Goatwhore: muito difícil enquadrá-los em uma categoria

Resenha - Carving Out The Eyes Of God - Goatwhore

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Ainda que tenha em sua formação músicos que já passaram por nomes relevantes como Soilent Green, Acid Bath e Crowbar, o Goatwhore ainda não é muito conhecido entre o público brasileiro. Formado em 1997, o grupo vem excursionando incessantemente e refinando sua combinação de vários estilos da música extrema com uma sutil veia mais Rock´n´Roll, de forma tão especial que se torna muito difícil (graças!) enquadrá-los em uma simples categoria.
59 acessosGoatwhore e Tombs: Lançamentos de Junho5000 acessosCapas de álbuns: algumas curiosidades e histórias

Mas os primeiros trabalhos destes norte-americanos de New Orleans possuíam tal impacto que permitiu que assinassem um contrato com a influente Metal Blade Records, e agora estão liberando seu quarto registro, “Carving Out The Eyes Of God”. E este é um daqueles discos que se tornam irresistíveis por capturar de forma espontânea aquele importante sentimento de revolta, tão característico do Heavy Metal.

Ainda que não se mostre tão opressivo como seus antecessores, aqui podemos dizer que o tradicional coquetel venenoso está mais definido e descontraído do que nunca. O ouvinte reconhecerá um monte de Thrash, Death, Black Metal e Grindcore, mas, como foi dito, em algum local de toda a estrutura desta cacofonia está presente algo do Rock´n´Roll, o que confere um curioso diferencial em meio a toda a brutalidade do repertório.

Totalmente desprovido de sintetizadores, esta é uma massa sonora que apenas faz uso de vocalizações agressivas, riffs contundentes – esse Sammy Duet toca muito! – e doses acertadas de blastbeats. Cada ouvinte encontrará as faixas de sua preferência, mas por ora este escriba não abre mão da mescla de Thrash e Punk proporcionada pela abertura “Apocalyptic Havoc” e “Shadow Of A Rising Knife”; além da veloz “The Passing Into The Power Of Demons” e da mais cadenciada “Reckoning Of The Soul Made Godless”.

Sob a exigente produção de Eric Rutan (Hate Eternal) e sem romper com as velhas tradições do gênero, o Goatwhore fez de “Carving Out The Eyes Of God” uma das mais interessantes obras do Heavy Metal made in USA de 2009. Totalmente indicado aos que apreciam os primórdios de Venom, Celtic Frost e Bathory, mas com uma torção toda especial e extrema.

Contato: www.myspace.com/goatwhore

Formação:
Ben Falgoust II - voz
Sammy Duet - guitarra
Nathan Bergeron - baixo
Zack Simmons - bateria

Goatwhore - Carving Out The Eyes Of God
(2009 / Metal Blade - importado)

01. Apocalyptic Havoc
02. The All Destroying
03. Carving Out The Eyes Of God
04. Shadow Of A Rising Knife
05. Provoking The Ritual Of Death
06. In Legions, I Am Wars Of Wrath
07. Reckoning Of The Soul Made Godless
08. The Passing Into The Power Of Demons
09. Razor Fleshed Devoured
10. To Mourn And Forever Wander Through Forgotten Doorways

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

59 acessosGoatwhore e Tombs: Lançamentos de Junho62 acessosGoatwhore: lyric video para a faixa "Chaos Arcane"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Goatwhore"

Heavy MetalHeavy Metal
As melhores faixas de 2012 segundo o Loudwire

Metal InjectionMetal Injection
Dez canções para Satã

Metal InjectionMetal Injection
Os cinco bateristas mais insanos do Black Metal

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Goatwhore"

Capas de álbunsCapas de álbuns
A história das artes de alguns dos maiores clássicos

Bizarre MagazineBizarre Magazine
Quão bizarro é... Ronnie James Dio

SlayerSlayer
Quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanista

5000 acessosGuns N' Roses - Perguntas e Respostas5000 acessosDavid Bowie: muito mais assustador que Michael Jackson5000 acessosShaman: baixista desabafa sobre cena brasileira2624 acessosSweet Home Alabama: O hino absoluto do Rock Sulista5000 acessosSepultura: as dez canções mais subestimadas da banda5000 acessosBob Dylan: é dele a "Maior Música de Todos os Tempos"

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online