Ill Niño: grande redução daquela exótica aura obscura

Resenha - Enigma - Ill Niño

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 7

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Ainda que o Ill Niño tenha como base os Estados Unidos, em sua formação também há músicos do Brasil e Peru, o que garante uma sonoridade muito mais abrangente à do chamado Nu Metal, nicho onde a banda frequentemente é inserida. E, depois de anos construindo sua reputação com o apoio de uma gravadora do porte da Roadrunner, que culminou no espetacular "One Nation Underground" (05), foi a Cement Shoes Records quem teve o privilégio de lançar "Enigma".
5000 acessosSepultura: Pavarotti gravou uma versão de "Roots Bloody Roots"?5000 acessosTragédia e dor: O Blues, o Rock e o Diabo

E o Heavy Metal todo alternativo deste álbum segue com uma nova abordagem, cuja orientação agora prioriza ainda mais as melodias e, principalmente, dá ampla vazão a toda a influência que a música latina sempre exerceu sobre o Ill Niño. Isso fez de "Enigma" um disco bem mais acessível – muito mesmo! – e, infelizmente, com grande redução daquela exótica aura obscura, tão bem explorada num passado nada distante.

O repertório acabou sendo o mais diversificado já preparado pelo grupo. As linhas vocais têm mais espaço para trabalhar e os refrões frequentemente são de fácil assimilação. Os destaques ficam por conta de pesos-pesado como "The Alibi Of Tyrants", "Compulsion Of Virus And Fever" e a matadora "Guerilla Carnival", esta última com uma excelente percussão. E, entre as faixas mais amenas, a balada "Me Gusta La Soledad" é cantada em espanhol e se sobressai com folgas.

"Enigma", mesmo com todos os seus méritos, não consegue manter a solidez de seu já citado antecessor. Falta a ferocidade! Mas não conseguir agradar a todos é uma consequencia óbvia àqueles que recusam a estagnar sua Arte. E o Ill Niño parece ter plena consciência deste fato, pois usa sua inspiração com o intuito de evoluir e conquistar novos espaços – e com certeza o público latino está no centro do alvo.

Formação:
Cristian Machado - voz
Ahrue Luster - guitarra
Diego Verduzco - guitarra
Lazaro Pina - baixo
Dave Chavarri - bateria
Daniel Couto - percussão

Ill Niño - Enigma
(2008 / Cement Shoes Records - importado)

01. Alibi Of Tyrants
02. Pieces Of The Sun
03. Finger Painting (With The Enemy)
04. March Against Me
05. Compulsion Of Virus And Fever
06. Formal Obsession
07. Hot Summer's Tragedy
08. Me Gusta La Soledad
09. 2012
10. Guerrilla Carnival
11. Estoy Perdido
12. Kellogg's, Bombs, & Cracker Jacks
13. De Sangre Hermosa

Contato: www.myspace.com/illnino

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.


0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Ill Nino"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Ill Nino"


SepulturaSepultura
Luciano Pavarotti cantando "Roots Bloody Roots"?

Coisa do demo?Coisa do demo?
O rock sempre foi relacionado como música do diabo

Edu FalaschiEdu Falaschi
Os dez vocalistas brasileiros preferidos dele

5000 acessosNu Com a Mão no Bolso: blog elege as melhores capas com "nudez"5000 acessosOs dez maiores picaretas da música internacional5000 acessosLemmy: "Coleciono apenas material nazista, não as ideias"5000 acessosScott Stapp: "Faltou classe e dignidade ao Stone Temple Pilots"5000 acessosGuns N' Roses: a trágica história do baixista fundador5000 acessosAC/DC e Axl Rose: o que Gene Simmons achou da parceria?

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online