Matérias Mais Lidas

imagemAs faixas do "Black Album" que James Hetfield e Lars Ulrich não curtem

imagemAs seis músicas do Metallica que Dave Mustaine ajudou a escrever

imagemRock in Rio: Pitty alfineta a produção do festival ao revelar qual seria sua exigência

imagemSérgio Moro elege banda clássica de Rock como sua favorita

imagemJanis Joplin: última gravação dela em vida foi feita para um Beatle

imagemAs 10 melhores versões metal de músicas pop dos anos 1980, em lista da Metal Hammer

imagemAnitta é a maior roqueira que existe hoje no Brasil, diz integrante do Titãs

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemEdu Falaschi comenta produção "nível banda europeia" da nova turnê e agradece fãs

imagemMax e Iggor Cavalera: setlists, fotos e vídeos de shows na Audio, em São Paulo

imagemJoão Gordo relembra proposta de fazer propaganda de calmante com Dado Dolabella

imagemNando Reis e a linda música que Samuel Rosa dispensou por ter recebido na hora errada

imagemA reação de Jimi Hendrix ao assistir King Crimson ao vivo

imagemSincero, vocalista do Anvil diz que é feliz com o tamanho da banda

imagemAmy Lee escolhe a melhor música do Evanescence para apresentar a banda


Dream Theater 2022

Daniel Pique: um verdadeiro triunfo das 6 cordas

Resenha - Boo!! - Daniel Pique

Por Giorgio Moraes
Em 24/05/09

Eis aqui um guitarrista que não tem medo, vergonha ou qualquer sombra de receio quando o assunto é experimentar sonoridades, timbres e variações rítmicas. Essa postura ousada e nem um pouco catedrática faz com que "Boo!!", seu CD de estréia, soe como um verdadeiro triunfo das 6 cordas!

Natural de Minas Gerais, Daniel Pique recrutou uma trupe de 1ª linha para construir "Boo!!". Encabeçada pelo lendário Billy Sheehan no baixo, a banda ainda conta com Mike Mangini na bateria (Steve Vai); além da dupla Yaniel Matos (Kiko Loureiro) e Fabio Laguna (Hangar) nos teclados. O clima "loucos com um instrumento musical nas mãos" já se mostra em "Croak", tema de abertura que passeia por rítmos próximos ao Jazz e ao Blues sem abrir mão do peso e do groove inerentes às sonoridades mais atuais. Na sequência, Daniel exibe uma guitarra que muda de cadência a cada minuto com "Over Dee Moon". "Peacock Ink", com sua marcante introdução de bateria, é aquilo que o título sugere: uma verdadeira "tinta de pavão" que se derrama aos ouvidos, com direito a vozes e experimentalismos com tempos e timbragens. Outro destaque absoluto é "1960", 4º tema de "Boo!!", um instrumental onde guitarra e piano caminham de mãos dadas pelo precipício da dor e da saudade (a música é dedicada ao pai de Daniel, que faleceu durante o processo de pré-produção do álbum). Ainda sobra espaço para que os teclados bebam na inesgotável fonte dos Doors em "Colic", faixa que dá 'números finais' a esse verdadeiro sopro de vitalidade que é "Boo!!".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

De maneira geral, posso afirmar - sem medo de errar ou de cometer exageros - que a guitarra de Daniel resmunga, grita, chora e fala manso - criando texturas dignas de Jimi Hendrix no famigerado álbum "Are You Experienced?". Diante de tal referência, só nos resta apreciar "Boo!!" e ter a certeza que essa nova safra de guitarristas nacionais não tem medo da música.

O Ministério da Saúde Musical adverte: ouça nas alturas.

Para conhecer mais:
http://www.myspace.com/danielpiqueofficial

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Fotos de Infância: Gene Simmons, do Kiss

Marilyn Manson: ele removeu costelas para praticar autofelação?


Sobre Giorgio Moraes

Giorgio Moraes, 33 anos, é formado em Letras. Natural do Rio de Janeiro, ele reside a 20 anos em São Luis do Maranhão. Tem em seu currículo shows como Raimundos, Detonautas, Skank, e a histórica apresentação dos Stones em Copacabana, no ano de 2006. Escritor, atualmente divulga seu 1º Ebook de poesia.

Mais informações sobre

Mais matérias de Giorgio Moraes.