Chaos Synopsis: debut de respeito que merece ser conferido

Resenha - Kvlt Ov Dementia - Chaos Synopsis

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


É escutando álbuns como “Kvlt Ov Dementia” que cada vez mais aumenta minha admiração pela atual fase das bandas desse Brasil. O Chaos Synopsis possui pouco tempo de estrada, tendo começado suas atividades em 2005 na cidade paulista de São José dos Campos, e em sua bagagem estão as demos “Garden Of Forgotten Shadows” (06) e “2100 A.D.” (08), além de ter participado da compilação “Behind The Masks”, da Anaites Records.
68 acessosChaos Synopsis: confira novo álbum "Gods of Chaos" no Spotify5000 acessosMúsica Brasileira: Quais os discos mais vendidos da história?

Tendo a oportunidade de tocar ao lado de feras como Violator, Nervochaos, Dismember, Mayhem, Kathaarsys e Sinister, o pessoal foi afiando cada vez mais suas composições e o resultado está na furiosa estréia “Kvlt Ov Dementia”. A produção é 100% nacional, ficando ao encargo de Fábio Zperandio (Ophiolatry) no estúdio Laboratório 6, e o produto final mostra todo o cuidado dos envolvidos.

O fato de alguma complicação com seu guitarrista fazer com que o álbum contasse apenas com o vocalista e baixista Jairo e o baterista Vitor, que acabou também gravando as guitarras, não afetou negativamente em absolutamente nada – a execução ficou plenamente satisfatória. A escolha de Jairo em também assumir o microfone foi muito acertada, pois suas linhas vocais, uma espécie de urros guturais (ou guturais urrados?) são incríveis e soa de forma extremamente natural, aumentando ainda mais o impacto de uma seção instrumental um tanto quanto técnica.

Com inúmeras mudanças de ritmos, seu Thrash possui uma curiosa característica, pois em muitas ocasiões agrega todo o peso esmagador do Death Metal. E essa fusão é tão completa que consegue desafiar a origem de suas raízes, como é o caso de “Sarcastic Devotion” e “Expired Faith”, cujos andamentos deverão destruir muitos pescoços mundo afora.

E todo o esmero no quesito musical obviamente se estendeu à parte visual de “Kvlt Ov Dementia”, cuja arte de capa já pode figurar entre as mais macabras do ano, sendo uma síntese do que o público encontrará em suas letras. Um debut de respeito, que merece ser conferido pelos fanáticos por bandas como Death, Slayer, Destruction ou Cannibal Corpse, mas com um tempero todo especial. Muito bom mesmo!

Contato: www.myspace.com/chaossynopsisbr

Chaos Synopsis - Kvlt Ov Dementia
(2009 / Free Mind Media – nacional)

01. Postwar Madness
02. Sarcastic Devotion
03. Only Evil Can Prevail
04. LXXXVI
05. License To Kill
06. Expired Faith
07. Blinding Chains
08. Spiritual Cancer
09. 2100 AD
10. March Of The Unholy

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Kvlt Ov Dementia - Chaos Synopsis

822 acessosChaos Synopsis: promessa da música pesada brasileira

68 acessosChaos Synopsis: confira novo álbum "Gods of Chaos" no Spotify0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Chaos Synopsis"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Chaos Synopsis"

Música BrasileiraMúsica Brasileira
Quais os discos mais vendidos da história?

AC/DCAC/DC
Como Angus responde a um copo de cerveja atirado?

CascavelletesCascavelletes
Uma inadequada "Eu Quis Comer Você" no Clube da Criança

5000 acessosMetallica: a prova de que Rick Rubin estragou o "Death Magnetic"5000 acessosMassacration: saiba quem é o baterista que tocava "de verdade"5000 acessosHeavy Metal: 10 ótimas novas bandas para atualizar o ouvido4988 acessosViva el rock!: a tradição argentina de traduzir para o espanhol os títulos dos LPs5000 acessosGuns N' Roses: cachaça, 250 toalhas brancas e massagistas em Brasília5000 acessosIron Maiden: o que os grandes músicos acham da banda?

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online