com o atual, Marc Reign. Três bateristas detonando simultaneamente em uma festa dos infernos! E também há espaço para Thomas Sandmann (o primeiro baterista) cantar na sequência, em "Total Desaster".

publicidade

Não é novidade que nos últimos anos esteja surgindo um renovado interesse pelo Thrash Metal, e é óbvio que muitas das atuais novas bandas sofrem influência direta de titãs como Destruction. A atual geração praticamente tem por obrigação conhecer "The Curse Of The Antichrist - Live In Agony", que é uma verdadeira compilação com o que há de melhor já produzido pelos alemães. Lançamento nacional via Laser Company, que definitivamente vale cada centavo empregado!

publicidade

Contato:
http://www.destruction.de
http://www.myspace.com/officialdestruction

Formação:
Marcel ‘Schmier’ Schirmer - voz e baixo
Mike Sifringer - guitarra
Marc Reign - bateria

Destruction - The Curse Of The Antichrist - Live In Agony
(2009 - AFM Records / Laser Company Records - nacional)

publicidade

Disco 01:
01. The Butcher Strikes Back
02. Curse The Gods
03. Nailed To The Cross
04. Mad Butcher
05. The Alliance Of Hellhoundz
06. Devolution
07. Eternal Ban
08. Urge The Greed Of Gain
09. Thrash Till Death
10. Metal Discharge

Disco 02:
01. The Damned
02. Cracked Brain
03. Soulcollector
04. Death Trap
05. Unconscious Ruins
06. Life Without Sense
07. The 7 Deadly Sins
08. Antichrist
09. Reject Emotions
10. Antichrist/Reject Emotions/Thrash Till Death
11. Total Desaster
12. Bestial Invasion

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Pabllo Vittar: de Death a Immortal, veja 8 camisetas de metal que a drag já usouPabllo Vittar
De Death a Immortal, veja 8 camisetas de metal que a drag já usou


Destruction: o Metal deve permanecer no undergroundDestruction
O Metal deve permanecer no underground

Pabllo Vittar: de Death a Immortal, veja 8 camisetas de metal que a drag já usouPabllo Vittar
De Death a Immortal, veja 8 camisetas de metal que a drag já usou


Vinil: quais são os dez discos mais valiosos do mundo?Vinil
Quais são os dez discos mais valiosos do mundo?

Eddie Van Halen: falando sobre o solo de Beat ItEddie Van Halen
Falando sobre o solo de "Beat It"


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin